[Resenha] O Duque e Eu

O Duque e Eu * Julia Quinn

O Duque e Eu - Julia Quinn
Série Os Bridgertons - Livro 01
Sinopse - Editora Arqueiro - 2013 - 288 páginas


É possível se apaixonar duas vezes pelo mesmo livro? Quando se tem uma memória ruim como a minha: SIM!!! Li O duque e eu há dois anos, quando foi publicado no Brasil no formato de banca. Me lembrava que tinha adorado a narrativa da Julia Quinn, que a misteriosa Lady Whistledown era muito divertida e que a família Bridgerton continha oito irmãos nomeados em ordem alfabética. Então, quando a Arqueiro anunciou a publicação da Série Os Bridgertons fiquei super feliz, mas não me recordava que a história era tão boa assim!!!

Recebi O duque e eu da Arqueiro e... Não é que me apaixonei novamente? 

Simon Basset, o atual duque de Hastins, é filho de um homem que, após décadas tentando gerar um herdeiro, ao constatar que o filho era gago, deixou o menino sendo criado pelos empregados em uma propriedade rural, voltou para Londres e fingiu que Simon havia morrido. Simon cresceu, aprendeu a disfarçar suas dificuldades e obteve conquistas por méritos próprios, mas nunca conseguiu estabelecer um elo afetivo com o pai, esquecer a mágoa por ser rejeitado ou abandonar a raiva que o impulsionava a superar suas limitações. Com a morte do pai, agora acredita que a única maneira de conseguir sua vitória pessoal é jamais se casar e nunca ter filhos, pois dessa forma o título de duque morrerá consigo.

Daphne Bridgerton é a quarta filha de uma ruidosa e afetuosa família, possui quatro irmãos (sendo três mais velhos) e três irmãs. É uma garota divertida, gentil, inteligente e bem-humorada. Seu maior desejo é casar-se e ter filhos, mas os homens (pelo menos os partidos interessantes) consideram-na apenas como amiga e até o momento ela não recebeu uma proposta de casamento que desejasse aceitar.

O 1º encontro de Simon e Daphne acontece num baile, é tumultuado, surpreendente e engraçado. Daphne provoca em Simon a 1ª gargalhada de sua vida, ao ponto dele não reconhecer o som que sai de sua boca. O encontro termina num misto de divertimento e desentendimento, até que, nesse mesmo baile, os dois são apresentados formalmente, dançam uma valsa e Simon propõe um acordo à Daphne: ele fingirá que a corteja para que as mães casamenteiras o deixem em paz e os jovens cavalheiros possam enxergar Daphne como uma mulher atrativa. O plano começa a dar certo e outros homens se aproximam de Daphne, deixando Simon louco de ciúmes e cada vez mas atraído por ela. Daphne, por sua vez, sente que Simon seria um homem com o qual se casaria, se isso não fosse a última coisa que ele desejasse para sua vida. 

Este é um romance de época que retrata, de forma leve e divertida, com algumas pitadas de drama e outras de chamas, homens e mulheres tentando se adaptar (ou escapar) às rígidas regras impostas pela sociedade inglesa do século XIX. A ambientação é tão rica que conseguimos mergulhar no cotidiano das mães casamenteiras, cavalheiros escorregadios, bailes suntuosos, intrigas e fofocas, duelos e piqueniques. A narrativa em 3ª pessoa é fluida e ritmada como uma valsa.

Vemos na trama, que o amor não é o único ingrediente necessário a um relacionamento. Objetivos comuns, compreensão e flexibilidade são indispensáveis. Daphne, por ter sido criada com amor dentro de uma família numerosa, possui mais flexibilidade e maturidade emocional que Simon e tem clareza ao lidar com seus sentimentos. Há um contraste enorme entre a união da família Bridgerton e a solidão de Simon. Ele, apesar da fama de libertino e arrogante, é apenas um homem que precisa aprender a lidar com os sentimentos e achar um sentido pra vida. É envolvente, emocionante e "caliente" acompanhar o desenvolvimento desse relacionamento e as transformações do casal.

"Ele deslizou uma das mãos até a nuca de Daphne, apoiando sua cabeça enquanto a deitava na cama. Ela perdeu o fôlego quando viu os intensos olhos azuis dele. O mundo parecia diferente daquele ângulo. Mais sombrio, mais perigoso. (...) E, naquele momento, com Simon se aproximando cada vez mais dela, ele se tornou seu mundo inteiro."

