[Resenha/de banca] Luta pelo Amor, de Carole Mortimer

Doce Amor 

Sinopse 

Hebe não consegue acreditar que fraquejou diante da sedução de seu charmoso chefe. Ela sabia que Nick Cavendish só precisava de alguém ao seu lado por alguns momentos para suportar a tristeza da morte de seu filho. Depois, ele se afastaria dela, como sempre fazia com qualquer mulher... Porém, dessa vez não seria tão fácil mantê-la longe dos olhos, pois ela ainda é sua assistente. Hebe não deseja ser inconveniente, mas fica cada vez mais difícil esconder os enjoos matinais... E essa pode ser uma segunda chance de Nick ser pai! Basta saber se Hebe será capaz de aceitar um casamento apenas pelo bem da criança... 

Carole Mortimer * 2008* Jéssica 92 duplo - história 2

Nick Cavendish tem 38 anos, e é o rico proprietário das Galerias Cavendish. Com filiais em Londres, Nova York e Paris, divide seu tempo entre esses três países, e tenta recuperar-se do trauma pela perda de seu filho de quatro anos, que desestruturou seu casamento já abalado, causando também seu divórcio, há dois anos atrás.

Hebe tem 26 anos, e é funcionaria novata da Galeria Cavendish, na filial de Londres. Teve apenas um relacionamento em toda a sua vida, com um amigo da faculdade, e desde então jamais fora para a cama com outro homem.

Na noite de aniversário de 2 anos da morte do filho, Nick, em um momento de fraqueza (tesão), convidou Hebe para jantar com a desculpa de que precisava conhecer melhor a sua funcionária (tá bom!). Depois do jantar, levou-a para seu apartamento de cobertura, (onde ela foi a sobremesa). Mas Hebe não era ingênua (já estava de olho nele há semanas e aproveitou cada segundo) e, apesar de ter desfrutado (plenamente) do encontro, percebeu que "tomou um gelo" na manhã seguinte, indo embora do apartamento rapidamente, sem esperanças de que Nick voltasse a procurá-la.

"Nem nos sonhos mais loucos Hebe imaginou que Nick a notaria, afinal era uma funcionária iniciante. Na noite anterior, ela estava saindo da livraria quando esbarrou por acidente nele. Mas, em vez de ser recebida com a cara de reprovação que esperava, os dois trocaram um sorriso e se desculparam. Ela ficou completamente surpresa quando ele a convidou para jantar, sob o pretexto de que ela estava trabalhando ali há vários meses e era hora de se conhecerem melhor. Ficarem mais próximos! Eles se tornaram muito mais do que conhecidos na noite passada. Hebe tinha certeza de que não havia um só centímetro do corpo que não fora explorado e tocado pelas mãos e lábios de Nick de maneira íntima."

Qual não foi a sua surpresa quando, seis semanas (e zero telefonemas) depois, Nick retorna de viagem, querendo tirar satisfações com ela a respeito de um quadro, para o qual ele acha que ela pousou de forma indecente (?). Hebe passa mal, Nick descobre que ela está grávida (antes dela), e a partir daí "a obriga" a se casar com ele, já que não quer perder a chance de ser pai novamente.

Ufa! Isso tudo se passa no primeiro 1/3 do livro. O restante do livro é uma disputa entre dois teimosos, ele tentando ser o controlador de tudo, ela uma rebelde, os dois apaixonados um pelo outro sem admitir, tirando conclusões precipitadas sem esclarecer as coisas antes. Além disso, a história tem um mistério a ser resolvido a respeito do tal quadro que eu falei antes, e o momento de resolução desse mistério acaba sendo a chave para Nick "se tocar" que está fazendo tudo errado, que precisa lutar pelo seu amor. 

A história é gostosa, rápida e o mistério do quadro desperta certa curiosidade. Nick, apesar de ser controlador, é um fofo, sempre querendo tomar conta da Hebe e do bebê, mesmo duvidando do caráter dela. Hebe está o tempo toda ressentida, achando que ele só faz isso por causa da criança que está esperando (às vezes se torna até chata), mas acaba se derretendo toda com a declaração final dele.

Essa foi minha leitura de Banca de Maio, um relacionamento que começou no trabalho, passou pela cama, gerou frutos e após algumas confusões, terminou muito bem! Gostei!

Beijos... Elis Culceag.

24 comentários

  1. Esse tipo de livro é sempre super divertido, por mais que eu saiba exatamente qual será o final antes mesmo de começar a ler, é sempre um prazer acompanhar as pericpécias dos personagens. Não é o meu estilo de leitura priedileto mas eu gosto sim.

    ResponderExcluir
  2. Oi Cris!
    Com certeza, para presenciar um final feliz, é só ler um romance de banca. O povo se enrola todo, mas no final sempre dá tudo certo! Obrigada pela visita! Bjs... Elis.

