[Resenha/de banca] Quando um Homem Ama, de Olivia Gates

Sinopse


Rodrigo Valderrama estava ao lado de Cybele quando ela sofreu um acidente e necessitava de cuidados médicos. Após levá-la para sua mansão, onde ela poderia ter uma recuperação bem-assistida, Rodrigo jurou cuidar da jovem viúva grávida sem jamais revelar o profundo amor que sempre sentira por ela. Pois, apesar de ser um médico brilhante, temia não estar preparado para impedir que Cybele partisse, caso ela descobrisse a verdade sobre sua gravidez…



Quando um Homem Ama - Olivia Gates
Harlequin Books - 2011 - 183 páginas




Rodrigo Valderrama é um fofo. Porém, respeitando o relacionamento de Cybele com seu irmão Mel, nunca pode lutar pela mulher que ama. Sufocando seus sentimentos, adota uma máscara de indiferença e rejeição sempre que precisa estar perto de Cybele. 

Inesperadamente, um acidente faz com que Cybele fique sozinha, totalmente vulnerável pela cirurgia recente, a amnésia e sua gravidez. Rodrigo decide restabelecê-la ao seu lado, levando-a para viver em sua Vila perto de Barcelona, justificando seu interesse como sendo profissional, já que ele foi o médico responsável por operá-la e salvar a sua vida.

"Ele sorriu.
-Você pode dizer o que quiser. Sou seu cirurgião, e o que eu digo é o que vale.
O jeito com que ele falou "seu cirurgião" fez com que Cybele desejasse que ele fosse todo seu."
Esse livro começa em tom de suspense, com a personagem Cybele narrando o momento em que sai do estado de coma em total amnésia, tentando descobrir quem é, o que está acontecendo ao seu redor, e entender seus sentimentos para com aquele médico maravilhoso que a assiste pessoalmente.
"-Qu... quem é você?
A mão sob a sua se imobilizou. Ele enrijeceu, como se sua pergunta tivesse um efeito paralisante.
Quando ele finalmente falou, sua voz havia tinha descido uma oitava abaixo, com uma fúria grave e contida.
-Você não sabe quem eu sou?
-Eu de...deveria?"
Os fragmentos de lembranças e as pequenas informações que Cybele extrai de Rodrigo vão construindo a trama aos poucos, como se nós leitores também estivéssemos nos recuperando da tal amnésia. 

Rodrigo Valderrama é um sonho de mocinho: lindo, gentil, educado, amoroso, cuidadoso com a família e com aqueles que ama. Tanto Rodrigo quanto Cybele são personagens muito inteligentes, e os diálogos entre eles é ótimo. Apesar de conhecerem-se anteriormente, a convivência mostra-lhes a verdadeira essência um do outro.
"[...] Não descansarei até que a tenha de volta ao normal. E não pense sequer sobre quanto tempo levará, ou o que você fará ou onde estará até que aconteça. Terá todo o tempo do mundo para treinar sua mão, recuperar toda a força e controle. Você tem a mim, Cybele. Estou aqui para você, a qualquer hora, o tempo todo, aconteça o que acontecer."
O ponto negativo é que mesmo não existindo mais nenhum impedimento, a insegurança dos dois gera vários conflitos que precisam ser resolvidos a fim de que o relacionamento funcione. A Cybele é uma cabeça dura! Isso só faz com que torçamos muito até o final para que os dois se entendam.

Agradeço à Suelen do blog Romantic Girl por me indicar esse livro. E desejo à todas as meninas ainda solteiras que um dia encontrem o seu Valderrama!

Devorei em uma tarde e recomendo. 
Você gostou, leu ou vai ler? Comenta aqui!
Beijos...Elis Culceag.

