[Resenha/de banca] O Rebelde e a Inocente

O Rebelde e a Inocente - Isabelle Goddard

O Rebelde e a Inocente - Isabelle Goddard
Sinopse - Editora Harlequin - 2013 - 288 páginas


Domino de Silva é espanhola, filha do mais novo embaixador da Espanha na Inglaterra, e desfruta no território inglês de Brighton o seu último verão "em liberdade", pois quando a estação acabar ela terá que retornar à Espanha e escolher, como noivo, um dos três cavalheiros selecionados pela família. Pretendentes não faltam, já que aos 21 anos ela receberá uma fortuna que lhe foi deixada de herança. A ironia disso é que quem controlará o dinheiro será seu marido, mas enfim, são coisas da época, já que a trama se passa no início do século XIX.

Joshua Marchmain faz parte da corte do príncipe inglês, é um dos cortesãos mais próximos do regente e está hospedado no Pavilhão Real de Brighton*, totalmente enfastiado dos caprichos de George, cujo a vida gira em torno de banquetes, apostas, corridas de cavalos, música e casos amorosos. Ao ver uma bela jovem na praia, de pés descalços e desacompanhada, de imediato tenta um flerte, mas é completamente rechaçado por Domino, que não se deixa levar pelo estranho libertino.

É claro que os eles se encontram novamente, já que frequentam os mesmos eventos sociais, e em todas as vezes travam combates verbais, ele sedutoramente provocando e ela revidando de forma inteligente, assim os dois vão se conhecendo e afeiçoando-se sem querer.

Ao perceber o novo interesse afetivo de Joshua, sua ex-amante, a duquesa Charlotte, fica enciumada e obssecada em arranjar uma maneira de desmoralizar Domino e acabar com a reputação da jovem na corte. Para tanto, se alia a Lorde Moncaster e os dois tramam vários planos, que vão colocando em ação.

Mas "o tiro sai pela culatra", pois Joshua percebe as intenções maléficas de Charlotte e passa a proteger Domino, salvando-a de situações desastrosas inúmeras vezes, ganhando cada vez mais a sua confiança. No entanto, ao saber que ao término da temporada de Brighton ela retornará à Espanha para se casar, ele fica transtornado, percebendo que o que sente por Domino vai além da mera curiosidade e desejo.

O título "O rebelde e a Inocente" rotula nossos protagonistas, pois é assim um vê o outro. É como se um enxergasse no outro o reflexo de seus mais íntimos anseios: Joshua vê em Domino a inocência que gostaria de sentir, o alívio para a culpa que carrega dentro de si pela forma como conduziu a sua vida até então. Domino vê em Joshua a rebeldia que gostaria de sustentar, a liberdade que é impedida de excercer por ser mulher e viver sob rígidas normas de conduta. Mas eles terão que ver além das aparências e aceitar suas virtudes e fraquezas, a fim de superar as adversidades do passado e olhar para o futuro, sustentando seu relacionamento em bases sólidas, não idealizadas. 

Uma boa leitura, onde a escassez de cenas mais quentes entre o casal é compensada pela furiosa dupla de antagonistas e seus planos fracassados, em um ótimo retrato da sociedade inglesa, durante um verão na infame Estância de Brighton.

Livro Relacionado


(Christabel Tallis e Richard Veryan)

Em O Rebelde e a Inocente, o casal Christabel e Richard é constantemente relembrado por Domino e no começo não entendemos qual é a relação deles com a protagonista. A dúvida se esclarece no decorrer da leitura, porém seria mais interessante ter lido The Earl Plays with Fire primeiro, mas ele ainda não foi publicado no Brasil. #PublicaPraMimHarlequin 

*Saiba mais...


O Royal Pavilion (Pavilhão Real) é uma antiga residência real localizada em Brighton, Inglaterra. Foi construída em estilo Indo-Sarraceno (estilo predominante na Índia do século XIX) como refúgo à beira-mar para o então Príncipe Regente, sendo muitas vezes referida como Brighton Pavilion.


