[Resenha] Marcada Para Morrer

Marcada Para Morrer - Kim Harrison
Série Hollows - Livro 01
Sinopse - Editora Pavana - 2014 - 392 páginas


Marcada para Morrer é uma história é ambientada em Hollows, um vilarejo localizado no subúrbio da cidade de Cincinnati, em Ohio. Lá iremos encontrar bruxas, feiticeiros, vamps (vampiros), lóbis (lobisomens), fadas, pixies, demônios e humanos, tolerando-se na medida do possível, já que a desconfiança e a rivalidade entre espécies é enorme.

O enredo desenvolve-se numa realidade alternativa, na qual o homem nunca chegou à Lua, pois todo o desenvolvimento tecnológico que se deu a partir de 1950, foi voltado para as pesquisas de bioengenharia. Mas um acidente laboratorial ocorrido no final da década de 70, libertou uma cadeia letal de DNA, que sofreu mutação e hospedou-se no tomate geneticamente modificado T4Anjo. O vírus mutante, que viria a ser chamado de Anjo, dizimou um quarto da humanidade. Com a humanidade enfraquecida e desorientada, os impercebidos revelaram-se ao mundo e reivindicaram seu espaço.

"A Virada, como veio a ser chamada, começou ao meio-dia com um único pixie e terminou à meia-noite com a humanidade se escondendo embaixo da mesa, tentando aceitar o fato de que vivera ao lado de bruxos, vampiros e lobisomens desde antes do tempo das pirâmides egípcias."

Quarenta anos depois da Virada, encontramos nossa protagonista e bruxa profissional Rachel Morgan insatisfeita com o seu emprego, sentindo-se desvalorizada e subaproveitada pela agência SI (Segurança de Impercebidos), para a qual trabalha. Como caçadora de bruxas, lobisomens, vampiros e outros impercebidos fora da lei, ela é encarregada de prender uma leprechaum sonegadora de imposto de renda, mas ao capturar a criatura (que não declarou um pote de ouro no final do arco-íris), Rachel é subornada com três desejos em troca da libertação da meliante.

"(...) Aceitar desejos de um criminoso era um jeito certeiro de terminar no lado errado do cabo de uma vassoura - mas só se você fosse pega."

Rachel utiliza um dos desejos para conseguir demitir-se da SI, e reparte os outros dois desejos com seus colegas Ivy (uma vampira) e Jenks (um pixie), que também pretendem sair da SI e abrir uma Agência particular com ela. O problema é que Ivy era a melhor funcionária da SI e o chefe das duas fica furioso com Rachel por ela "carregar" a Ivy consigo e coloca sua cabeça a prêmio. Rachel é Marcada para Morrer.

Uau, que leitura!!! Como volume introdutório da série, esse livro foi incrível, apresentando uma gama de seres sobrenaturais, distrinchando alguns de seus poderes e aguçando o meu apetite por mais, desenvolvendo um enredo bem estruturado e cheio de ação, que possui começo, meio e fim, deixando ganchos interessantes a serem explorados nos próximos livros. 

Recentemente descobri que adoro Fantasia Urbana, essa vertente da fantasia onde os seres sobrenaturais convivem (ou lutam) com os seres humanos e as histórias são ambientadas em cidades, muitas vezes metrópoles conhecidas. Normalmente eu tenho dificuldades em imaginar cenários de fantasia sem ter uma referência anterior, e para mim esse "diferencial urbano" facilita na visualização das cenas, conforme vou devorando o livro.

Aqui, a narrativa em primeira pessoa é dinâmica, irônica, humorada e inteligente. Ri demais com a complicada relação entre a Rachel e o transporte coletivo, bem como do pavor que os humanos tem dos tomates! Rachel é uma ótima protagonista, uma caçadora que virou a caça, e precisa desenvolver novas habilidades para sobreviver nesse lado da equação. Ela tem que trabalhar melhor sua magia, fortalecer-se enquanto bruxa e firmar impensáveis alianças pra conseguir escapar dos seres que estão em seu encalço. Rachel é usuária da Magia da Terra, mas seus amuletos, poções e talismãs não serão sufientes para enfrentar a situação. Só que para utilizar feitiços e encantamentos, ela precisará invocar a energia das Linhas de Ley, e não sente segurança nisso, pois quanto mais poderosa a magia, maior o preço que se paga por ela e maiores as possibilidades de corrupção da alma.

"Eu tinha visto amigos demais perderem a capacidade de enxergar claramente de que lado da cerca estava sua magia."