Outras três personagens femininas dão um show neste primeiro volume da série: Lady Whistledown é uma misteriosa colunista de fofocas, super antenada, que sabe tudo o que acontece nos bailes (e fora deles) e mantém a sociedade alegremente (ou furiosamente) informada. Qual será sua verdadeira identidade? Violet é a mamãe Bridgerton, uma leoa pronta a defender os filhos ou puxar suas orelhas se necessário, uma mulher que possui senso de oportunidade, mas acima de tudo, extremo amor pela família. E Hyacinth, a Bridgerton mais nova, já demostra atitude no auge dos seus 10 anos de idade. 

Os Bridgertons Eloise, Francesca e Gregory aparecem só um pouquinho desta vez, já Anthony, Benedict e Colin marcam presença defendendo a irmã com diálogos nervosos e engraçados e ficamos ansiosos pelas suas histórias que virão nos próximos volumes da série. A família é grande e maior ainda é a minha expectativa pelos futuros livros, que prometem emoções e confusões rsrsrs...

Amei, favoritei e indico... passionalmente!

Série Os Bridgertons


1 - O duque e eu - Daphne - 2013
2 - O visconde que me amava - Anthony - 2013
3 - Um perfeito cavalheiro - Benedict - 2014
4 - Os segredos de Colin Bridgerton - Colin - 2014
5 - Para Sir Phillip, com amor - Eloise - 2015
6 - O conde enfeitiçado - Francesca - 2015
7 - Um beijo inesquecível - Hyacinth - 2016
8 - A caminho do altar - Gregory - 2016
9 - E viveram felizes para sempre - Violet + epílogos - 2016

Essa leitura foi uma cortesia da Editora Arqueiro.
Curtiram? Comentem! Beijos...

35 comentários

  1. Nossa , com certeza eu também me apaixonaria novamente , pois tenho uma memória fraaaca...
    kkk
    esse livro é um dos que eu quero até junho no máximo , vi muitas resenhas positivas sobre ele , e você só me confirmou isso....
    http://livroselivrosana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!
      A vantagem dessa memória ruim é reler um livro depois de dois anos e ser surpreendida a cada página rsrsrs... Experimente a leitura e depois me conte o que achou, beijos!

      Excluir
  2. Sabe que nunca fui fã dos romances de banca... e agora que a Arqueiro lançou, fiquei com muita vontade de ler, e pela sua resenha, não vou me decepcionar!!! Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Érika!
      Adoro romances de banca, entre eles existem algumas publicações de autoras excelentes, Julia Quinn é uma delas e felizmente um público ainda maior terá oportunidade de conhecê-la agora.
      Beijos!

      Excluir
    2. Verdade... por besteira minha, nunca dei bola para quando estavam lá, só nas bancas... agora, com certeza não só eu, mas muitas pessoas poderão ver (e ler) com outros olhos!!!

      Excluir
  3. Adorei sua resenha, nao estava muito animada com esse livro nao, mas accho q agora vou animar e le-lo logo xD
    nao sabia q o livro já tinha tido sua versao romance de banca, isso aí foi novidade. Acho q deve ser uma especia de Orgulho e Preconceito, entao vou amar ler com toda ctz xD
    beijos
    http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se anima mesmo Camila, ele é ótimo ;)
      Beijos!!!

      Excluir
  4. Oi amiga! Eu também favoritei, foi o livro que mais me deu prazer em ler este ano, é perfeito, história doce e divertida, personagens apaixonantes e um romance que enche o coração.

    Você tem ótima memória, sempre me fala detalhadamente de qualquer livro que leu.


    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Resenhar no blog está ajudando minha memória, pelo menos o que escrevo aqui eu guardo rsrsrs... Beijos amiga =D

      Excluir
  5. Oi Elis.
    Essa é minha leitura do momento e estou amando.
    A Júlia tem uma narrativa super gostosa, adorei a pitadinha de humor nos personagens e poder voltar no tempo, me senti transportada.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paty!
      Você vai rir muito até o final da leitura =)
      Já pensou se pudéssemos fazer uma viagem no tempo e conferir de perto um desses bailes da sociedade londrina do século XIX? Meu vestido seria vermelho rsrsrs... Beijos!

