[Resenha] Unison: a rede social do futuro, de Andy Marino

Unison: a rede social do futuro - Andy Marino

Unison: a rede social do futuro - Andy Marino
Sinopse - Editora Jangada - 2012 - 272 páginas


A belíssima capa de Unison, logo de início já nos transporta ao universo que queremos mergulhar, a garota da trança azul em atitude de combate similar a um escorpião, o que quer nos sugerir? Picada Fatal? No primeiro capítulo conhecemos Anna, a garota da trança azul, que se auto-nomeia Mistletoe, uma jovem “rebelde” que busca conhecer suas origens, e seu inesperado encontro com Ambrose, que está em fuga, em perigo, então ela toma a si o encargo de salvá-lo.

Ambos tem 15 anos e muitas coisas em comum apesar da diferença social, mas principalmente, é a dúvida que os une, ao passo que ela quer descobrir quem é, ele passa a questionar quem ele pensa que é.

Confuso? Claro que não, o autor dedica praticamente metade do livro, às descrições de Ambrose sobre sua vida de mapeador de fluxo de processo na Unison, e de seu procedimento de nível sete, no decorrer de longas conversas, entre uma fuga e outra dos agentes que rastreiam Ambrose na Pequena Saigon, para levá-lo de volta à Cidade Litorânea do Leste, sede da Unicorp.

Na segunda parte da trama, somos enfim apresentados à Unison, pois tanto Ambrose, como Mistletoe fazem suas incursões na rede Unison, que é um “programa” onde o usuário “logado” através de um avatar vive outra realidade, virtual, nos moldes de perfeição que queira idealizar, "a lá Secund Life" e, como o enigma da origem de ambos é solucionado antes da metade do livro, findo o mistério, voltamos ao tema inicial: mais uma vez Ambrose, em perigo, agora na rede Unison. Conseguirá Mistletoe salvá-lo? 

No geral, os parágrafos são longos entrelaçamentos de descrições, pontuadas de pensamentos ou ponto de vista pessoal, um tanto caótico, o que causa certo estranhamento.

Com exceção de Ambrose e Mistletoe, as personagens Jiri, Dita, Sliv, Len, Marti Truax, Ivor, Magnus e Deirdre são rasas, pouco desenvolvidas ou só mencionadas, podiam render muito se não houvessem sido abandonadas em prol de protagonistas que não dão conta da trama, por sua precocidade de desenvolvimento.

Realmente, Unison contém muitos elementos interessantes, cenários mirabolantes, um tema atualíssimo, poderia ser uma grande história, mas algo falhou na transmissão da ideia pelo autor. Talvez, esse fosse o caso de maturar as personagens e a ideia antes de transcrevê-la e publicá-la, para não desperdiçar a ótima trama. 

Pode ser que na continuação o autor nos surpreenda, porque da forma que acaba a história... só pode haver um Unison 2. Recomendado aos aficionados em redes sociais.

Essa leitura foi uma cortesia do Grupo Pensamento.
Aguardamos seus comentários! By.:.

24 comentários

  1. Esse livro chamou minha atenção por causa da capa que vou ser sincera sou fã de capas de diferente, e por mostra sobre rede social no futuro acho isso bem legal.
    Obrigada pela resenha.
    http://loucaescrivaninha.blogspot.com.br/
    @Loucaescrivanin

    ResponderExcluir
  2. A capa é linda...
    Esse livro me chamou a atenção pelo tema, mas pelo que percebi é muito mais complexo que o proposto, né?!

    Beijos
    Chrys

    ResponderExcluir
  3. Apesar de viver navegando nas redes sociais, uma leitura sobre o tema não é atraente, ainda mais sabendo que o livro é bem superficial. Ótima resenha.
    Bjos!!

    Cida

    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  4. Gostei da resenha, como sou da area do ti, me gusta essas coisas!
    Gostei do livro
    Selene BlanchardBacio,Moda & eu

    ResponderExcluir
  5. Sou muito aficionada à redes sociais, mas não fiquei muito interessada. Confesso que a resenha tinha me animado, mas saber que os parágrafos são longos e alguns personagens são mal desenvolvidos, deixando a trama para outros incapazes de sustentá-la me desanima totalmente a ler o livro. Mesmo sem ler, acredito mesmo que a ideia daria um livro maravilhoso, se melhor trabalhado.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  6.  Oi Letícia,

    A capa é realmente linda, e o conteúdo sobre a rede Unison vai encantar os interessados, pois além de aprofundar os conhecimentos sobre a estrutura interna de uma rede social, também nos conduz a uma simulação bem criativa do que, a mesma, possa vir a ser no futuro.

    aproveite a leitura,
    Bjsss!

    ResponderExcluir
  7.  Ola Chrysthie,

    Toda literatura que se propõe a utilizar explicações técnicas, explanações descritivas e outros itens que estão fora de nosso cotidiano supõe uma dedicação maior ao ser degustada, no entanto se o tema lhe interessa, esse Unison pode ser a iniciação para os Universos mais profundos da ficção científica.

