[Resenha] Mago Espinho de Prata

Mago - Espinho de Prata - Raymond E. Feist

Mago - Espinho de Prata - Raymond E. Feist
Saga do Mago - Livro 03
Sinopse - Saída de Emergência - 2014 - 416 páginas


O que você seria capaz de fazer por amor? Logo nas primeiras páginas de Espinho de Prata, encontra-se incluso um mapa e nosso coração bate mais forte... sim, estamos de volta à Midkemia, e para que nada fique ao acaso, a Saída de Emergência antecede a narrativa com um resumo dos livros anteriores, seja para relembrar aos fãs os melhores momentos da saga, ou instigar novos adeptos ao fascinante mundo criado por Raymond E. Feist.

Assim afiadinhos com a trama, somos introduzidos em um prólogo sinistro em que uma bruxa é obrigada a interpretar a um Moredhel (Elfo negro), um Sacerdote e um Guerreiro, símbolos que anunciam o momento da realização de uma antiga profecia.

Entrementes Lyam, Arutha e Martin retornam a Rillanon, após um ano de viagens diplomáticas ao reino e Arutha finalmente anuncia seu casamento com Anita, Ehhhh! No entanto, nas sombras, um poder obscuro os observa e, nem em seus sonhos mais bizarros [nem nos nossos], eles podem conceber os horrores que estão prestes a vivenciar... 

Em Krondor, quando Jimmy inesperadamente cruza o caminho de um Falcão Noturno, nos telhados do bairro dos mercadores, também sequer imagina que o alvo do assassino da temida Guilda da Morte é seu estimado amigo Príncipe Arutha, fato que dará inicio a intrigante e envolvente trama para solucionar o grande mistério: Quem desejaria a morte do Príncipe de Krondor e por quê?

Em um estilo diverso dos livros Um (Mago Aprendiz) e Dois (Mago Mestre), Feist concentra 2/3 da trama especificamente nos acontecimentos diretamente ligados a Arutha, Gardan, Laurie [o bardo] e o sensacional Jimmy, personagem que toma a cena e cresce dentro dela com tal desenvoltura, que muitas vezes é como se a narração em 3ª pessoa filtrasse essa densidade tridimensional sob o seu exclusivo ponto de vista, evidente que Jimmy promete muiiiiiiiito para as próximas aventuras da saga, afinal sua ambição é tornar-se Duque de Krondor, é claro que torcemos por ele, impossível não torcer por esse jovem larápio admirável, rei das artimanhas, deduções e estratégias, Mestre da ousadia e coragem.

Aliás só mesmo uma dupla como Arutha e Jimmy para enfrentar vilões que são de arrepiar...
“Havia um ser sobrenatural à solta em seu reino, uma entidade mágica que incutia medo nos sacerdotes de dois dos seus mais poderosos templos.”
Falcões Noturnos, traidores na Guilda dos Zombadores, Exterminadores Negros, Necromancia, Criaturas elementais, como lutar com um poder obscuro e desconhecido? 

Muita ação, lutas sangrentas e tensão, a situação vai ficando cada vez mais tennnnnnsa e culmina com o envenenamento acidental de Anita, no dia em que seria o dia mais feliz de sua vida, choramos junto com Arutha, e com Jimmy que fez tudo para impedir, masssssss... Então eles irão partir em busca do antídoto e, [nós é claro, vamos com eles!] enfrentar mais e mais horrores, magia negríssima, até os Magos Pug e Kulgan estão desnorteados, os Sacerdotes é que acabam segurando a barra, afinal são criações demoníacas.

Mas onde encontra-se a cura para a princesa à beira da morte, o Espinho de Prata?

A resposta demandará uma fuga de Krondor através da floresta negra, desfiladeiros traiçoeiros e, na Abadia de Sarth, um fantástico embate mortal com as forças do mal, onde revelações tanto sobre o Espinho de Prata como sobre a profecia virão à tona. 

Arutha afronta a própria morte para salvar seu grande amor, obcecado afronta a razão, pois o reino está prestes a ser invadido por forças maléficas antigas dos tempos em que Grandes Senhores dos Dragões andavam sobre a terra, forças vinculadas com a Senda das Trevas. Assim será a ajuda élfica que terão de buscar para atravessar as terras dos Moredhel, onde uma armadilha silenciosa os aguarda.

Pug e Kulgan sofrem um ataque quase mortal quando tentam descobrir a natureza do mal que afronta Midkemia e quer destruir Arutha, por isso decidem que Pug deve retornar a Kelewan pois somente no outro mundo descobrirá uma forma de destruir tal força, mas ao atravessar o Portal, Pug enfrentará as consequências do passado, estabelecerá uma conexão com antigos dons e fará descobertas inimagináveis sobre uma antiga raça Élfica, os “Eldar”, e mais uma vez o futuro dos dois mundos estará nas mãos de Pug, o Grande.

Fascinante, surpreendente, envolvente, mágico!

Um dos livros mais eletrizantes que já li, inquietante mas não conseguia parar, Feist é mesmo um Mestre em todos os sentidos, uma leitura extremamente superior a qualquer expectativa.

Extraordinário! Só podia ser: BANG!

Saga do Mago



1) Mago Aprendiz - 2013
2) Mago Mestre - 2014



Essa leitura foi uma cortesia da Saída de Emergência Brasil.
Aguardamos seus comentários =)

10 comentários

  1. Nossa, esta série parece ser muito emocionante. Não pude deixar de lembrar de " O senhor dos Anéis" quando você citou na resenha a raça élfica dos Eldar! Beijos

    ResponderExcluir
  2. Não sou acostumada a ler sagas... mas me parece uma boa essa..

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li nenhum livro dessa série, parece ser ótima, fiquei bastante interessada em ler!

    ResponderExcluir
  4. Não li ainda, mas com toda certeza fiquei com aquele poxa, porque não comprei logo? Essa empolgação toda na resenha me deu uma certa melancolia e voltei a pegar meu Silmarillion enquanto espero o meu primeiro livro dessa série chegar(sim comprei!!!)

    ResponderExcluir
  5. essas coisas de magia não rola comigo :/ ainda não achei um livro com essa temática que me caia bem!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Rosem, ainda não li essa serie, e nao sei se ela me agrada. No momento nao ando muito interessada em fantasia, mas quem sabe no futuro eu nao encare só por desencargo de consciência né? rsrs
    beijos
    No Limite da Leitura

    ResponderExcluir
  7. Oi Rosem ,
    Percebi pelo seu entusiasmo, que o livro possui uma trama com ingredientes capazes de envolver o leitor do inicio ao fim, então talvez no futuro eu me arrisque a lê-lo.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Bom, li a resenha com a mente aberta, mas não entendi patavinas!
    Não li absolutamente nada sobre essa série em lugar algum, o pouco que eu sei vem desse livro que foi lançado recentemente, então estou meio sem comentários sobre ela :/
    Mas percebi que tem uma pegada sobrenatural, então acho que leria com prazer.

    ResponderExcluir
  9. Tenho acompanhado as resenhas deste livro e todas estão dizendo coisas parecidas, em como ele é empolgante e difícil de largar. Quero ler esta saga.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  10. Amei o post! *-* Como eu disse na minha resenha, eu não tinha gostado mt dos dois primeiros volumes, mas ADOREI esse! Achei bem melhor que os dois volumes anteriores e aprendi a gostar muito desse mundo e dos personagens! :D

    Abraços.
    Alex, do Um Bookaholic. <3

    umbookaholic.com | Canal | @umbookaholic: Twitter | Instagram

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!