Enquanto a Ivy é puro planejamento, contenção e estratégia, a Rachel é totalmente impulsiva, e por conta disso acaba colocando-se em perigo diversas vezes. Já o pequeno Jenks tem a coragem maior do que a minha e a sua juntas, esse pixie é um defensor ferrenho do jardim, da casa e da Rachel. Embora trabalhe tanto com a Ivy quanto com a Rachel, Jenks tem um carinho maior pela Rachel, a primeira pessoa que enxergou o seu valor e importou-se com a sua família. A relação entre a Rachel e a Ivy tem meandros dignos de atenção, e há muitos outros personagens importantes e fascinantes na trama, tanto amigos quanto inimigos, mas prefiro deixar alguns elementos surpresa a serem revelados durante a leitura.

A sinopse na contracapa anuncia "o melhor que a fantasia urbana e o romance paranormal podem oferecer", e confesso que fiquei plenamente satisfeita e entusiasmada quanto ao quesito fantasia urbana, o potencial da série é mesmo extraordinário! Em relação ao romance paranormal, não houve cenas propriamente românticas nesse primeiro livro, mas a Rachel adora flertar com o perigo e eu diria que fortes possibilidades estão em aberto, espero que uma das três vertentes que imaginei seja seguida pela autora nos próximos volumes, há uma possibilidade chocante, outra picante e uma terceira mais confortável, não tenho dúvidas quanto à minha favorita rsrsrs...

Recomendo passionalmente!!!

Série Hollows


A Série Hollows (também chamada de série Rachel Morgan) já conta com 12 livros publicados no exterior, além de Antologias, Graphic Novels e um Compêndio. Confiram mais detalhes nos links:


Essa leitura foi uma cortesia da Editora Pavana.
Aguardamos seus comentários ;)

Beijos marcados...

29 comentários

  1. oi Elis, tudo bem?
    não foi um livro que me chamou muita a atenção, diferentemente de você a fantasia sobrenatural ja não me atrai mais com tanta enfase
    dá pra perceber o quanto você curtiu e a boa dica de leitura que você deu!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Elis! A Rachel parece ser bem doidinha, mas uma pessoa bem legal. Eu confesso que quando comecei a ler a resenha e vi a lista de criaturas sobrenaturais, fiquei com medo de ser confuso, mas a impressão que você passou, é de que entendeu tudo muito bem, então deve ser tudo bem explicado. A Rachel e seus amigos são bem diferentes e pelo visto a mistura deu certo. E o tomate? Como assim? Mas o que mais me deixou curiosa foram as possibilidades amorosas de Rachel, que você muito danadinha, só deu um vislumbre, não entregou nada. Já queria ler, agora é top da lista de desejados.
    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cida!!
      Realmente não achei confuso, apenas será um pouquinho complexo para quem não está acostumado a leituras sobrenaturais. São muitas criaturas convivendo em Hollows, mas o foco maior desse primeiro livro são a Raquel, a Ivy e o Jenks, respectivamente uma Bruxa, uma Vampira e um Pixie. Acredito que nos outros volumes ela irá explorar mais as outras criaturas, são muitas possibilidades, mas tudo é bem explicado. Beijos!!!

      Excluir
  3. Pára tudo que eu surtei aqui. OI? Primeiro de tudo o que é um pixie? Gente eu fiquei aqui lendo e tipo: tô boiando e muito nessa resenha, num tÕ entendendo nada e li de novo de novo e de novo. Massssssss, vem a coisa mais tosaca que já vi na vida: Um leprechaum que sonega imposto (que diga-se de passagem é um pote de ouro no final do arco-íris) pera, o livro é sério??? hihihi Porque ri litros com essa parte da resenha. Mas no geral eu quero ler, porque sou tão doida quanto doido que soltaram e escreveu esse livro. E como diz minha mãe: pra um doido só outro, eu quero ler!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk o livro é muito louco e divertido, experimente Adriana ;)

      P.S. O Pixie é uma criaturinha mítica, possui um palmo de tamanho mais ou menos, asas de libélula e o poder de detectar qualquer ser sobrenatural que esteja no ambiente disfarçado como humano, também é um detector de feitiços, ameaças e bombas, inimigo natural das fadas e um ótimo aliado da Rachel e da Ivy.

