[Resenha] Seraphina

Seraphina - Rachel Hartman

Seraphina - Rachel Hartman
Skoob - Editora Jangada - 2013 - 384 páginas


Seraphina é uma obra de fantasia medieval rica e encantadora! A personagem principal é Seraphina, uma garota especial que, desde bebê, tinha o ouvido musical e não mamava se a ama de leite não cantasse no tom certo. Aos 11 anos, descobriu a verdade sobre sua origem e sobre o tio Orma, que foi o seu professor e único amigo nos 5 anos seguintes.

"Ele me ensinou não apenas música, mas tudo o que achava que eu deveria saber sobre dragões: história, filosofia, fisiologia, matemática superior (...) Ele respondia até às minhas perguntas mais impertinentes."

Aos 16 anos, Seraphina conquistou um cargo de assistente de compositor na corte de Goredd. Dessa forma, conseguiu também um pouco de liberdade, podendo afastar-se da superproteção do pai, que a escondia de quase todos para que ninguém descobrisse o seu segredo.

Seraphina realmente não é o tipo de pessoa que passa despercebida. Na corte, sua inteligência chama a atenção da princesa Glisselda e do príncipe Lucian Kiggs e ela passa a ajudar nas investigações da morte do príncipe Rufus e de uma possível conspiração contra o Tratado de Comonot, que garante a paz entre humanos e dragões.

Na primeira parte da trama, conhecemos Seraphina, a história da sua família e somos introduzidos no reino de Goredd, entendendo a cultura desse povo, sua religião, filosofia, vestuário, hábitos, danças... os detalhes da ambientação são cuidadosamente trabalhados e mergulhamos no clima medieval. Presenciamos também o preconceito e a intolerância com relação aos saarantrai*.

* Saarantrai: plural de saarantras, palavra porfiriana para "dragão em forma humana".

Os saarantrai são interessantes, sempre entram em conflito interno com seus corpos humanos, suas mentes de dragão não entendem os sentimentos e sensações aos quais são submetidos. Teoricamente, os dragões seriam imunes às emoções humanas, mas na prática não é bem assim. Sem contar que eles não tem noção de cordialidade e relação interpessoal, acabam sendo atrapalhados e divertidos. Orma e Comonot são duas "figuras".

O livro é narrado em 1ª pessoa na voz de Seraphina. Inteligente e sensível, ela vê o mundo de forma bela, embora não olhe para si da mesma maneira. Ela se acha deformada e indigna de afeição, tanto pelas escamas ocultas, quanto pela sua origem. Apesar da baixa auto-estima, sua atitude é positiva e a narrativa é leve, poética, inteligente e envolvente. 

Um elemento genial da história é o "Jardim dos Grotescos", o espaço que Seraphina construiu em sua mente para abrigar os seres estranhos que povoam seus pensamentos, e que precisa ser visitado todos os dias, caso contrário, ela pode ter "visões" durante o dia, ficar inconsciente e vulnerável. O Morcego das Frutas, a Senhorita Exigente e o Sujeito Barulhento são surpreendentes.

A segunda parte do livro é mais agitada. O Festival da Semana Dourada inicia-se, Ardmagar Comonot, o grande general dragão chega à Goredd para comemorar os 40 anos do Tratado de Comonot, traidores estão à espreita e coisas inesperadas acontecem, uma atrás da outra.

Em meio a todos os obstáculos, Seraphina conhece novos amigos que a ajudarão a aceitar-se como é, reconhecer o melhor de si e experimentar o amor. A princesa Glisselda demonstra a que veio e o príncipe Lucian comporta-se de forma encantadora e exasperadamente correta. A amizade e lealdade entre eles é emocionante. 

"Tocar no funeral tinha me deixado esgotada, mas desta vez foi diferente. Amigos me rodeavam, e a corte ofereceu-me algo de volta com seu aplauso. Por um instante fugaz, eu me senti como se pertencesse a esse lugar. Fiz uma reverência novamente e saí do palco." 

No final, há o "Cast", uma relação de todos os personagens e suas definições, algumas bem engraçadas. Depois vem o "Glossário", que explica os termos inventados pela autora e algumas palavras medievais que podemos desconhecer. E por fim, um presentinho, o Capítulo Bônus chamado "A Audição", que eu adorei. Existe uma conclusão dos fatos e também um gancho para o próximo volume, "Dracomachia" (Dracomaquia*), o que é um alívio, porque quero muito mergulhar no mundo de Seraphina novamente.

*Dracomaquia: arte marcial desenvolvida especificamente para combater os dragões. 

