[Resenha] Exodus

Exodus - Julie Bertagna

Exodus - Julie Bertagna
Trilogia Exodus - Livro 01
Sinopse - Farol Literário - 2011 - 343 páginas


Uma distopia nos padrões europeus: com escrita poética de qualidade e muito conteúdo, “Exodus” de Julie Bertagna, superou minhas expectativas!
“O peixe com o anel, o sino, o pássaro e a árvore.
Quando eles se juntarem, A profecia da pedra se cumprirá...”
Entre a Realidade e a Fantasia? Será que as convulsões climáticas na atualidade são ilusórias?

Bertagna encena sua trama numa realidade distópica em 2099, quando uma catástrofe climática de super aquecimento solar derreteu as calotas polares e o nível do mar avançou sobre todos os continentes em uma inundação sem precedentes na história, neste “dilúvio”, aparentemente apenas Wing, a ilha “mais alta” do mundo, ainda mantém seguros alguns sobreviventes, entre eles nossa protagonista, uma jovem inquieta, curiosa e destemida: Mara Bell.

A proximidade com a realidade torna o enredo dramático, envolvente, e muitas vezes inquietante diante das provações de Mara, que não são poucas. Neste ponto trata-se de um livro bemmm descritivo, característica de toda literatura de qualidade, que o digam os estudantes de letras hehehe, não desanimem-se marinheiros de 1ª viagem, quando o “enjoo” da falta de hábito passar, estarão prontos para a incrível aventura, e se deliciarão com a escrita poética e mágica da autora que nos embala e conforta em passagens belíssimas mesmo nas mais caóticas situações:

“A escuridão é absoluta, e as pessoas se amontoam a medida que o breu da noite as envolve olhando de relance as estrelas flamejantes para se tranquilizarem.”

Exodus trata da jornada da heroína Mara Bell, que será a guia de seu povo à um futuro improvável diante da caótica situação que seu mundo enfrenta. É a sua fé em um milagre que a moverá. Portanto, a escolha da autora por uma jornada através das águas, aponta a uma simbologia que irá nos remeter aos sentimentos, à memórias, a mágoas do passado que maculam o presente, a amores perdidos.

As personagens que acompanham Mara na narrativa em 3ª pessoa equivalem-se em intensidade, pois o conflito é permanente, denso e reflete ininterruptas escolhas, portanto temos inúmeras personagens quase palpáveis para dar suporte e polarizar com a protagonista top de linha criada pela genial autora, resultado: diálogos de expressivo conteúdo que nos remetem a várias reflexões sobre sociedade, sustentabilidade, ciência, relacionamentos, inclusão, etc... Em um contexto poderoso. 

Os leitores gradualmente serão encaminhados à descoberta da sensibilidade, do perdão, das origens ancestrais, através dessa menina-mulher, valente, corajosa e audaz, que se lança com voracidade e paixão contra a morte para salvar a vida, que no decorrer da sua jornada nos remeterá sobretudo ao valor e sentido da liberdade.

De uma ilha isolada no oceano a uma fortaleza que guarda os segredos do possível futuro que a humanidade está criando ao ceder excessivos espaços à tecnologia desenfreada e robotizada, onde viver o agora é a única alternativa, Mara se defrontará com o medo, a violência, a escravidão, o descaso, encontrará novos amigos, criará novos laços, conhecerá outras culturas, se verá frente a frente com o passado e, será ela mesma, o polo central de uma antiga mitologia.

Entre o mundo virtual e o mundo real encontrará o “épico” amor – aiiiiiiiiiiii! É tão perfeito e surpreendente que não posso dizer nada, leiam e apaixonem-se, hehehehe. É tão totalmente demais que a Julie Bertagna, que tinha escrito Exodus como um livro único, foi convocada a continuar a jornada de Mara Bell e... rsrsrs teve que escrever Zenith que em breve resenho aqui.

Claro que esse primeiro tomo tem um final fechadinho, afinal não era uma trilogia, então os fãs agonizaram e Julie continuou a história em Zenith que já separei para leitura pois preciiiiiso continuar a saga, duvido que quem leu Exodus aguente ficar sem Zenith, quer saber por que? Leia e me diga hahaha!

Forte, inusitado, sensível, poético... Mágico. 
Uma realidade assustadora que está mais próxima do que imaginamos!
Excelente, maravilhoso, fantástico!
Para quem acredita em milagres.
I believe!

Trilogia Exodus



Exodus (2011) - Zenith (2012) - Aurora (2013)

Essa leitura foi uma cortesia da Farol Literário.
Aguardamos seus comentários! By.:.

