[Resenha] O Menino da mala

O Menino da mala - Lene Kaaberbøl e Agnete Friis

O Menino da mala - Lene Kaaberbøl e Agnete Friis
Série Nina Borg - Livro 01
Sinopse - Editora Arqueiro - 2013 - 256 páginas


As autoras do “O menino da mala” se apoderaram de grandes temas para construir sua narrativa, no entanto a abordagem dos mesmos é rasa e irá refletir-se desde a apresentação das personagens até o desenvolvimento estrutural da trama. O romance foi catalogado como ficção, massss... tanto a orelha como a contra-capa do livro declaram que trata-se de um romance policial, de acordo com a mídia:

“Fãs de romances policiais, comemorem: há algo de podre no reino da Dinamarca. Mas não tenham medo, pois a enfermeira Nina Borg está no caso, em uma trama alucinante” - New York Post

Começa por aí, ora, um romance policial em que a protagonista é uma enfermeira??? Talvez seja uma inspiração no “Senhores do Crime” de David Cronenberg, onde Anna é enfermeira e vai ao limite para solucionar a trama, porém Nina Borg é uma protagonista pouco desenvolvida, por esse motivo não gera empatia, logo não temos prazer nenhum em acompanhar suas façanhas confusas e ilógicas, como ela mesma, aliás a comparação de Nina Borg com Lisbeth Salander, só pode ser pura ironia.

À parte a protagonista, temos uma trama narrada em 3ª pessoa que fala muito pela beirada de tráfico infantil, insinuando uma possível rede de pedofilia, o mistério da trama sustenta-se nesta premissa e é isso que a protagonista quer descobrir: o menino nú e dopado serviria a que fim? Isso passa a ser questão de vida ou morte para Nina, a ponto de abandonar até sua família para sanar sua curiosidade, essa será sua motivação, entretanto por mais que as autoras tentem vendê-la como ativista social, vinculá-la à cruz vermelha... não tem lógica tal conduta, pois o mais importante para esse perfil de pessoa é salvar vidas certo? Deveria então ser essa sua prioridade ok, afinal, ela não é uma investigadora, é uma enfermeira, porém...

O enredo vai apresentando os personagens gradativamente, o que nos dá uma sensação de flutuação incômoda, pois interfere no foco da ação, pontua inúmeros temas no entanto nada é aprofundado, se houve pesquisa não foi aplicada, a exploração temática se reduz a considerações pessoais da protagonista, um tanto caóticas. 

Por outro lado, tem uma história e uma verdadeira protagonista nas entrelinhas, que acabam salvando o “thriller”, seu nome é Sigita, ela é a mãe do menino da mala, opssssss! Aí está a trama policial, que irá do desaparecimento do menino até o reencontro de mãe e filho, por intermédio do policial Sargento Guzas, que investiga o caso e chega à rede de tráfico, simples e objetivo assim, classicamente o que esperamos de uma trama policial, bem óbvio, mas de melhor digestão que os fios desamarrados relacionados à fantasiosa e irreal Nina Borg. No fim, Sigita e seu drama cada vez mais comum na atualidade, é a grande heroína e salva a história, uffffff!

“O menino da mala” pode ser uma leitura interessante para iniciantes em tramas policiais, eu já passei há muito desta fase, contudo a experiência me rendeu a consciência de que neste cenário de marketing selvagem o ideal é redobrar a seletividade ao escolher um livro.

Leitores de thrillers e policiais, Experimentem a leitura e me digam ;)

Essa leitura foi uma cortesia da Editora Arqueiro.
Aguardamos seus comentários! Beijos!

23 comentários

  1. Oi, Rosem e Elis! :)

    Ai, parece que a história deixa a desejar em vários pontos e o final parece bem óbvio. Ainda assim, achei o tema pesado e intenso. Não tenho muita vontade de lê-lo agora, mas quem sabe futuramente!

    Beijocas, meninas!
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que pena saber que é um livro raso e pouco desenvolvido. Eu estava com muitas expectativas!

    Abraços, Isabela.

    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  3. Agora não sei se quero ler não... Porém a curiosidade me aperta e diz vc não quer saber o pq o menino foi parar na mala? Eu já li muito livros policiais, estou com medo de que isso seja só marketing e me decepcione.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Sou uma grande apreciadora de romances policiais.
    E acredito que este livro por ser o primeiro de uma série tem muito para crescer.
    Ainda não li, mas gostei da premissa.
    Assim que eu ler te conto se concordo com você, ou se tive outra opinião.

    Adorei a resenha!! ♥

    Bjkas

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Deve ser uma estória envolvente,
    mas, não fiquei "louca pra ler", não.
    Parece meio confusa...E, sem uma "lição" ou um bom romance, que é o que eu curto mesmo :P

    ResponderExcluir
  6. Quando li a sinopse desse livro quando foi lançado, fiquei louca para lê-lo, mas não tive grana para comprá-lo, e, agora, com a leitura dessa resenha fiquei bem aliviada, pois, ao que parece, não é lá grande coisa. Ufa!!!! Detesto o marketing exagerado e até mesmo mentiroso de que algumas editoras se prestam para lançarem seus livros, criando falsas e desarrazoadas expectativas nos leitores.... Dessa forma, só posso agradecer pela resenha bem direta e esclarecedora a respeito desse livro, e do que se pode esperar com essa trama.......(Acho que quase nada).