Durante toda a leitura, tive a impressão de que estava assistindo a um filme, ou que olhava para dentro de uma maquete onde os personagens passeavam pelas ruas, tavernas e palácio de Goredd e permaneciam lá, mesmo quando eu fechava o livro. Dava até pra ouvir a musica! E quando tudo acabou eu já estava com saudades... Estou apaixonada!

Recomendo, passionalmente!

Conheça o site da autora:

Essa leitura foi uma cortesia da Editora Jangada.
Curtiu? Comente! Beijos...

24 comentários

  1. Adorei. Parece ser um livro de leitura gostosa e que deixaria um gosto de quero mais no final. E está muito em falta livros sobre dragões.
    Xxxx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sara! Também adoro livros sobre dragões, esse é especial!
      Beijos... Elis Culceag.

      Excluir
  2. uau pelo visto a escrita do autor faz a gente entrar mesmo no livro
    gostei olha
    nao ocnhecia, mas vou ver se arrumo um jeitinho de ler e eu adorei a capa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alice! Esse olho de dragão da capa fica olhando pra mim lá da estante rsrsrs... (na lombada também tem um olho). A história é muito envolvente, você irá adorar, beijos!

      Excluir
  3. Já havia me encantado, pela capa, mas ao saber mais sobre o enredo, simplesmente adorei a proposta super diferente da autora e fiquei com muita vontade de lê-lo. Vai para lista dos desejados.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marla! A capa é linda não é, leia e encante-se ;)
      Beijos!

      Excluir
  4. Elis adoro livros assim, que me sequestram pro seu mundo, e sei bem como é na hora da despedida...difícil.
    Achei muito interessante esse Jardim dos Grotescos e sua função.
    Essa canção nos remete a época medieval, a autora soube buscar a inspiração, já sei o que ouvir quando for ler esse livro.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paty!
      O Jardim dos Grotescos me surpreendeu, não posso falar muito pra não dar spoilers, mas acho que novas surpresas nos aguardam no próximo volume. Beijos!

      Excluir
  5. Estou louca para ler esse livro. Já li inúmeras resenhas positivas em relação a ele e fico cada vez mais ansiosa para conhecer a história. Pelo que entendi a narrativa é sensacional a ponto de nos transportar para esse universo medieval.
    Amei! Linda resenha!Anotado!

    Bjs!
    Zilda
    http://www.cacholaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Zilda!
      A dica é quente amiga, passional!
      Beijos...

      Excluir
  6. Oi amiga! Eu achei este universo super diferente e criativo, realmente deve ser uma ótima leitura. Fui lendo sua resenha e já simpatizei com a protagonista, e fiquei até com pena dos problemas que ela tem em relação a si.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cida!
      A falta de auto aceitação da Seraphina é evidente em alguns momentos e ficamos torcendo para que ela "se encontre", é emocionante acompanhar suas descobertas e trasformações, bem como dos outros personagens. Beijos!

      Excluir
  7. Adorei a resenha, fiquei com vontade de ler esse livro, ainda não tinha visto nada dele, mas me parece ser o estilo que eu gosto, uma história bem envolvente.
    Amei a capa!

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita Neya, aposte nessa leitura, beijos!

      Excluir
  8. eu não conhecia o livro e gostei da resenha, ao que parece o mundo fantastico esta mais forte que nunca na literatura e isso me agrada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A história é bela Thaila, eu realmente me envolvi. Beijos!

      Excluir
  9. Adorei ler sua resenha sobre o livro Seraphina! Gosto muito de histórias medievais e sendo uma fantasia deve ser muito boa. Isso se percebe a forma como nos conta o que achou do livro e os pontos cruciais da história.É para deixar saudades mesmo.
    Beijos

    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Irene!
      Esse é um daqueles livros que sempre irei reler algumas passagens para matar as saudades ;)
      Beijos!

      Excluir
  10. OMG! Amei tanto a sinopse desse livro, estou muito curiosa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mate sua curiosidade Ellen e divirta-se! Beijos...

      Excluir
  11. Eu adorei sua resenha e adorei ler o livro! Realmente o livro surpreende e a leitura é uma boa pedida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabi!
      Foi uma leitura mágica, eu amei =)
      Beijos...

      Excluir
  12. Ahhh acho que vocês combinaram de resenhar esse livro uma após a outra para me enlouquecer e bagunçar minha lista de leitura,é a terceira resenha que leio desse livro,a terceira que adoro e que me deixa com muita vontade de jogar as leituras obrigatórias para o alto e mergulhar no mundo de Seraphina...

    me apaixonei pela sua resenha... fico imaginando a leitura e eu me sentindo lá dentro do universo do livro...

    Me arrebatou!!!

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own, que delícia Bianca! Quando a gente se apaixona por um livro, quer espalhar essa vibração para que outras pessoas possam sentir o mesmo que nós sentimos, não é?
      Beijão!

      Excluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!