[Resenha] Laços de Sangue

Laços de Sangue - Richelle Mead

Laços de Sangue - Richelle Mead
Série Bloodlines - Livro 01
Sinopse - Seguinte - 2013 - 432 páginas


Hoje é o aniversário da escritora norte-americana Richelle Mead e em comemoração à essa data especial, a Editora Seguinte, através da indicação do blog amigo Moonlight Books, convidou nosso Arquivo Passional a resenhar Laços de Sangue, primeiro volume da Série Bloodlines, que é um spin-off da série Academia de Vampiros.

Confesso que fiquei empolgada e apreensiva em igual medida, porque como não acompanhei a série Academia de Vampiros, tive receio de ficar perdida na leitura de Bloodlines, mas sendo uma fã de sobrenatural, aceitei o desafio e adorei!!!

Ao iniciar a leitura, logo nas primeiras páginas, abandonei qualquer medo ou expectativa, pois a sensação que tive foi a de chegar em uma festa que já tinha começado e que estava "bombando", então não adiantava eu ficar tentando descobrir o que tinha acontecido anteriormente, o negócio era entrar no clima e aproveitar. Fiz isso e passei a curtir cada detalhe desse enredo que envolve não um, mas três tipos de vampiros!

Os Moroi são vampiros mortais, que não matam os humanos ao alimentarem-se, ingerem alimentos normais além de sangue, podem se expor moderadamente ao Sol, possuem magia e geralmente dominam um dos elementos entre água, fogo, terra, ar e espírito.

Os Strigoi são vampiros imortais que não toleram o Sol, não possuem magia e que se alimentam de sangue Humano, Moroi ou Dampiro, matando, ou pior, transformando suas vítimas em Strigoi durante a alimentação.

Os Dampiros são mortais metade humano/metade vampiro, que não se alimentam de sangue, possuem agilidade, velocidade e força acima do normal e são treinados como guardiões protetores dos Moroi.

Laços de Sangue tem como protagonista a jovem Sydney Sage, uma Alquimista encarregada de "varrer a sujeira para debaixo do tapete", sumindo com os corpos dos strigoi e eliminando qualquer evidência vampírica, impedindo que os humanos descubram a existência desses seres. Dessa vez, os alquimistas são solicitados para uma missão diferente: proteger a princesa vampira Jill Dragomir dos rebeldes que querem assassiná-la, com a finalidade de destronar a recém coroada rainha Vasilisa Dragomir, que ficaria sem herdeiros diretos e, segundo a lei moroi, seria obrigada a abidicar do trono, o que causaria uma guerra civil com graves reflexos no mundo humano.

Normalmente os alquimistas não convivem com os vampiros, eles não se sentem à vontade ao lado deles, alquimistas e "antinaturais" não se misturam. Mas o passado de Sydney a condena, numa missão anterior ela se meteu em confusão ajudando a dampira Rose Hathaway e isso sujou a reputação dela entre os alquimistas, que questionam sua lealdade, sendo considerada por alguns como "adoradora de vampiros". Ironicamente (ou hipocritamente), ela é a alquimista escolhida para acompanhar Jill em seu improvável esconderijo entre os humanos: a Escola Preparatória Amberwood, em Palm Springs, Califórnia. Essa é a chance de Sydney provar o seu valor e restituir a confiança dos alquimistas.

Dessa forma, a princesa moroi Jill, a alquimista Sydney e o dampiro guardião Eddie Castile são matriculados na escola como irmãos, em regime de internato. O alquimista Keith Darnell (mais algoz do que aliado de Sydney) é o responsável por dar suporte à operação e o moroi Adrian Ivashkov (suspiros), que não tem uma função bem definida na missão, hospeda-se na casa de Lee e Clarence Donahue, onde há uma fonte de alimentação humana à disposição de Jill.

O livro já começa com tudo, a partir do momento em que Sydney é acordada no meio da madrugada e recrutada, o leitor embarca junto com ela segurando-se nas poltronas, porque nessa história não há enrolação, as explicações a serem dadas acontecem naturalmente durante as cenas, não há pausa no ritmo narrativo e a trama, que a princípio parece simples, vai tornando-se cada vez mais rica em elementos e cheia de pequenos mistérios a serem desvendados... 