      Excluir
    2. Elis os vestido seriam o máximo, todos aqueles tecidos, e luvas, tudo bem coberto rsrsrsrs, isso seria até tranquilo...mas e as regras, e os costumes? Seria realmente muito divertido.

      Excluir
  6. Amei esse livro!!!!!!! Achei a história muito envolvente, instigante, e muito divertida......... Além das personagens femininas que citou, também adorei a personagem Lady Danbury. Infelizmente, ela aparece muito pouco, mas seus comentários mordazes são ótimos. Mal posso esperar pela sequência.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana Paula!
      Acho que ela aparece novamente nos próximos livros se bem(?)me lembro rsrsrs... Beijos!!!

      Excluir
  7. Oi!
    Que resenha ótima! *-*
    "O Duque e Eu" será uma das minhas próximas leituras. Não sabia que você já havia lido o livro na edição de banca. E que bom que você se surpreendeu ainda mais na releitura. Parece ser um livro adorável e bem do jeito que eu gosto.
    Gostei muito da resenha e de saber sua opinião. (:
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Leandro, fico feliz que tenha apreciado, beijos!!!

      Excluir
  8. Até hoje só li um livro da JQ, mas eu simplesmente adorei, já que a narrativa dela lhe envolve do inicio ao fim do livro. Espero ler "O Duque e Eu em breve".

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é ótima, não é? Quero acompanhar toda a série =D
      Torço para que a Arqueiro publique os outros livros dela também!
      Beijos!!!

      Excluir
  9. Ahhhh que resenha gostosa
    e que história linda!! Parece ter romance, comédia, fatos e emoções!

    Adorei e vou ler com certeza!!!

    Um Beijo

    Sara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beijos Sara, e aproveite a ótima leitura!

      Excluir
  10. Adorei sua resenha!
    Quero muto ler esse livro, é o tipo de romance que eu gosto! *-*

    ResponderExcluir
  11. Já estou com o livro aqui do meu lado e assim que eu terminar o "As Regras da Sedução" vou ler "O Duque e Eu"!!
    Adorei a resenha, super fofa!

    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  12. Eu quero muito ler esse livro. Tenho lido resenhas e comentários sobre ele e até agora só vi elogios. Lendo sua resenha, conclui que preciso ler o livro e matar minha curiosidade.

    ResponderExcluir
  13. Adorei a resenha... E simplesmente amo esses romances históricos.
    A capa me faz lembrar de Orgulho e preconceito, não sei porque.
    Tô super curiosa com o livro.
    A série é enorme né? Só isso que desanima.

    Bjok

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Raquel!
      Não precisa se desanimar, porque cada livro tem o seu final bem definido. E a autora é tão boa que gostaríamos que a família Bridgerton fosse maior para que houvessem mais livros rsrsrs... Beijos!

      Excluir
  14. Uau. O livro parece ser muito bom!! O que primeiramente chamou minha atenção foi a capa que é linda, mas a estória, ela parece ser maravilhosa!! Quero muito ler!!

    ResponderExcluir
  15. To louca pra ler! Ta na minha lista de leituras pra ontem!

    ResponderExcluir
  16. Oi Elis, já me apaixonei pelo livro ao ler sua primeira frase.. acho que você ficou inspirada com o mês dos namorados :D
    Parece que está virando "modinha" livros de famílias assim né, como os da Bela André..

    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paloma!
      O hábito de escrever sobre famílias, sendo cada livro sobre um determinado membro, já existe há bastante tempo nos romances de banca, mas agora as editoras resolveram apostar nessa fórmula e publicar algumas dessas autoras em formato de livraria. Gostei dos livros da Bella Andre que li até o momento, mas Julia Quinn é plenamente superior e apaixonante ;)
      Beijos!!!

      Excluir
  17. Elis que livro fantástico!!! A resenha foi perfeita, tão perfeita que deixaria qualquer pessoa com vontade de ler o livro, eu com certeza irei.

    ResponderExcluir
  18. Ahhh eu terminei de ler esses dias !!1

    Eles são apaixonantes mesmo , embora eu não tenha gostado muito da manobra Daphne no final rs .

    Eu também vou dar todas estrelas possíveis para esse livro !!

    Bjssss

    Todas as Coisas

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!