[Resenha] A Maldição do Olhar

A Maldição do Olhar - Jorge Miguel Marinho

A Maldição do Olhar - Jorge Miguel Marinho
Sinopse - Editora Biruta - 2008 - 120 páginas


No livro "A Maldição do Olhar", de Jorge Miguel Marinho, logo nas primeiras páginas já somos alertados sobre o percurso da viagem: “ Olho minha face no espelho para saber quem sou.” [Jorge Luís Borges].

DE UM LADO, Alê, um vampiro adolescente em transição que não sabe se quer ser um imortal. O exemplo que tem em casa não é nada animador, lua após lua é estimulado por seus pais a dar a primeira mordida, no entanto teme os humanos, seu único amigo é o diário em que desabafa suas dúvidas e inquietações.

DO OUTRO LADO DO ESPELHO, Alice, farta do País das Maravilhas, quer voltar ao mundo real e através do espelho o observa, conhece seus segredos, espera que ele possa salvá-la.

Na trama criada pelo autor, os vampiros são vítimas, minoria e excluídos; os humanos são caçadores de imortalidade, juventude ou os agridem por puro tédio. No entanto, no decorrer da leitura percebemos o quanto esse mundo imaginário equipara-se com a atual violência urbana, e lógico que logo nos identificamos com as personagens.

Então touchée, temos que nos render, Jorge Miguel é expert em ganhar nossa confiança, neste caso, nos seduz com um misterioso assassino exterminador de vampiros, pega nossa mão e nos guia através de espelhos, somos Alice e Alê em sua jornada, sentimos suas dúvidas e angustias, porque também são as nossas, vibramos e torcemos por eles, nos apaixonamos, tememos, sonhamos.

As ilustrações, intercaladas ao texto, vinculam-se ao simbolismo da sexualidade, da dualidade, da integração dos opostos na individuação e contribuem na interação com o inconsciente do leitor.

“ELE OU ELA”

Durante a leitura somos surpreendidos pela alegoria da descoberta do eu, da sexualidade, do encontro do si mesmo através do reflexo do espelho.

“Mas eu não posso me ver daqui de fora.”
“E nem eu daqui de dentro.”
“Os espelhos parecem muito desumanos.”
“E são.”
“O que você esta fazendo aí dentro?”
“Esperando você me tirar daqui.”
“Eu?”

E como nosso protagonista é Alê, é no universo masculino da autodescoberta que iremos mergulhar, e aqui a presença do arquétipo de Narciso é brilhantemente desenvolvida, não significando que é o único presente na obra, Orpheu também será explorado bem como Eros na plenitude do amor realizado.

Apesar de tratar-se de um livro de literatura juvenil, creio que são os adultos que podem beneficiar-se do maravilhoso conteúdo, como uma espécie de check-up na redescoberta do “quem eu sou”, porque às vezes é em um pequeno livro que encontramos mais respostas do que em anos de psicanálise, esse é um desses pequenos “grandes” livros. 

Belo, sensível, suavemente erótico, delicado, inesquecível.
Recomendadíssimo! By .:.

12 comentários

  1. Adorei a idéia do livro e anotei a indicação pois pretendo sim lê-lo.
    A resenha, como sempre, muito bem escrita, despertando ainda mais a vontade de conhecer essa história!!


    Beijos
    Chrys

    ResponderExcluir
  2. Oi Rosen! Oi Elis :)
    Adorei a resenha. Achei o enredo do livro bem interessante e diferente. Acho que juntar Alice e um vampiro é meio inusitado, mas pelo visto deu certo, né?
    Levemente erótico? Opa, olha vc falando a minha língua (eu, a tarada - rs).
    Beijos ;*
    http://coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Meninas, parece ser muito bom mesmo, e achei bem complexo para um infanto- juvenil.
    O Jorge é um excelente escritor e a resenha está poética e excelente.
    Acho que temos uma promessa de escritora aqui.


    Bjos!!

    Cida

    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  4. Neyla tarada? Só tem a cara de santinha então.

    ResponderExcluir
  5. Renata (do blog Escuta Essa)21 de outubro de 2012 18:30

    Oi Elis,
    Caramba, não conhecia esse livro e fiquei bem empolgada pra ler!!
    Só essa frase já chamou a minha atenção "Uma novela policial que encanta e ao mesmo tempo provoca um sentimento de pavor."
    Pronto, me conquistou rsrs Quero ler esse livro ;)
    Vale a dica


    Beijinhos
    Renata
    http://escutaessa.blogspot.com.br
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa

    ResponderExcluir
  6. Oi Chrysthie,
    Ele é ótimo, me encantei.

    ResponderExcluir
  7. Oi Neyla,
    Muito certo, vai gostar simmm.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Creio que temos que fazer um teste com algum adolescente pra testar o Jorge Miguel, eu amo o que ele escreve, mas tambem amo Guimaraes e a Clarisse então...
    Uma promessa prestes a ser cumprida.
    Gracias.Bjo!

    ResponderExcluir
  9. Ola Renata,
    Gostou, em breve novas pistas...ops, dicas.
    Leia que vai se apaixonar.
    Bjus!

    ResponderExcluir
  10. Honestamente essa é a primeira vez que leio alguma coisa sobre esse livro. Nunca tinha ouvido falar dele e me empolguei com o que li. Lógico que já coloquei na minha litinha de livros para ler.

    ResponderExcluir
  11. Sinceramente não gostei. Enredo pobre e confuso dotado de passagens desnecessárias.

    ResponderExcluir
  12. Esse livro no começo e bom , mas ai vai chegando no final e fica bem ruim , o final não tem sentido . Minha opinião...

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!