    ResponderExcluir
  7. Quando vi a capa não imaginei que o livro tivesse uma trama mais complexa. Pena que as autoras não conseguiram desenvolvê-la tão bem assim.
    A história parece ser interessante, mas não sei se teria paciência com uma protagonista confusa

    ResponderExcluir
  8. Ihhhh Elis, não sei não se gostei dessa trama =\
    Tive a chance de pedir esse livro pra Arqueiro, ainda bem que escolhi outro... rs.
    Protagonistas do tipo da Nina Borg, não elevam de nível um policial né?
    Gostei de sua opinião :)
    Beijos, boa semana!

    @morenalilica
    Doce Insensatez

    ResponderExcluir
  9. Essa é a primeira resenha que leio sobre o livro, que não é totalmente positiva, mas ao comentar sobre a personagem Nina Borg e unânime dizer que ela é superficial e sem carisma. Confesso que no principio não fiquei interessada nesse livro, mas a curiosidade em saber quais os motivos e como e solucionado o caso do menino da mala e mais forte. Lerei ele assim que possível.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olha, lembro que da primeira vez que li a sinopse desse livro, pensei: "nuuusss, que viagem...." e agora tô vendo que minha primeira impressão sobre ele estava correta. Geralmente gosto de romances policiais, mas esse aí não parece ser muito um não. Não me atraiu não, nem mesmo a curiosidade de saber como what the hell esse menino foi parar na mala.... rs....

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  11. não sei o que eu faria se encontrasse uma criança em uma mala O.o momento tensão!
    não tinha ideia do enredo, foi um livro que não me chamou a atenção e essa é a primeira resenha que leio sobre ele, achei meio instigante meio cai fora Thaila, ja que os livros policiais e de seuspense não são meus favoritos
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Nossa, primeira resenha que vejo argumentos contraditórios.
    Parabéns!
    Estava criando expectativas demais para este livro! haha!

    Beijos,
    Marcela.
    http://ocantinholiterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Nossa, só pela abordagem ser rasa dos grandes temas, deve ter sido frustrante!
    Outra coisa que mata é a divergência do tema do livro, se for romance policial mesmo vou tentar ler, mas serei bem sincera, pela sua resenha a minha vontade é de nunca ler esse livro, eu gosto de livro com mais desenvoltura!

    Beijinhos
    www.estilogeek.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Não sei =S Acho que não me apaixonei pela historia não!!
    Sou muito fã de romances policiais e já li muitos e tenho a impressão que vou me estressar com esse ai!! rsrsrs
    Amei a capa mas vou deixar a leitura de lado!!
    Bela resenha!!Parabéns ;)

    ResponderExcluir
  15. Nossa fiquei surpresa com sua resenha!!! Quando vi este lançamento pensei " que livro massa". mas depois da sua resenha me desanimei um pouco. Gosto de romances policias, mas quero ler outras resenhas, para ter certeza se devo ou não comprar...
    Bjusss

    ResponderExcluir
  16. Faz um tempo que estou querendo este livro, ainda bem que demorei um pouco para comprar. É muito ruim saber que o autor não soube desenvolver o livro bem. Deixarei este de lado no momento.

    Abraços
    http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Nossa a sinopse já é chocante!Realmente um tema para refletir do título,ao tema,passando por personagens e terminando na história.
    Gosto de livros policiais pela trama de mistério e ao acompanhar o desenrolar do caso vamos fazendo nossas conclusões.

    ResponderExcluir
  18. Oi meninas! Eu acreditava que fosse aquele livro cheio de investigações, que Nina fosse a personagem que vestisse a pele de detetive, mas quando vi, ela não passava de uma pessoa confusa e perdida. Eu não conseguia entender como ela queria tanto ajudar o mundo e esquecia do próprio lar, pessoa controversa. Gostei mais de Sigita, ela sim tinha sentimentos.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  19. Eu não posso dizer que gosto de investigações policiais e ainda não vi nenhuma resenha desse livro que a enfermeira tenha ganhado o coração do leitor e tem continuação, né? O que esperamos é que melhorem no desenrolar e não fiquem soltando informações sem mostrar fatos e afins.. '-' KD o romance policial? Vai ser Nina e Sigita?:p

    www.nyasmim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Eu estou ansiosa para ler, confesso! Bons comentários do livro. E se é para iniciantes no estilo, então acho que é pra mim, p estou cada vez mais gostando de thrillers e policiais, mas ainda li poucos.
    O chato é q alguns autores enchem o livro de personagens q não dizem a q vieram e se não estivessem ali não fariam a menor diferença. Vi essa reclamação de algumas pessoas que já leram.
    O tema é forte e delicado. Como mãe, fico sensibilizada com isso.
    Me disseram mesmo q a Nina é insossa, rsrs... Vamos ver se sinto o mesmo!

    ResponderExcluir
  21. Estou acostumada com ótimos romances policiais e desanimei para ler esse. A decepção serve para selecionarmos melhor os livros que estão 'bombando' nas redes sociais.

    ResponderExcluir
  22. Hum... o livro que não me chamou atenção foi esse, talvez seja pelo fato de eu não curti muito esses laces de policial etc...

    bjs

    ResponderExcluir
  23. Eu não gosto muito de livros policiais, mas confesso que a história me deixou bem curiosa, desde que vi o lançamento deste livro...
    Abraços

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!