36 comentários

  1. Não falei que esse livro era mara????
    EU QUERO UM RODRIGO VALDERRAMA PRA CHAMAR DE MEEEU!!!!!! hehehe!!

    Vc disse uma coisa que é muito certa: realmente é come se nós, leitores, recuperássemos a memória jundo com Cybele. Muita gente não foi muuuito com a cara dela, mas eu até que gostei. Consegui sentir todo o amor que ela sentia por ele, e entendi as dúvidas que ela tinha. Ainda bem que a "crise" não durou muito, hehe. Rodrigo super compensa a situação, rs...

    Adorei a resenha!!!

    =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Suelen!
      Eu gostei da Cybele, achei ela bastante espirituosa, apenas fez um pouco de doce demais no final, dava vontade de chacoalhá-la e dizer: "Acorda Cybele, o cara é tudo de bom!". Mas ela tinha seus motivos, e no final tudo deu certo hehehe!!!
      Bjs...Elis Culceag.

      Excluir
    2. Ah, é verdade.... Afinal, não é todo mundo que tem a chance de encontrar um Rodrigo na vida, né?!

      Excluir
  2. Ah que lindo², se me emocionei assim lendo a resenha, imagino se estivesse lendo o livro. *--*
    O amor dele parece ser incondicional.
    Amei :)
    Rafa :)
    Blog MELODY
    http://rafaacarvalho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafa!
      É lindo quando um homem expressa seu amor assim, com certeza você iria amar o livro!
      Obrigada pela visita, beijos...Elis Culceag.

      Excluir
  3. Oi Elis!!!
    Fiquei super curiosa para ler esse livro, esse Rodrigo parece ser TUDO DE BOM *----------* Aiii G-zuis!
    Ótima resenha!
    Bjoo ;*
    http://coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Neyla!
      Obrigada e boa semana linda!
      Bjs...Elis.

      Excluir
  4. Já peguei o Valderrama e devorei, kkkkkkkkkk.
    Tbm foi indicação da Suelen. Ele é tudod e bom e mais um pouco.
    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Alexis!
      Uma semana "tudo de bom" pra você!
      Beijos...Elis Culceag.

      Excluir
  5. Goste da resenha =D

    Adorei seu blog,já estou seguindo ele, caso você goste siga o meu blog também!

    Beijos!

    @AngelKiller_
    http://anime-daiki.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Angel!
      Vou te visitar sim.
      Beijos...Elis Culceag.

      Excluir
  6. Oi Elis!

    Ótima sua resenha, eu adorei! Fiquei bastante empolgada para ler o livro, adoro esse tipo de romance! Vou anotar a dica, rsrs

    B-jussss! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal Nina!
      Beijos também...
      Elis Culceag.

      Excluir
  7. aff...!! Deve ser interessantíssimo este livro. Uma pena não poder ler nem ele nem qualquer outro por falta de tempo. =/
    Meu filho consome tudo . kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Apelo pros filmes mesmo. Mas quando quiser uma dica de livro, virei consultar teu site, claro. :)

    Beijos da Cléo
    http://vejoporai.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cleo!
      Quando minha filha era pequenina eu também não conseguia tempo para ler... agora ela tem 10 anos, ela lê de um lado e eu leio do outro!
      Obrigada pela visita, venha sempre sim!
      Beijos...Elis Culceag.

      Excluir
  8. Pois é, querida. Espero que ele complete 10 anos logo. kkkkkkkkkkkkkkkkk
    Ah, sobre a série, tbm odeio dublados, por isso baixo legendado da net.
    Me desacostumei com dublagens tanto de séries quanto de filmes. Só assisto legendado.

    Beijoss
    http://vejoporai.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Elis,
    Adorei o mocinho, até parece os mocinhos da Helen Bianchin. Ele parece ser super fofo, assim que eu tiver um tempinho, eu vou correndo conhecer o famoso Rodrigo Valderrama.
    Ótima resenha!!!
    *bye*

    Louca por Romances

    ResponderExcluir
  10. Oi Marla!
    Nunca li os livros da Helen Bianchin, mas estou anotando o nome dela aqui.
    Gostei muito da visita!
    Beijos... Elis Culceag.