O Príncipe Regente, que mais tarde se tornaria Rei Jorge IV, visitou Brighton pela primeira vez no ano de 1783, pois o seu médico recomendava a água do mar para o tratamento de sua gota. Em 1786 arrendou uma casa de lavoura em Brighton, ordenando inúmeras ampliações e reformas na propriedade ao longo das décadas. 


O palácio destaca-se particularmente na região de Brighton, tendo uma aparência muito indiana no seu exterior. Mas o fantástico desenho interior é pesadamente influenciado pelas modas chinesa e indiana. Foi um primeiro exemplo de exotismo, que era uma alternativa ao gosto mais clássico do Estilo Regência.


Essa leitura foi uma cortesia da Editora Harlequin
Quem gostou comenta aqui! Beijos...

48 comentários

  1. Elis eu curto esses históricos da Harlequin porque essas capas são sensacionais, lindas de tudo e as histórias sempre são cativantes, eu pelo menos nunca me decepcionei. Ainda não li esse, mas depois da resenha pretendo
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thaila!
      Os Históricos são os meus preferidos da Harlequin. Bjs!

      Excluir
  2. cara gostei mt da história fiquei curiosa pra saber como eles vão ficar juntos
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  3. Elis, a falta de cenas quentes mostra que um bom livro não precisa delas, não é mesmo? Parece uma história interessante e o fato do nome se referir, de certa forma, aos personagens, é bem interessante!

    Abraços, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto de cenas quentes (dentro de um contexto), mas quando a história é boa isso não é fundamental mesmo ;)
      Beijos!

      Excluir
  4. Oi!
    Eu quero saber que armadilhas que não deram certo, porque eu sei que rirei, amo romances históricos! Não ligo muito se tem ou não cenas hot, o que eu não gosto é quando o autor força os personagens ficarem juntos ou não desenvolvem a história direito.
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não adianta usar sexo pra encher linguiça, né? bjs!

      Excluir
  5. Me interessei demais pelo livro, amo essas histórias bem antiguinhas, sendo um romance é ainda melhor! Em relação às cenas mais "picantes", também acho que não fazem falta desde que o enredo em si seja bom, os personagens sejam interessantes!

    ResponderExcluir
  6. Gostei bastante,
    são estórias como essa que
    me agradam, onde os vilões sempre se dão mal,
    e uma amizade/ou quase isso se transforma em amor ...
    Sou do tipo muito curiosa, e queria saber mais sobre o desfecho da estória, mais acho que ia estragar se tivesse contado kkkkkkkkkk, Bom, nunca tinha ouvido falar do livro, mais já anotei no meu caderninho e pretendo adquiri-lo o mais rápido possível, pra matar a minha curiosidade :]

    soubibliofila.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Dayane, o final não pode!! Bjs!

      Excluir
  7. Adoro um bom romance histórico, apesar de achar de uma futilidade ímpar as "damas" inglesas daquela época!!!!!De todo modo, adorei esse enredo, e fiquei com muita vontade de ler esse livro, que parece ter uma trama bem arquitetada. Uma pena que o livro antecessor a esse não foi publicado. E esse tal de Royal Pavilion é um arraso, muito lindo!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Harlequin encaminhou a dica sobre o livro anterior para a equipe editorial =)
      Beijos!!!

      Excluir
  8. desde q eu li A seleçao.( meu livro favorito ). estou viciada em livros de principes *-* adorei a resenha, parabens.. quero muito ler so nao gostei muito da capa :/ achei meio estranha kk
    beijoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jack!
      O príncipe regente até aparece em algumas cenas, mas o enfoque do livro é no Joshua. De toda forma, o Regente George está longe de ser um cara legal, pelo menos na trama rsrsrs... bjs!

      Excluir
    2. oooww q chato :/ kkkkkk existem principes q nao sao charmings kkkkk vc ja leu A seleçao?? super recomendo *-* o principe la e bem perfeito!!

