[Resenha] Até Eu Te Encontrar

Até Eu Te Encontrar - Graciela Mayrink

Até Eu Te Encontrar - Graciela Mayrink
Sinopse - Novas Páginas - 2013 - 384 páginas


Até eu te encontrar é o primeiro romance da autora brasileira Graciela Mayrink, e nos exibe a história de Flávia, uma mineira moradora da cidade de Lavras, que perdeu os pais aos 5 anos de idade e foi criada pelos tios paternos na fazenda de café da família.

Flávia é uma jovem alegre, inteligente e descolada que, aos 18 anos, resolveu prestar vestibular na Universidade de Viçosa, porque queria experimentar caminhar com os próprios pés e viver uma experiência de descobertas e de crescimento pessoal numa cidade diferente da que cresceu. Ao ser aprovada no curso de Agronomia da UFV, com o dinheiro da herança dos pais, comprou um apartamento perto do campus, pois já que viveria no mínimo 5 anos por lá, comprar um imóvel era mais viável do que alugar. 

Inicialmente, a trama nos mostra o processo de adaptação de Flávia à cidade, sua rotina e a convivência com os novos amigos da UFV - Felipe, Mauro e Gustavo -, além da vizinha Sônia, que descobriu ser uma velha amiga da sua falecida mãe. 

Através da amizade com Sônia, Flávia entra em contato com a história de seus ancestrais maternos, que os tios haviam lhe ocultado. Ela descobre possuir origem irlandesa e ser descendente de uma longa linhagem de bruxas da tradição Wicca. Sua mãe - Elizabeth - era uma poderosa bruxa e formava um coven (grupo de bruxas) com as amigas Sônia, Laura e Carmen, até que uma delas traiu o grupo. Flávia nunca tinha ouvido falar sobre o assunto e no começo ficou confusa sobre o significado disso tudo, porém Sônia passou a lhe ensinar aos poucos os conceitos e práticas da tradição Wicca. A abordagem do elemento fantástico (Magia) através de uma prática natural e real (Wicca) forneceu um diferencial interessante ao enredo.

Em Viçosa, Flávia conhece também as filhas de Laura (Lauren) e Carmen (Carla). Porém, da mesma forma que desenvolve uma grande amizade com Lauren, sente uma antipatia enorme pela Carla. Por causa disso, inclusive, Flávia passa a detestar Luigi - o namorado da Carla - antes mesmo de conhecê-lo. Mas quando Luigi retorna de viagem, os dois sentem-se estranhamente ligados, e isso não passa despercebido por Carla, que é capaz de tudo para manter o namorado amarrado a si através de magia. O que ela nem desconfia é que Flávia também possui seus truques!

Até eu te Encontrar foi uma leitura rápida e tranquila, o texto é dinâmico, com a narrativa em 3ª pessoa focada principalmente na visão da personagem Flávia (com algumas variações). A autora usa e abusa dos diálogos curtos, porque vamos combinar, estudante fala pra caramba, não é? A relação entre os jovem é intensa, as amizades são fortes, as decepções vem pra arrasar, as paixões são instantâneas e as inimizades também! 

A ambientação na pulsante Viçosa é bem elaborada e explorada, acredito que um futuro aluno da UFV que ler esse livro antes do início das aulas, não vai chegar no campus tão "calouro" assim rsrsrs... Eu fiquei com vontade de conferir a comida do Lenha (comida mineira é boa demais), jogar uma partida de sinuca no Leão e curtir uma festa no Galpão. Sou curiosa e perguntei pra autora no Facebook sobre esses locais e ela me respondeu que criou o Lenha, mas que o Leão e o Galpão existiam quando morou em Viçosa.

O final poderia ter sido um pouquinho mais explorado, em contrapartida, o Epílogo mostra os personagens alguns anos depois e isso nos dá uma perspectiva legal do futuro deles. Outro fator positivo é que a própria autora estudou na UFV e isso contribuiu para dar um toque verdadeiro e envolvente à sua narrativa. 

Recomendo o livro pra quem procura uma história jovem e divertida, onde a descoberta da amizade, magia e amor estão presentes o tempo todo.

Essa leitura foi uma cortesia da Editora Novo Conceito.
Gostou? Comente! Beijos...

18 comentários

  1. Não sei, não me interessou. Achei meio sem graça, não sei se leria... =S

    ResponderExcluir
  2. Adorei a capa desse livro e desejo ele desde que era na edição antiga mas infelizmente ainda não o tenho e nem li. Parabéns pela resenha ;)
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Amei *-*
    Já estava curiosa agora então ;)
    Tenho um primo que estudou em Viçosa e hoje mora láh, sinto muita saudades dele e esse livro me parece que vai despertar ainda mais..Uma historia leve e dinâmica.Gostei dessa capa muito fofa ♥ Um livro que aborda não só amor mais também a amizade!!
    Quero muito ler!!
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que interessante Suzi, você poderá conhecer um pouquinho mais da cidade onde seu primo mora ;) Beijos!!!