Qual é o segredinho podre de Keith? Porque Adrian foi trazido para a missão? O que aconteceu durante o atentado contra Jill na corte? Quem está por trás das mortes das garotas que foram encontradas com a garganta cortada e parte do sangue sugada? Qual o mistério das tatuagens metalizadas que os estudantes de Palm Springs andam fazendo e que lhe conferem "poderes" temporários?

Os personagens são complexos, possuem não só os objetivos declarados relativos à missão, como também intenções e sentimentos escusos. São qualidades, defeitos, desejos, frustrações, questionamentos e descobertas que os aproximam de nós, leitores.

A narrativa é feita por Sydney, mas até nos esquecemos que é em 1ª pessoa. Como assim? Acontece que o foco de Sydney é exterior, ela se preocupa com tudo e com todos e não restringe a visão do leitor apenas aos seus próprios problemas, que não são poucos. Ela é forte, séria e prática, não fica se lamentando, nem avaliando seus sentimentos de dois em dois minutos. Apenas em alguns momentos inevitáveis, principalmente na presença de "certo moroi", é que Sydney presta mais atenção a si mesma.

Meu personagem preferido foi o Adrian que, apesar de estar vivendo um momento de "dor-de-cotovelo", mostrou-se encantadoramente sarcástico, inteligente, observador e atencioso. A convivência com a natureza prática e racional de Sydney tirou Adrian de um ciclo de autopiedade e o instigou a fazer algo para mudar sua realidade. Se Adrian Ivashkov já me conquistou nessa fase depressiva, imagine quando estiver em sua melhor forma emocional?

"Percebi de repente que, por mais improvável que fosse, Adrian e eu tínhamos muito em comum. Nós dois vivíamos tolhidos pelas expectativas dos outros. Não fazia diferença se as pessoas esperavam tudo de mim e nada dele. Nós continuávamos iguais, ambos sempre tentando fugir dos limites que os outros tinham definido para nós e sermos donos do próprio nariz."

Sem dúvidas, recomendo Bloodlines! Por ser um spin-off, naturalmente cita alguns fatos do final da série anterior, então quem pretende ler Academia de Vampiros e se incomoda com spoilers, leia antes de Bloodlines. Mas quem quiser começar a ler Bloodlines imediatamente, faça isso sem receios, pois Laços de Sangue traz uma história compreensível por si só, possui ótimos personagens, enredo coerente e que nos envolve cada vez mais, até nos conquistar totalmente!

E o final nos presenteia com muitas respostas e surpresas, satisfazendo nossa curiosidade e trazendo à tona novos fatos, sentimentos e objetivos, prometendo fortes emoções para O Lírio Dourado, o próximo volume da série, que espero ler em breve!!!

Série Bloodlines


1) Bloodlines (2011) - Laços de Sangue (2013)
2) The Golden Lily (2012) - O Lírio Dourado (2013)
3) The Indigo Spell (2013) - O Feitiço Azul (2014)
4) The Fiery Heart (2013) - Coração Ardente (2014)
5) Silver Shadows (2014) - Sombras Prateadas (2015)
6) The Ruby Circle (fevereiro de 2015)

Site da autora

Essa leitura foi uma cortesia da Editora Seguinte.
Aguardamos seus comentários =)
Beijos satisfeitos...

28 comentários

  1. Sua resenha tá bem legal, mas eu não curti o livro. Essa divisão de tipos de vampiro foi estranha pra mim. Eu acho que vampiro é vampiro e ponto! Na série principal será que é assim também?
    Eu gosto de sobrenatural e tinha uma vontadinha de ler a série... mas agora não gostei não. :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Petra!
      Pelos comentários que li da série AV, os tipos de vampiros são os mesmos, para mim isso não causou estranhamento ou confusão, mas gosto é gosto =)
      Beijos!