      Excluir
    3. Estou louca pra ler A Seleção, vou comprar o box assim que todos forem lançados, a premissa é muito legal, as capas são lindas e todo mundo fala bem rsrsrs... Beijos!!

      Excluir
  9. Oi, tudo bom?


    Sua resenha ficou ótima adorei meus parabéns , a capa do livro é linda não é? Ufa!não vou ficar tão desesperada por que já tenho o livro kkkk

    Beijos e Até o próximo post!
    Lu Apaixonada por Romances

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Esses romances históricos são uma delicia de serem lindos!
    Os protagonistas sempre provocam um ao outro e nunca querem admitir o que sente, até um dos dois ceder, isso é o que particularmente mais gosto nessas histórias!
    A Rebelde e o Inocente parece ser uma história assim envolvente, e apaixonante, como todo romance de época é!
    Espero ter a oportunidade de lê-lo um dia!
    Até mais ;)

    ResponderExcluir
  11. Gostei do livro, achei interessante saber que o titulo tem ligação com a estória.
    Também fiquei curiosa para saber quais as armadilhas e de que forma elas conseguiram dar uma mãozinha ao casal protagonista.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Amei o livro, fiquei com muita vontade de ler, parece ser daquele livros que te fazem suspirar.

    ResponderExcluir
  13. Eu não curto romance de banca. Romance histórico não me chama a atenção, e não senti vontade nenhuma de ler esse livro. Tive a sensação que os protagonistas são chatinhos e os vilões daqueles bem canastrões.

    ResponderExcluir
  14. Nossa, Elis... o livro parece ser ótimo! Puxa, muito bom mesmo, a história é do jeitinho que eu gosto (e olha que sou enjoada com históricos). E adorei as fotos e curiosidades que colocou, arrasou!
    Espero que a Harlequin lance esse primeiro livro também. Vamos fazer a companha #PublicaHarlequin, hehe!!! \o/

    Bjnhs

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  15. Amo os livros históricos da Harlequin e claro que esse não poderia ser diferente..preciso ler com urgência e me deliciar com Joshua e Domino e morrer de ódio de Charlotte ^^

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Não costumo ler esse tipo de livro, pq acho um pouco repetitivo. Mas gostei da temática desse, é o primeiro que encontro com uma protagonista espanhola, acho que esse diferencial vai me fazer querer ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem uma cena muito legal envolvendo a dança espanhola =)
      Beijos!!

      Excluir
  17. Faz tempo que não leiro um bom romance histórico.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  18. Lendo sua resenha me deu uma saudade de romances assim, eu tenho muitos mas faz um tempo que não compro nenhum ou leio. Mas preciso falar que achei o nome da mocinha muito estranho rs, pode até ser normal lá..mas para nos aqui Domino é estranho rsrs.
    Gostei da resenha ele me pareceu um livro rapido e gostoso de ler, um casal fofo, e os antagonistas parece que também chamam a atenção,
    beijos.

    ResponderExcluir
  19. Oi, Elis!

    Adoro essas curiosidades que você insere no final das resenhas, muito bacana! :)
    Falou em Inglaterra, falou comigo. E eu gosto de ler livros assim para distrair. Também achei bem legal o título se referir à maneira como eles se vêem.

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro quando o enredo propicia um "saiba mais...", fica divertido montar a postagem, que bom que gostou. Beijos!!

      Excluir
  20. Adoro romances de banca, o/ haha Adorei esta resenha, me fez querer o livro. É muito bom ler histórias de outra época, faz com que aprendemos mais sobre ela e é ótimo ser transportado para outros lugares e outros tempos através de uma leitura, né? *-*
    Beijos!

    http://amoremler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. ahh romance de banca adoroooo
    essas historias leva agente pra outras épocas, faz a gente viajar gosto muito principalmente aqueles livros florzinhas Bianca, Julia, Sabrina não sei se vocês já leu algum livro delas, e muito bom.

