[Resenha/de banca] Adorável Pecador * Suzanne Enoch

Sinopse: 
O marquês de St. Aubyn é conhecido por "Saint", mas está bem longe de ser um "santo". Evelyn Ruddick sabe que deve evitá-lo a qualquer custo, mas ela quer muito ajudar as crianças do orfanato do qual Saint é o presidente do conselho e está determinada a ensinar o arrogante e atraente marquês a arte de se tornar um cavalheiro exemplar.

A ideia de colaborar para o projeto de Evelyn é absurda para Saint, porém aquela jovem linda e teimosa se recusa a desistir! Sendo assim, o que mais resta a um libertino que além de seduzir a formosa dama? O problema é que Saint logo descobre que é ele quem está sendo seduzido pela pureza e inocência de Evelyn. A ardente paixão será capaz de corrigir aquele adorável pecador?



Adorável Pecador - Suzanne Enoch 
Nova Cultural - 2009 - 318 páginas

Resenha

"Adorável Pecador" é o segundo livro da "Trilogia Lições de Amor" (Lessons in Love), continuação do livro "A Aposta", que eu resenhei aqui no blog e adorei! 

O problema (ou o propósito) é que o marquês de St. Aubyn, "Saint", não tem nada de adorável. No início ele é simplesmente insuportável e quase desisti da leitura: ficava indignada, parava de ler e demorava uns dois dias para retomar.
"— Por que não quer que eu seja voluntária aqui? — perguntou, sem olhar para o marquês, mas sabendo que ele a acompanhava. — Não lhe custaria nada.
— Até que a senhorita se canse de trazer pudins e doces, ou até que o orfanato tenha de começar a pagar para arrancar os dentes estragados das crianças.
— O oferecimento dos doces foi apenas um modo de fazer as meninas conversar comigo. Imagino que elas tenham poucos motivos para confiar em adultos.
— Meu coração chora diante de sua compaixão."
Saint é insolente, desagradável, obsceno, trata a Evelyn mal desde o começo, sem nenhum precedente que justifique o comportamento. As ações do início do livro são um pouco monótonas, mas como se tratava da Maratona, não desisti e lá pelo meio do livro a coisa começou a melhorar bastante...

Evelyn faz uma coisa que ninguém jamais fez com Saint: bota ele de castigo! Isso mesmo, com a ajuda dos órfãos que ela  estava tentando ajudar (enquanto Saint tentava impedir), tranca-o num quartinho escuro do calabouço do orfanato por uma semana para lhe ensinar uma lição.
"— Evelyn, pelo amor de Deus, não me deixe sozinho de novo! Por favor! Sinto muito! Silêncio. Praguejando, ele pegou a vasilha e a atirou contra a porta. A porcelana quebrou, espalhando água por toda parte. — Então é essa a lição de hoje? Você consegue o que quer, e eu fico aqui sentado na sujeira e no escuro até que você mude de idéia? Já aprendi isso! Maldição, ensine-me alguma coisa que eu não saiba, Evelyn Marie!
—- Saint? — A voz de Evelyn soou do outro lado da porta. — Acalme-se, e eu entrarei.  
Respirando fundo, ele compreendeu o que estava acontecendo. Entrara em pânico. Ele. O cruel, implacável e desalmado marquês estava com medo de ser deixado sozinho no escuro.— Estou calmo — ele retrucou."
E não é que a lição surte efeito? O menino mau tem bastante tempo para pensar na vida, em seus sentimentos, nas suas ações e no quanto faria falta (ou não) para as outras pessoas se desaparecesse da face da Terra. Cai a máscara do cinismo e do sarcasmo, e Saint passa a ser mais humano.

Daí pra frente o livro fica mais agitado, e Saint tem que lutar contra o tempo na tentativa de não perder Evelyn para um casamento de conveniência que o irmão dela está negociando em troca de favores políticos e também tornar-se um cavalheiro respeitável para que Evelyn possa aceitá-lo.

Gostei muito da segunda metade do livro, achei a cena final surpreendente, e a declaração de amor de Saint para Evelyn muito fofa! Pra quem tiver um pouquinho de paciência com o começo do livro, vale à pena ver a transformação do Saint que mostrou-se adorável afinal!

Trilogia Lições de amor (Lessons in Love)

3.O Segredo de Carroway - England's Perfect Hero (2004)

Curiosidade

Almack's Assembly Rooms in 1843
Almack's Assembly Rooms foi um dos primeiros clubes mistos de Londres. Apenas um número limitado de integrantes da alta classe britânica era aceita nesse clube exclusivo. Durante o período da regência os mais importantes espaços para os encontros da sociedade eram as grandes casas aristocráticas e os clubes privados e o Almack’s era requisito para que um nobre fizesse parte da Ton.   

Um pequeno diálogo dos cavalheiros sobre o Almack's:
"Saint jantou no clube e se sentou a uma mesa de jogo onde estavam lorde Westgrove e dois cavalheiros. 
— Parece que esta noite todos estão reunidos no Almack's — um deles disse. 
— Diabos! Eu sempre quis conhecer o lugar — o outro cavalheiro comentou.
— Por quê? — Saint perguntou, enquanto fazia sua aposta. Tinha se esquecido de que era quarta-feira, a noite da reunião no Almack's. Evelyn deveria estar lá. — Todos vão ao Almack's, não é? — Limonada quente, nenhuma bebida, nenhuma sala de jogo, matronas o observando, e uma valsa a noite inteira. Isso é o Almack's. Você não está perdendo nada. 
Lorde Westgrove caiu na risada.— Não liguem, rapazes. Ele está dizendo isso apenas porque foi banido de lá."
Estou esperando seu comentário!
Beijos... Elis Culceag.