      Excluir
  2. Tenho que ler esse livro,eu tava correndo dele,pois eu não lembro da metade desses personagens.Amo a série academia de vampiro,e sou apaixonada pelo Adrian(eu vi primeiro tá rsrsrsrs),se você também é apaixonada por ele leia a série,não irá se arrepender.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alessandra!
      Depois de ler Laços de Sangue fiquei mesmo tentada a ler AV pra conhecer a história anterior do Adrian ;)
      Beijos!

      Excluir
  3. Adoro sobrenaturais, e especialmente os vampiros. Mas ainda não tinha lida nada desta autora, que é super bem comentada. Adorei sua resenha, parabéns. Eu gostei da parte da explicação dos tipos de vampiro, a leitura deve ser muito interessante mesmo!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu ainda não li nenhum livro da série AV, mas já gostei da trama de “Laços de Sangue”, que parece ser bem movimentada. Achei bem interessante essa divisão de vampiros, gosto quando os autores dão uma renovada em temas, já bastante utilizados.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Tenho muita curiosidade em ler academia de vampiros e pretendo fazer antes de ler esse spin of!!
    Adoro vampiros e pela sua resenha me parece que vou realmente me apaixonar por essa série!!
    Amei a capa achei muito bonita...
    Bjus

    ResponderExcluir
  6. Oi amiga! Diga que não foi uma delícia conhecer Adrian! Eis aí mais um vampiro para nossa coleção. Foi mesmo uma aventura e tanto e sem enrolação, com muita complexidade e emoção. E esta mitologia de vampiros com alquimistas, muito interessante.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela indicação amiga, foi um prazer fazer essa leitura ♥
      Beijos!!!

      Excluir
  7. Eu tenho admitir q tenho não só um, mas os dois pés atras com as historias sobrenaturais q andam saindo ultimamente... principalmente as q tem vampiros (crepúsculo me traumatizou profundamente). T_T
    Pelo q deu para ver eles usaram o vampiros tradicionais e uns q são meio "blades", nada de muito inventivo ou novo.
    Acho q vou ficar com os meus vampiros tradicionais da Anne Rice e não arriscar.

    ResponderExcluir
  8. Estou no meio da leitura desse livro e to curtindo bastante! <3
    O Adrian ainda não caiu nas minhas graças, mas acho que vai cair logo logo. Ah, como eu amo esses vampirinhos. *-*
    Só espero que tenha mais ação. To sentindo falta disso. :(

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A história ganha bastante movimentação do meio para o final, você vai gostar ;)
      Beijos!!!

      Excluir
  9. não sei se leria nesse momento por conta da minha saturação vampiresca, mas quem sabe no futuro próximo, pois ao que parece é um bom livro, a dica fica anotada, o que mais me anima a ler é que segue a linha de academia de vampiros que ja me falaram que é muito bom! http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Amo esse gênero literário e Richelle é uma das escritoras que ainda não li, mas ouço muito bem e tenho curiosidade em ler.
    Ótima resenha,e estas capas são lindas demais!!

    ResponderExcluir
  11. Primeiramente, essas capas são magníficas! Meu deus!
    Já ouvi falarem muito sobre essa série, e já li A Academia de Vampiros, então você imagina como estou ansiosa pela leitura desses livros, não?
    Sua resenha só me deixou mais ansiosa ainda, rs.
    Beijos,
    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Como nao li a AV fico perdida na resenha, pude perceber que ela tem uma boa criatividade enorme em escrever seus livros. Achei as capas lindas.

    xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jessica
      Como explicado na resenha, não é necessário ler AV para entender Bloodlines ;)
      Beijos!