    ResponderExcluir
  3. Leilaalvesaguiar24 de maio de 2012 00:23

    Nossa, adorei ler a resenha e achei o livro muito bom (pena que foi só um pedacinho. Gostaria de ler o livro todo). Na verdade, eu adoro os livros da Carole Mortime. Sou fã de carteirinha.

    Beijinhos.

    Leila.

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha. Fiquei rindo aqui com seus comentários dos parênteses rs
    Eu sou fã de livros de banca, e estou precisando ler um romance mais "caliente" atualmente rs
    bjos

    ResponderExcluir
  5. Oi querida!
    Parece ser super envolvente, gostei.
    Acho esses livros de banca tão fofos.

    Adorei a resenha!
    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Leila, que bom que gostou do trechinho!
    Já tinha lido alguns dela, inclusive a série Prince e a série Irmãs Solteiras. Essa autora tem livro pra caramba, não é? Ainda faltam dezenas para eu ler rsrsrsrsrs...
    Beijos... Elis.

    ResponderExcluir
  7. Oi Jacque!
    Às vezes eu dou muita risada com as desculpas que os mocinhos inventam... o pior é que as mocinhas sempre acreditam! 
    Nesse inverno ler romances quentes é tudo de bom rsrsrs... 
    Beijos... Elis Culceag.

    ResponderExcluir
  8. Oi Rafa!
    Eu adoro alternar os romances de banca com os livros de livraria, é uma ótima maneira de relaxar, de dar umas risadas e aprender o que não fazer para ter um relacionamento atrapalhado rsrsrs...
    Beijos... Elis Culceag.

    ResponderExcluir
  9. Oi Elis!
    Adorei a resenha! Estou precisando muito ler um livro assim... rsrs

    B-jussss! ♥

    ResponderExcluir
  10. Oi Elis!
    Adoro suas resenhas, ainda mais pq partilhamos pelo mesmo gosto pelos livros de banca *----------* Adoro a Carole Mortimer e fiquei doida para ler esse livro! A história é bem legal e já sei que vou me apaixonar por esse mocinho *-*
    Beijos linda ;*
    http://coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/ 

    ResponderExcluir
  11. Oi Nina!
    É uma boa opção para se distrair e relaxar!
    Beijos... Elis Culceag.

    ResponderExcluir
  12. Oi Neyla!
    Fico feliz que esteja gostando das resenhas, legal você também ler os romances de banca, podemos trocar mais figurinhas! Bjs... Elis Culceag.

    ResponderExcluir
  13. oie Elis,
    adorei a resenha, sou apaixonada por romances de banca e fiquei bem interessada nele.
    Adoro esses mocinhos ciumentos, rsrsr.
    beijos.

    ResponderExcluir
  14. Oi Lu!
    O mocinho ficou com tanto ciúmes da situação do quadro que entendeu tudo errado o que tinha acontecido... 
    Gostei da visita! Beijos... Elis Culceag.

    ResponderExcluir
  15. Gostei do enredo e a sua resenha me deixou bem curiosa, geralmente gosto dos livros de Carole Mortimer. Dica anotada!
    *bye*

    Louca por Romances

    ResponderExcluir
  16. Oi Marla!
    Grata pela visitinha amiga :)
    Bjs... Elis.

    ResponderExcluir
  17. Ai, gostei! Já tá anotado! Confesso que tenho uma quedinha por estórias de gravidez...

    Bjos!

    http://umaconversasobrelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Então você vai gostar, Thais! 
    Achei super engraçado ele descobrir antes dela que ela estava grávida. 
    Obrigada pela visita, beijos... Elis Culceag.

    ResponderExcluir
  19. Gostei da capa , tenho uma certa resistência a esse tipo de livro, mas a resenha tá otima ! 

    ResponderExcluir
  20. Quéfira Kerollyn6 de junho de 2012 15:11

    Ah, adoro esses livros de bancas, já li dois e gostei muito. Adorei a resenha, fiquei com vontade de ler.

    ResponderExcluir
  21. Obrigada Marcia!
    Continua acompanhando as resenhas de banca, quem sabe eu não te convenço a ler esses romances rsrsrsrs... Beijos... Elis.

    ResponderExcluir
  22. Oi Quéfira!
    Sempre faço resenhas de romances de banca, que bom que você curte também!
    Beijos... Elis Culceag.

    ResponderExcluir
  23. Parece legal, Elis!! Mas não sei o quanto esses dois teimosos me irritariam!! kkkkk...

    Eu estou num momento de desilusão com os romances de banca, mas minha amostragem de leitura ainda é muito pequena pra tirar alguma conclusão... rs...Li quatro, adorei os dois primeiros e não gostei dos dois últimos... empate! Vamos ver o que acontecerá em julho!! hahaha...Beijo!Ju

    ResponderExcluir
  24. Oi Ju!
    Boa sorte então para acabar com sua desilusão!
    Beijos... Elis.

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!