    ResponderExcluir
  11. Ahhhh... amei a históriaaa!! Já tou louquinha pra ler o livro! :D:D:D
    Beijinhooos


    Lovely Read

    ResponderExcluir
  12. Ah, meu Deus!!! Depois de ler sua resenha vou querer também um Valderrama, só para mim... Ah, se meu marido lê isso, serei uma mulher mortaaaaaa.

    Dica anotada!

    Beijos!
    Mari

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Abafa o caso Mari rsrsrsrs...
      Beijos linda!
      Elis Culceag.

      Excluir
  13. OI, Elis!
    Não conheço este livro! ( Mas o nome do mocinho não me é estranho... Será que é porque pe nome de jogador de futebol?? huahuua)

    Eu gosteida sua resenha, adoro o mote da perda de memória.
    Tem um que eu amodoro demais, chama-se 'Veredas da Paixão'.
    Não lembro a autoraa mas é um Julia muito gostoso de ler, recomendo. O mocinho Sebastian tem cara de mal, mas tbém é TDB!

    Não gosto muito de livros onde a mocinha já está grávida, ou foi mulher de alguém muito proximo ( os dois juntos, então, dá medo em dobro). Acho que nestes casos as autoras necessitam de uma dose extra de sensibilidade para trabalhar bem os personagens e conseguir envolver o leitor... Mas vou seguir sua dica e da querida Suelen, heim?

    Bjusssss, Sabrina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sabrina!
      Só posso te dizer que um irmão igual ao dele, eu não queria nem de graça! E que a gravidez dela tem meandros inusitados (única situação que achei meio forçada no enredo). Mas é um romance de banca bem diferente, pelo menos no início, e vale a pena conhecer a fofura do Valderrama...
      Beijos... Elis Culceag.

      Excluir
  14. Oi Elis,
    Achei a história do livro muito fofa. Mocinho cuidando da mocinha e enchendo de mimos e carinhos rs
    Não conhecia esse ainda e fiquei curiosa para saber o que acontece (apesar do final ser meio óbvio, lógico haha) mas ainda assim quero descobrir os meios que o levam até lá.
    Obrigada pela dica! =)
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eduarda
      Vale a pena conferir sim!
      Obrigada pela visita...
      Beijos... Elis Culceag.

      Excluir
  15. Fiquei curiosa com o livro, Elis! Como você é minha madrinha nos romances de banca, rs, leio suas resenhas louca pra saber a sua opinião!

    A história parece muito boa, e bem que eu queria que um mocinho desses aparecesse na minha vida... rs...

    Acabei de ler um livro que tem a amnésia como tema também, coincidência, né? =)

    Beijo!!

    Ju
    entrepalcoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quer dizer que sou sua madrinha dos Romances de Banca? Adorei!
      Fico feliz de saber que você está gostando de participar da Maratona de Banca. Estou torcendo para que você encontre um mocinho tudo de bom como o Valderrama. Quem sabe não me torno uma madrinha casamenteira também?
      Bjs...Elis.

      Excluir
    2. hahaha... Vai torcendo aí, amiga! Quem sabe? rs

      Excluir
  16. oi elis muito legal seu blog,sempre acho uma coisa legal quado visito.Parabens!
    bjss

    ResponderExcluir
  17. Faz tempo que eu estou atrás desse Vaderrama e quem sabe não tenho sorte pro aqui (✿◠‿◠)

    Beijos
    Luciana
    ♪♥ Apaixonada por Romances♥ ♪
    http://www.apaixonadaporromances.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Ótima resenha, Elis! :)
    O livro chamou a minha atenção, gostei!
    Já está na listinha!

    Beijocas.
    www.artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Quero!!
    Parece um pouco com a história "Remenber me", a parte dela esquecer dele e ele ter que relembrar como tudo ere com eles dois, mas esse livro parece ser um pouco mais adulto!
    Gostei da capa tembém...

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!