      Excluir
  13. Adorei esse livro e só posso dizer que a autora é o máximo!!!!! Não há a necessidade de ler Academia de Vampiros para ler essa nova série, pois, existem muitas explicações, mas essas são bem básicas e simplórias... Em Laços de Sangue, o personagem de Adrian aparece arrasado, desmotivado, sem objetivos, a não ser encher a cara. E isso tudo porque sofreu uma grande decepção amorosa. Mas por quê? Sim, ele levou um pé de Rose. Contudo, não sabemos como se deu realmente o relacionamento entre Adrian e Rose, a profundidade dele, suas implicações.... Nesse primeiro volume da série, logo nas primeiras páginas, pudemos inferir quem é o par romântico de Rose, e que par!!!! Hummm...... Dimitri Belikov é realmente um Deus, é tudo de bom, é simplesmente incrível. E, sinceramente, é um sacrilégio deixar de ler Academia de Vampiros, e deixar de se encantar com esse romance. Em Laços de Sangue, logo no início, nos deparamos com os preconceituosos alquimistas, e com a tentativa ferrenha de Sidney em se redimir. Mas, frente aos demais de sua "classe", ela já não é totalmente radical. E por quê? O que a fez abrandar? Isso nós só podemos saber com exatidão se lermos Academia de Vampiros. Ela foi acusada de traição, por ter ajudado vampiros e dampiros em algum momento. É claro que Abe Mazur exerce influência fundamental nessa decisão de Sidney, e tal mistério só fica esclarecido ao final desse primeiro volume. Mas foi em Academia de Vampiros que os preconceitos de Sidney começaram a amainar. Mas deixando de lado a minha propaganda descarada à Academia de Vampiros, e voltando a falar sobre a série Bloodlines e mais especificamente sobre Laços de Sangue, a história já começa nos deixando com algumas pulgas atras da orelha. E por aí vai. Vários questionamentos, vários mistérios, alguns desentendimentos, diversão, aventura, traição, e laços de amizade e amor se formando. A trama tem tudo isso e posso apostar que a coisa só tende a melhorar.... Não vejo a hora de ler o segundo volume.

    ResponderExcluir
  14. Olá querida!

    Também tive essa oportunidade e fiquei encantada com a escrita da autora, pois não tinha lido nada dela!
    Estou apaixonada por Adrian e quero logo ler o segundo!

    Beijinhos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  15. Oi, Elis!

    Não vejo a hora de ler esse livro, adoro vampiros. :) Mas acho que vou me sentir como você, rs, ainda não li Academia de Vampiros, então vou ficar meio perdida.

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, mais eu não fiquei perdida!
      Achei que ficaria, mas correu tudo bem =)
      Beijos!!!

      Excluir
  16. caara, eu sou uma maluca por vampiros, mesmo eu não curtindo quando eles modernizam ou reinventam os seres que já foram inventados, tipo, a merda que fizeram em crepusculo ¬¬ . Mas mesmo assim, essas classificações não me parecem causar grandes mudanças no glamour vampiresco, e se for só isso não deixa de me encantar. Tipo, em The Vampire Diaries, que acorre as classificações entre eles, mas sem tirar muito o foco original de um vampiro tradicional. Fiquei com muita vontade de conhecer a série completa. *--*

    ResponderExcluir
  17. Não li nada da série AV até agora, e pretendo fazer isto antes de ler este livro, assim não fico "boiando" na estória.
    Bjs ROse.

    ResponderExcluir
  18. Preciso ler esse livro, estou querendo ler algo sobre vampiros mas acho que irei ler logo VA, pois tenho medo de não entender o que se passa nessa nova serie !

    ResponderExcluir
  19. Oi!
    Adorei academia de vampiros e nem sabia da série até que uma amiga me disse e agora quero ler para ontem. Se amanha tiver com um preço bom eu compro. Acredita que li tão rápido VA que eu não me lembrava de Jill? Relerei a série XD
    bjs

    ResponderExcluir
  20. Oiii, adoro temas vampirescos, e Academia de Vampiros é uma série muito perfeita, estou com muita vontade de ler essa nova série, acredito que irá aumentar minha paixão por AV. E ameiiiiii essa capa (: Parabéns pela resenha, rica de detalhes. Bjs

    ResponderExcluir
  21. Resenha perfeita <3 Eu comecei a ler, mas ainda não terminei. Meu personagem preferido até agora também é o Adrian *----* Tipo, ainda nao li AC ainda, mas pretendo ler antes do lançamento do filme. Amei a resenha, bjos.

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!