      Excluir
  4. Parece ser bem legal mesmo. Vai para a minha lista!!!! Parabéns pela resenha!
    http://chuvacobertaelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Elis! Eu também adoro fantasia urbana, acho que é mais fácil de acreditar na veracidade das histórias, parece que tudo o que acontece é real, não é? E essa história parece muito louca, esta misturada de seres, não tem como não ficar curioso...
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. eu gosto de livros de fantasia seja o ambiente que for.
    a historia em si achei bem legal e gostei da resenha, só que se fosse levar esse livro para casa pela capa eu nao levaria pq é feinha viu, parece que pegaram uma foto de um cemitério e jogaram a perna de uma mulher calçada com uma bota no canto hhusauh sério mt tenso, mas tirando isso acho que leria,

    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Ainda bem que você leu a resenha então ^^

      Excluir
  7. Oi Elis,
    Ainda não conhecia o livro, mas pela sua resenha ele parece ser bem interessante, principalmente pela salada de seres sobrenaturais existentes na trama. Não sei se vou lê-lo, já que a série possui uma quantidade grande de livros, mas vou continuar acompanhado suas resenhas sobre a série.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Uauuu, que resenha enorme e perfeita! Adorei Elis!
    Eu já estava bem interessada nesse livro desde o lançamento. A sinopse me chamou muita atenção, apesar de eu ter achado essa capa meio mais do mesmo (ok, eu achei feia - rs).
    Me surpreendi com sua resenha, pq eu não esperava que o livro tivesse essa pegada bem humorada. Dei muita risada aqui sozinha e a curiosidade acabou aumentando ainda mais. Espero que os próximos volumes continuem dessa forma.
    Beijocas
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Neyla! Comigo aconteceu o contrário, a capa me chamou a atenção e me levou a ler a sinopse, a partir daí tive certeza de que precisava ler o livro. A história é ótima mesmo, atendeu minhas expectativas e me proporcionou boas risadas. Beijos!!

      Excluir
  9. Que resenha grandona, adorei, tem tantas informações sobre o livro que não resta duvidas que a história é boa. Mas confesso que olhando o livro, eu não o leria, essa capa é totalmente sem graça aos meus olhos :c No entanto, depois dessa resenha incrível, é impossível não querer ler, você falou tao bem do livro que acho que todo mundo que ler sua resenha irá querer conhecer a história. Enfim, eu gostei muito mesmo, só fico me perguntando se essa mistureba de seres sobrenaturais não confunde o leitor, pois li um livro esses dias onde tinha uma grande mistura e acabei ficando um tanto confusa kkkkkk

    Beijos
    Larissa - Srta. Bookaholic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Larissa!!!
      Eu estou acostumada a ler romance sobrenatural/paranormal e fantasia urbana, então não acho estranho várias "espécies" num mesmo enredo, mas a autora não trabalha todos eles na história de uma só vez, sabemos que existem todos esses seres em Hollows, mas o enfoque desse volume são bruxas, vampiros e pixies. Beijos!

      Excluir
  10. Oi, Elis!
    Adoro livro de fantasia e adorei essa história, acho que é o tipo de livro que vou amar.
    Nem sabia do lançamento desse livro e, se vi em algum lugar, não tinha prestado atenção. Mas agora estou louca para lê-lo.
    Só espero que a continuação não demore muito para chegar aqui. Aliás, não tem porque demorar já que pelo que vi no Skoob já está no 13º livro nos EUA.
    Bjs

    www.cladassombras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rosangela! O 13º livro está previsto para setembto/2014 nos EUA. Também espero que as sequências dessa série sejam publicadas rapidamente aqui no Brasil =)

      Excluir
  11. Já ouvi falar desse livro, mas nunca tive a oportunidade de lê-lo, mas vou dar uma chance!
    Beijos
    http://www.gemeasescritoras.com/

    ResponderExcluir
  12. Omg, a sinopse e a capa já me conquistaram. Ai eu leio a sua resenha e fico abismada. Preciso ler esse livro, hahahaha
    Fiquei toda animada, né? Até que eu vi que na verdade são 12 livros (fora os as histórias pequenas). OMG, não aguento esperar tanto tempo para ter eles na mão e conseguir terminar a história :( Odeio quando fazem isso, sou muito ansiosa pra saber logo o que acontecerá, hahaha E pelo visto a história continua, né? Estão prevendo o 13° livro... Assim esses autores acabam com o meu tempo e meu dinheiro :( haha
    Adorei a resenha, ficou muito boa mesmo! Já estou seguindo o blog
    Beijos!