    bjsss

    ResponderExcluir
  22. No começo achei que era um romace clichê, mas é obvio que não nos decepcionaria.. Percebi que vai além disso e agora fiquei curiosa pra ler, AAAH >~<
    Será que eles acabam juntos? Se sim, de que forma!!! :@
    Hahahahaha beijoos

    ResponderExcluir
  23. Oi Elis :)
    Eu amooo romances históricos <3 Super me empolguei na resenha e já anotei o nome do livro para poder comprar assim que for no shopping (é onde tem a banca mais completa que conheço). Uma pena não ter cenas mais quentes (vc sabe que eu gosto, né?).
    Espero ler em breve.
    Beijos
    http://www.coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Gosto de capas que tiram o folego,e gosto ainda mais se o romance é de outra época saindo um pouco dos romances atuais. O livro desperta o interesse,inclusive em mim *-*

    ResponderExcluir
  25. Adorei a resenha. O livro parece interessante. Vou colocá-lo na minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  26. Elis, gosto tanto quando temos casais que encontram um no outro o que não tem em si, acho que a relação toma outros ares, pelas diferenças fica mais desafiante. Tenho que pegar estes históricos para ler em breve. Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  27. Elis, tenho um pé atrás com histórias de época, nem de novela de época gosto, pois a mulher é tratada como mercadoria...hehehehehe

    A capa é linda, isso tenho que concordar, mas como envolve um príncipe, talvez dê uma chance!

    Beijinhos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  28. Esse livro é bem diferente do que eu pensava parece ser bem um tipo de novela mocinhos em busca do amor e vilões querendo acabar com a felicidade do casal e um segredo que envolve tudo isso gostei bem do erendo e acho que vou dar uma chance pra esse livro eu gostei dos personagens Domino nome tão fofo !
    A Capa é muito bonita !

    ResponderExcluir
  29. Romances de banca ♥
    Amei a resenha e percebi que se trata de mais um romance historia apaixonante!!Gosto mais de cenas sensuais do que cenas hots mas depende de como a historia se encaminha néah!! ;)
    O casal parece se encontrar e senti uma química perfeita!!
    A capa é bem convidativa!!
    Bjus

    ResponderExcluir
  30. Na maior parte do tempo eu não sou atraida pra esse tipo de leitura, mas sua resenha desse livro realmente me capturou. Ainda mais no fim quando disse sobre a escassez de cenas hot porque, o que me incomoda as vezes nesse tipo de leitura e que em alguns livros as autoras se esforçam tanto em mostrar o desejo q esquecem o amor, a história.

    Fiquei curiosa :)

    ResponderExcluir
  31. Adoro romances históricos, e se for passado na Inglaterra, então, não tem como não se apaixonar!

    ResponderExcluir
  32. Domino de Silva e Joshua Marchmain parecem ser um casal tão fofo, a historia parece ser linda cheia de altos e baixos.
    Parabéns pela resenha.

    http://loucaescrivaninha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  33. Oi Elis, tudo bem? Então eu nunca li nada dessa autora e para falar a verdade eu ainda não a conhecia, eu gostei bastante da capa. Adoro livros que se passam em outras épocas, principalmente no século XVIII e XIX, acho tão charmoso, sempre digo que eu nasci no século errado, hahah! Curto bastante essa coisa de títulos, reis, condes, barões e etc, puro luxo. Adoro casais que se enfrentam que para não declarar seu amor ficam travando batalhas, acho tão fofinho. Essa Duquesa é a cara do recalque hein, perdeu o bofe e agora que ele esta em outra que tentar resgatar, que coisa de gente invejosa. Ah droga gostei tanto da resenha e dos elogios que você fez a Joshua que agora vou ter que arrumar um dim dim para comprar o livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  34. Esse livro parece ser tudo de bom e ainda tem uma capa linda!
    Quero ler
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  35. Já estava de olho nesse livro, mas agora com a sua resenha vou ler com certeza. Amo os romances históricos e se passar-se na Inglaterra melhor ainda. Esse parece ser muito bom!! Adorei o saiba mais com as curiosidades. Bjos.

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!