23 comentários

  1. Não curto muito romances de banda, mas este parece ser bem... Promissor.
    Rsrs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os meninos não sabem o que estão perdendo... vários segredinhos são revelados nos romances de banca! Obrigada pela visita VDC! Beijos...Elis.

      Excluir
  2. Olá Elis,
    Não gostei muito do enredo do romance, mais caso eu mude de ideia, o nome dele estar aqui anotado.
    Ótima resenha !!!!
    *bye*

    ResponderExcluir
  3. Adoro quando eles se transformam, ficam tão lindossssss!!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elis, minha chará!
      O amor tem mesmo o poder de transformar, não é?
      Ele ficou fofo no final!!!
      Bjs...Elis Culceag.

      Excluir
  4. Oi Elis
    É parece intrigante esse livro, uma leitura leve, do tipo que eu gosto, não ligo se é leitura de banca, tem pessoas que são preconceituosas quanto a isso, o importante é eu gostar do livro.
    Bjos.
    Uma ótima semana!
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu!
      Realmente, um livro bem escrito nos traz muitas coisas boas, sendo ele de banca ou de livraria. Obrigada pela presença e ótima semana pra você também! Bjs... Elis Culceag.

      Excluir
  5. Que tudo!!! Esses livros estão na minha lista há tempos, mas fiquei com medo dos cortes da NC. Então só vou adiando a leitura.... Mas deve ser maaaara!!!!

    =)


    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suelen
      Confesso que eu amei mais o 1º, o 2º me conquistou só na segunda parte, agora vou ler o 3º e último, depois te conto!!!
      Beijos...Elis Culceag.

      Excluir
  6. Oi Elis!
    Ah, a Maratona deste ano está com tudo. Estou curtindo muito as resenhas do pessoal, e me divertindo muito com as escolhas e impressões. (aliás,preciso agilizar minha resenha, não quero me atrasar logo no primeiro mês, né?)

    Bom, sou altamente suspeita para falar, porque adoro de paixão livros históricos e tenho carinho especial por esses mocinhos libertinos de livros de regência. Conheço a autora Suzane Enoch de outras séries, mas esta, em especial, ainda não li.
    Que bom que você desistiu de abandonar o livro! Mocinhos ogrinhos não me desanimam, eu adoro duelos verbais e provocações, e acho isso até muito sexy huahuuauu Mas gosto é gosto, eu sei...
    Adorei que vc acrescentou as informações. Quem não curte romances e não é 'tarimbado' nas caracteristicas gerais, com certeza ficará muito mais situado na resenha.

    Bjusssssss! Sabrina - Leituras & Devaneios

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabrina, seja super bem-vinda ao Passional!
      Geralmente eu gosto de duelos verbais, mas a semana passada estava sem paciência, acho que eu é que estava meio ogra rsrsrs. Ainda bem que não desisti, adorei o final e te digo mais... estou lendo o 3º da série e estou apaixonada!
      Bjs...Elis Culceag.

      Excluir
  7. Oi Elis!!!

    Adorei a resenha e parece bem legal o livro, deve ser mesmo recompensador vencer o início dele! rs...

    O mês já está acabando, tenho que começar a ler o livro do mês que vem, mas cadê o tempo? hehe...

    Te indiquei pra responder um meme lá no blog!!

    Beijo

    Ju
    entrepalcoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem me fala em tempo Ju, não tô nem na metade do livro do Desafio Literário de março e hoje já é dia 20! Xiiiiii, será que vai dar?Obrigada pela visita e pela meme, beijos...Elis.

      Excluir
  8. Eu adoro esse livro. rsrsrsr

    Eu normalmente não consigo ler livros com essa premissa (mocinho ou vilão), para você ter uma ideia não consigo ler Diana Palmer, mas esse aí amei.

    Adorei o Saint e a sua vilania. Acho que funcionou comigo devido ao humor, ao seu jeito sarcástico e inteligente de ser. Ele não é nada politicamente correto. Embora algumas meninas me olhem enviesado quando digo isso e perguntem se estou brincando. rsrsrsrsrsrs

    Que pena que você não gostou tanto assim. Tomara que o próximo seja melhor. =)

    bjokas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tonks !!!
      Acho que na semana passada eu estava muito irritada e fiquei sem paciência com o Saint, adorei quando ele ficou de castigo rsrsrs.
      De uma forma geral eu gostei, só no começo foi difícil, mas valeu a pena ler até o final.
      Beijos e obrigada pela visita!
      Elis Culceag.

      Excluir
  9. Oi Elis!
    Comecei a ler a série por este livro e gostei bastante do safado do Saint. Ele é o típico vilão que todas adoramos, lindo, arrogante e convencido, porém adorável.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari!
      Não teve jeito, no final ele me conquistou também!
      Bjs...Elis.

      Excluir
  10. Olá, gosto muito dos romances históricos, e já tive a oportunidade ler esse... realmente o início é meio que insuportável e depois, pouco a pouco, vai dando uma melhorada...
    Mas, gostei muito da sua resenha-participação!
    Bjkas
    Mila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Mila, volte sempre pra comentar por aqui!
      Beijos...Elis.

      Excluir
  11. Adorei a resenha e parece bem legal o livro. Gosto demais de romance históricos. Está na minha lista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Naara!
      Essa trilogia possui um tema bem interessante, as três mocinhas aplicando suas "lições de amor" rsrsrs... Também adoro romances históricos *-*
      Beijos!

      Excluir
  12. Não é muito meu estilo mas parece ser interessante. ótima resenha aliás.

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!