[Resenha] A Missão

A Missão - Patrick Ness

A Missão - Patrick Ness
Trilogia Mundo em Caos - Livro 02
Sinopse - Pandorga - 2012 - 492 páginas


Este é o segundo tomo da fascinante Trilogia Mundo em Caos, Todd e Viola chegam ao destino pretendido, Paraisópolis, apenas para descobrir que uma ameaça ainda maior os obrigará a reunir todas suas forças [oh my God, ainda Maisssss?] para enfrentar uma dura realidade: A cidade foi invadida e tornou-se Nova Prentissburgo, portanto, estarão sob o domínio do Cruel “Presidente Prentiss”.

Se O Motivo (que já resenhei aqui) foi apaixonante, A Missão é arrebatador! Vamos nos contorcer diante da vilania de Prentiss e seus seguidores fanáticos, Todd e Viola estão em absoluto perigo, são separados e seu destino é incerto... Ohhhhh nãoooooo!!!!!!

Sofremos, nos revoltamos, nos contorcemos, clamamos por nossos heróis...

Ness vai pegar pesado, nos propõe uma reflexão sobre o abuso de Poder, aliás é dentro deste universo que o autor nos lança com um desenvolvimento lúdico absolutamente filosófico sobre as artimanhas do poder e da violência, sentimos em nossas entranhas a pulsão da vingança contra as injustiças perpetradas contra inocentes, principalmente crianças e mulheres, e as emoções que nos invadem são assustadoras.

A cidade se curva e nós queremos reagir, no entanto só nos resta devorar as páginas... à beira de um ataque de nervos. Prentiss e Davy superam-se, são realmente detestáveis, ambos detêm uma crueldade repugnante, entretanto, a dualidade de Prentiss bate todos os recordes de cinismo, irg!!!!

Todd e Viola a seu modo vão reagir, mas para tanto, também irão desenterrar uma sombra perversa de seus âmagos para enfrentar os “Monstros” que os mantém cativos, sua única esperança é a força do amor que os une, da liberdade que almejam, pois tudo os quer dividir, colocá-los em dúvida, enfraquecê-los mediante a pior das manipulações: “o medo”, o embuste da traição, a dúvida. Neste sentido nos questionamos diante das situações que a trama nos impõe: quanto de amor e coragem é necessário para resistir à tirania, à mentira, ao engodo? A polaridade estabelecida pelo autor ao nos mostrar os defeitos, dúvidas e fraquezas dos protagonistas, nos causa um efeito ainda maior de identificação com ambos e os tornam possíveis, reais, inspiradores e of course: perfeitos por serem tão imperfeitos, hahaha!

O cenário da trama nos remete aos terrores da 2ª Guerra Mundial: Prentiss e seu exército, os abusos contra determinados grupos, os campos de concentração, a violência desmedida, a lavagem cerebral entre ruído e não ruído, Ness é fenomenal em todos os sentidos, o enredo a cada capítulo fica mais surpreendente, gradualmente insere na trama uma rede dissidente de contraespionagem que usará meios tão sórdidos quanto os dos invasores: a resposta.

Novos personagens, riquíssimos em nuances, serão explorados, tais como: Ledger, a Sra. Coyle, Maddy, Ivan, Lee, uma comunidade de Spackles, e a surreal Angharrad...

Preparem-se para uma catarse de emoções, é indescritível, Ness é um mestre na manipulação emocional, sua escrita nos faz percorrer uma montanha russa de sentimentos que nos desestabiliza, acelera nosso coração, nos arrebata. 

“Eu sou o Círculo. E o Círculo sou Eu.”

Não revelei muito pois a trama é bem específica, e não lhes tirarei o prazer das surpresas que os aguardam nesta sensacional leitura. A narração em 1ª pessoa intercala-se entre o ponto de vista ora de Todd ora de Viola, como no tomo I, mas neste a riqueza dos detalhes enfoca o conflito de emoções das personagens em plena mutação para a vida adulta, e revela momentos de densidade sufocante: “nós somos nossas escolhas”, e nos arrepiamos pela dramática situação a que ambos são expostos, como escolher quando você é “presa” de um sistema que restringe a liberdade de “Ser”?

O final é estonteante a ponto de, se você não tiver em mãos o próximo volume, A Guerra, irá surtar, confie em mim!

Fica a dica: O Motivo e A Missão geralmente estão em superpromoção, A Guerra sempre mais salgadinho, mas vale cada centavo do investimento. É melhor adquirir a Trilogia, é sério, Hehehe! 

Realmente Extraordinário! 

Trilogia Mundo em Caos


O Motivo (2011) * A Missão (2012) * A Guerra (2013)

Essa leitura foi uma cortesia da Editora Pandorga.
Aguardamos seus comentários ;) By.:.

9 comentários

  1. Ah querida, nem acabei lendo toda a resenha, pois só o começo já me fez ficar curiosa com a história! Eu ganhei da minha mãe, faz uns 2 meses, o primeiro livro (O Motivo) e, pelo jeito, tenho mais dois pra comprar e ler, haha Parece realmente o tipo de história que eu gosto e, pela sua resenha, ela só melhora, né? Super ansiosa para ler esses livros.
    Parabéns pela resenha!
    Beijos!

    Amor em Ler
    Estou sorteando um Vale Presente de R$ 50,00 lá no meu blog. Que tal você participar aqui?
    Também está rolando outra promoção, em parceria com vários blogs, onde estaremos sorteando 10 kits contendo livros + mimos. Se quiser saber mais, só clicar aqui.

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho essa trilogia já completa, está na fila de leitura é sempre bom ler mais ma resenha elogiosa sobre livros que vou ler em breve. :)

    ResponderExcluir
  3. Eu já tinha gostado da história desde que vi a resenha de " O motivo". Parece ser uma história muito forte, que te faz pensar. Eu gosto muito de narrativas que se revezam na história, para conhecermos os diferentes pontos de vista.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu ainda nem li ao primeiro livro da trilogia, mas tenho bastante curiosidade, acho que vou curtir a história.

    Beijos, Paradoxo Perfeito

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li nenhum livro da trilogia :(
    Mais quero muito parece ser ótimo *-*

    ResponderExcluir
  6. to conhecendo a trilogia por aqui, espero que fique surpreendida com os enredos
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Como não ficar com vontade de ler com você elogiando tanto o livro?!
    Não é de hoje que vejo o povo falando super bem da série né.
    Espero poder ler.

    Beijo, Van - Blog do Balaio
    balaiodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olha comecei a ler essa resenha e a impressão que tinha era de estar ouvindo um discurso inflamado de um líder político preparando o seu povo para a guerra iminente, tão forte foram as palavras para descrever o quanto você gostou do livro! Se eu tivesse lido apenas a sinopse deixaria passar, mas agora me sinto "convocado" a sofrer junto com cada personagem!

    ResponderExcluir
  9. A trilogia parece ser ótima, fiquei bastante interessada em ler!

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!