    Amor em Ler | Estou sorteando um Vale Presente de R$ 50,00 lá no meu blog. Que tal você participar aqui?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Wellida!
      Apesar do conflito do primeiro livro ter tido uma solução, aguardo ansiosamente pelas próximas histórias =) Beijos!!!

      Excluir
  13. Olá! Sua resenha ficou muito interessante. Nunca li um livro com essa temática de fantasia urbana, mas gostei bastante desse. Não entendi bem esse medo por causa de um tomate que provocou toda uma guerra, mas é legal ver que os autores estão se diversificando cada vez mais. Ia perguntar sobre os pixies, mas vi que você já explicou num comentário ali em cima. A Rachel parece ser inteligente e bem humorada e, pela resenha, também vou gostar do Jenks. Ainda não sei o que dizer sobre a Ivy.
    Nossa, essa história rende hein? 12 livros?? Apesar da quantidade, vou colocar "Marcada Para Morrer" na lista dos desejados.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Hellen! O "medo do tomate" acontece porque na história, em meados de 1970, um vírus mutante mortal quase dizimou a humanidade, e esse vírus hospedava-se em tomates geneticamente modificados. Por isso todo esse receio humano em relação ao vegetal. A autora criou um enredo bem rico, acho que haverá bastante assunto para ela desenvolver nos próximos volumes =) Beijos!!

      Excluir
  14. Nossa o livro o livro parece muito interessante e divertido, fiquei doida pra ler!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Elis! Ao contrário de você, não curto sobrenatural, com ou sem a existência de um mundo fantástico. Pra eu ler tem que me chamar muito a atenção, o que não foi o caso aqui. Só a capa já me faz torcer o nariz. rs
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  16. Elis, querida, nunca li nada de fantasia. Acho que tenho os pés muito bem plantados no chão e sou resistente quando se trata de leitura. Sempre escolho dramas e romances reais e possíveis, daqueles que acontecem conosco ou à nossa volta. Parece chato, né? rsrs. Principalmente para o leitor que, como vc, se aventura em novas possibilidades...
    Assim como vc, tb preciso visualizar bem o lugar da trama, adoro uma boa descrição da cena e o cenário é fundamental, pra mim. Então uma fantasia urbana chegaria mais perto do que eu contaria como nova possibilidade, sair da minha zona suuuuper confortável, que quase sempre me garante ótimas leituras. Mas não estou engessada e já considero algo diferente.
    Adoro suas resenhas bem detalhadas. Beijo!

    Minha nova resenha, adorarei saber a sua opinião:
    Ler para divertir

    ResponderExcluir
  17. 1° o titulo já mi conquistou
    2° a capa é linda
    3° sobrenatural <3
    4° amei sua resenha o livro parece ser incrível
    12 livros???? uau essa coleção não é fraca não rsrsrs

    ResponderExcluir
  18. Gosto muito de Fantasia Urbana, o livro parece ser ótimo, fiquei doida pra ler!

    ResponderExcluir
  19. Eu vi uma resenha sobre esse livro ontem e pirei preciso muito de um pra mim, a história é muito interessante e tipo eu sou louca por bruxas, a personagem principal é uma bruxa? pronto me colocou no bolso! Eu quero, preciso, necessito pra jáaa!

    Conversas de Alcova

    ResponderExcluir
  20. Quando vi essa capa confesso que achei que seria mais um romance com um lado mais erótico, depois da resenha vi que me enganei e muito, gosto muito de leituras com elementos sobrenaturais, li pouca coisa de Fantasia Urbana e esse livro me deixou com muita vontade de conhecer mais, a quantidade de seres míticos que a autora consegue encaixar no seu enredo é grande e bem variada, me lembrou um pouco a série de TV Grimm, que também mostra vários personagens como os que você citou.
    O medo dos tomates meio que foi uma previsão do que passamos com o preço algum tempo atrás...kk
    Enfim Rachel é o tipo de protagonista que me faz ler uma série mesmo que seja enorme como essa é, 12 livros é muita coisa, imagino a demora para publicar todos no Brasil, Ivy é uma daquelas amigas que parece permanecer ao lado de quem gosta até o fim, ajudando no máximo que pode e Jenks completa o trio de personagens que tem força e fôlego para sustentar uma boa história, tudo foi muito bem pensado e caso eu faça a leitura não tenho a menor dúvida que irei esperar ansiosamente pela sequência e também pelos Graphic Novels.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk ainda bem que o preço do tomate diminuiu, tava mesmo assustador rsrsrs...

      Excluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!