16 comentários

  1. Pouxa nunca tinha ouvindo fala desse livro, mais agora depois da resenha que você fez fiquei curiosa pra ler, e o bom e que já tem os 3 livros, entrou na minha lista!
    gostei
    bjs ^^

    ResponderExcluir
  2. Acho a capa de “Exodus”, linda, simplesmente adoro essa combinação de cores. Também achei a trama interessante, gosto quando os autores utilizam temas reais , ou que se aproxima a nossa realidade em suas histórias.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Rosem como vc conseguiu escrever uma resenha tão envolvente?
    todos os elementos foram apresentados tão bem que é impossivel não se apaixonar pela trama...
    eu tenho um pouco de medo de livros assim, dá uma sensação tão grande de realidade que até assusta pensar que nosso mundo pode ficar assim
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Uhhhh, gostei!
    Distopias são bem a minha praia. Nada como uma bela catástrofe natural para animar um pouco as coisas, não é?! kkkk
    Só achei essa historia bem familiar... Esse negocio ta meio "waterworld", não esta não?! o_O

    ResponderExcluir
  5. Estou sabendo à respeito desses livros pela primeira vez e achei a estória bem interessante nos dando uma sensação de realidade na trama. Gosto muito disso, sem falar que a capa dos livros são lindas.

    ResponderExcluir
  6. Oi Rosem. Eu amo uma distopia, mas tava por fora desta história. Achei muito legal por se tratar de um tema super atual. Acho legal quando os autores misturam nossa realidade com a fantasia, sempre fica um que de "parece verdade". As capas da série são lindíssimas.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Me interessei, mas creio que mais pela resenha do que pelo livro, pra variar kkkk

    ResponderExcluir
  8. toda distopia é uma trilogia kkkkkkkkkkk so em saber q tem continuaçao ( acho q so eu amo q tenham varios livros.. embora tenha q esperar pelos proximos volumes! ) e em saber q é uma distopia.. ja me conquistou! acho q esta em moda esse estilo de livro e ainda bem q está!! sou viciada em A seleçao e Jogos Vorazes... preciso ler Divergente ainda.. e esse livro vai entrar para as minhas futuras distopias tambem!
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Nossa Rosem, como sempre com resenhas arrebatadoras.
    Distopia, realidade e fantasia, fé e milagres, já me senti envolvida por essa história.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  10. Sou apaixonada por séries distópicas, e tenho que falar: essa realmente me surpreendeu. É a primeira vez que ouço falar de 'Exodus', mas se for bem analisado, a autora o fez pensando no futuro, que é o que realmente pode acontecer daqui a alguns anos: o aquecimento global derrete as geleiras e aí... bem, você já sabe o resto. O livro (aliás, a trilogia) entrou pra minha lista de leituras!

    ResponderExcluir
  11. Não li esse livro e por enquanto não pretendo ler,não me cativou muito não :/.

    ResponderExcluir
  12. Desde e que vi as capas dessa série meu amor fluiu rapidamente!!
    E saber que se trata de uma distopia que pode se tornar real me assustou um pouco, mas por um lado é bom né podemos nos envolver ainda mais e se sentir totalmente na historia!!
    Preciso depressa conhecer melhor essa série demais!! ♥
    Bjus

    ResponderExcluir
  13. Oi Rosem, parabéns pela resenha. Adoro distopias, ainda mais aquelas muito no beiral da realidade. Não conhecia a série, e parece ser muito interessante. Não curti as capas, mas o conteúdo poético me atraiu (: Bjs.

    ResponderExcluir
  14. Olá Rosem, eu não gosto muito de distopias mas quando o assunto é livro poético, huuuum acho que vale a pena dar uma chance, principalmente por que apesar de ser distópico ele parece nos transmitir muitos valores como o mundo virtual que tem tomado conta da sociedade,a tecnologia cada vez mais avançadas nos fazendo dependentes cada vez mais e então o bacana disso é que la´em 2099 as pessoas só querem viver!!! Outra coisa que me fez ficar fascinada foi o fato de se aproximar bastante coma realidade como você disse é bem descritivo e chamará a atenção dos alunos de Letras, e realmente chamou minha atenção, rsrss. Ótima resenha!!!

    Beijos!!

    meudiariojk.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Nao seri porque mas esse livro pra mim é um tedio, ja li varias resenha todas falando bom do livro porem ainda nao achei graça na historia, espero que quando lelo isso mude.


    xx

    ResponderExcluir
  16. Nunca tinha ouvido falar deste livro também, e não me interessei muito por ele. Não chamou minha atenção infelizmente.

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!