      Excluir
  4. Elis, não dei nada pelo livro em razão da capa - preconceito bobo que as vezes acontece. No entanto, percebi que ele é bem elaborado e que todos estão gostando. Como adoro valorizar os escritores nacionais com certeza eu vou ler!

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  5. Fiquei realmente curiosa, para saber como a autora desenvolve as características da Wicca na trama. Também gostei de saber, que além do bom e velho romance, ainda temos segredos e mistérios inseridos no enredo, enfim acredito que irei gostar bastante desse livro.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Elis, tudo bem?
    Parece um história bem tenn e leve, boa opção pra ler depois de uma leitura densa.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  7. Oi, Elis!

    Que incrível, eu gosto tanto dessas histórias que envolvem a tradição Wicca. Eu lia tantos livros sobre isto quando eu era adolescente.
    A história parece ser bem leve e gostosa de ler. Aliás, muito bacana ela ser ambientada numa universidade. Ah, e realmente, estudante fala pra caramba, eu sou uma delas - nerd e tagarela, haha.
    Gostei da resenha! Fiquei com vontade de ler o livro. =)

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    A história parece legal, leve e boa para passar num dia de chuva. Porém, no momento não é o que eu quero...
    Achei interessante que a autora soube usar os locais tão bem estruturado, a ponto de se algum estudante da universidade saber confirmar que é assim mesmo.
    Outro ponto positivo é que eu não me lembro de outra história usando wiccas, e sempre pensei nelas como boas e não imaginei que elas poderiam "amarrar" o homem que elas querem.
    bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está certa Juliana, na Wicca os praticantes não podem fazer isso, pois todo mal realizado tem consequências, isso é bem frisado durante a leitura. Beijos!!!

      Excluir
  9. parece uma história bem legal :)
    pretende inclusive ser uma das minhas próximas leituras, espero gostar olha ^^ apesar de não ser mt fã de livros que se passam no brasil xp
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  10. Achei que deve ser uma leitura bem leve e divertida. É interessante saber que a ambientação da universidade tem fundamentos, pelo fato da autora ter estudado lá, com certeza deve ter uma "cara" de realidade. Mas eu acho essa capa tão sem graça, que só por ela, não leria este livro...

    ResponderExcluir
  11. apesar do tempo que faz que o livro foi lançado só o conheci agora como lançamento da NC, acho que nossa bruxinha Flávia vai se meter em grandes confusões!!!! mais um livro nacional que com certeza irá deslanchar!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Elis!
    Livros que tem lugares reais são bem interessantes, já pensou, visitar o lugar algum tempo depois e ir se lembrando de pedaços da história? Deve ser demais! A resenha ficou muito boa!
    Beijos... Samantha

    ResponderExcluir
  13. A princípio tinha ficado com muita vontade de ler o livro, com a leitura da sinopse, mas agora, não sei não. Achei a resenha muito interessante e deu uma perspectiva muito boa do que esperar do enredo. Assim, não acho que seja uma leitura ruim, mas também não me deixou fissurada e desesperada para ler....

    ResponderExcluir
  14. Heeey! Primeiramente, tenho trauma com livros brasileiros. Em segundo lugar, venho tentado loucamente vencer esse trauma, mas não encontrei nenhum livro até agora que me fizesse ver que a magia pode surgir no nosso país também. Talvez "Até eu te encontrar" seja justamente o que eu precisava encontrar hehe. Ou talvez não, mas acho que darei uma chance. Isso de namorado de outra pessoa sempre me dá agonia kkkk, e o ultimo livro que envolvia bruxas que eu li foi "Uma vez feiticeira", que sinceramente, está entre os cinco melhores livros da minha vida kkkkkk, então acho que darei um tempinho antes de ler esse (talvez com um pouco de medo de a magia diminuir e.e)
    Amei a resenha, bjos.

    ResponderExcluir
  15. Mais um livrinho nacional,é pra ter muito orgulho mesmo =D gostei bastante da sinopse tanto é que minha lista de desejados só cresce..só não curti muito a capa...

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. A capa do livro não tinha me chamando tanto a atenção e não posso dizer que a historia me deixou morrendo de vontade de ler, acho que pode ser uma boa leitura para me distrair mas não creio que irei amar a ponto de ser um dos meus livros favoritos.

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!