    Um certo estranhamento no inicio é fato, mas no decorrer vc vai assimilando e aproveita a leitura.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8.  Oi Cida,

    Aí depende, no que tange à estrutura de rede, o livro é bem descritivo, inclusive, sentimos flutuar nas entrelinhas o fantasma da crítiva, quanto aos abusos do marketing e manipulação pessoal nas redes.

    A questão que envolve esse Unison não é quanto aos elementos, mas sobretudo ao contexto como forma de comunicação.

    Gracias!
    Bjksss!  

    ResponderExcluir
  9.  Ola Sthéfanie,

    Quem é da area desliza suave, creio que tenha lido Neuromancer, senão fica a dica!

    Gracias,

    Bjo!

    ResponderExcluir
  10.  Oi Gabi,

    A parte da rede em si é bem interessante, mas se  longos parágrafos a desanimam, pode ser um desafio sobrenatural as descrições.

    Sem dúvida a idéia é genial, porém, com muito menos William Gibson escreveu um clássico.

    Bjo!

    ResponderExcluir
  11. Já não me interessei muito por você ter dito que é maio confuso e com boas ideias mal aproveitas, sabendo que não é um livro único eu vou passar longe.

    ResponderExcluir
  12. Ola Cris,

    Sou muito exigente quando trata-se dos temas que mais
    aprecio, sobretudo ficção científica e realidade fantástica, mas se
    observar na rede, verá que a recepção de
    Unison ficou a desejar, como outros na mesma linha.
    Por hora, distópico mesmo, só os clássicos.

    ResponderExcluir
  13. Irene da Saleta de Leitura7 de outubro de 2012 19:29

    REalmente gosto de uma leitura futurista apesar de não ser um aficionada em redes sociais.
    Independemnte disso a história parece ser bem envolvente retirando essa parte de descrição de Ambrose que deve nos deixar ansiosos por saber o que virá  a frente.
    Ótima resenha Ferr. Parabéns
     

    ResponderExcluir
  14.  oba, vou economizar um dim dim rs
    já estava meio pé atrás com o livro, e sua resenha me esclareceu muito!

    ResponderExcluir
  15.  Ola Irene,

    Realmente não dá pra negar que fiquei intrigada para saber como findaria a viagem surreal...
    Gracias por sua gentileza!
    Bjo.

    ResponderExcluir
  16.  OI Jacqueline,

    Em breve vou resenhar algumas distópias que valem um investimento, mas para os ainda curiosos pelo Unison tambem teremos uma surpresa.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  17. GabrielaLaganowskiReis11 de outubro de 2012 09:52

    Excelente resenha! EU não conhecia esse livro... Achei curioso... Curto livros distópicos... Mas não muito... E como eu tenho lido vários acho que não leria ele no momento, mas em algum dia talvez...

    ResponderExcluir
  18.  Oi Letícia,

    A capa é realmente linda, e o conteúdo sobre a rede Unison vai encantar os interessados, pois além de aprofundar os conhecimentos sobre a estrutura interna de uma rede social, também nos conduz a uma simulação bem criativa do que, a mesma, possa vir a ser no futuro.

    aproveite a leitura,
    Bjsss!

    ResponderExcluir
  19.  Ola Chrysthie,

    Toda literatura que se propõe a utilizar explicações técnicas, explanações descritivas e outros itens que estão fora de nosso cotidiano supõe uma dedicação maior ao ser degustada, no entanto se o tema lhe interessa, esse Unison pode ser a iniciação para os Universos mais profundos da ficção científica.

    Um certo estranhamento no inicio é fato, mas no decorrer vc vai assimilando e aproveita a leitura.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  20.  Oi Cida,

    Aí depende, no que tange à estrutura de rede, o livro é bem descritivo, inclusive, sentimos flutuar nas entrelinhas o fantasma da crítiva, quanto aos abusos do marketing e manipulação pessoal nas redes.

    A questão que envolve esse Unison não é quanto aos elementos, mas sobretudo ao contexto como forma de comunicação.

    Gracias!
    Bjksss!  

    ResponderExcluir
  21.  Ola Sthéfanie,

    Quem é da area desliza suave, creio que tenha lido Neuromancer, senão fica a dica!

    Gracias,

    Bjo!

    ResponderExcluir
  22.  Oi Gabi,

    A parte da rede em si é bem interessante, mas se  longos parágrafos a desanimam, pode ser um desafio sobrenatural as descrições.

    Sem dúvida a idéia é genial, porém, com muito menos William Gibson escreveu um clássico.

    Bjo!

    ResponderExcluir
  23. Um romance bem apropriado em tempos de internet! Desde que foi lançado que estou a espera de ler este livro, me parece um bom enredo.

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!