[Resenha] A Menina mais fria de Coldtown

A Menina mais fria de Coldtown * Holly Black

A Menina mais fria de Coldtown - Holly Black
Sinopse - Novo Conceito - 2014 - 384 páginas


Aventura e romantismo gótico mesclam essa original versão do vampirismo. Ambientado em Sprindfield, o romance YA de Black, nos lança em uma realidade distópica em que os humanos são atacados por uma espécie de virose “resfriado”, altamente contagiosa que obriga aos infectados sua imediata retirada do convívio social por oferecerem risco mortal às pessoas de seu entorno, portanto são enviados para as Coldtowns, cidades fortificadas, como medida de segurança nacional.

É neste cenário que encontramos a protagonista Tana, que ao acordar chapada após uma festa muito louca, descobre que todos seus amigos foram mortos, com exceção de seu "ex" Aidam, que está vivo, entretanto, contaminado. Assim, sair deste covil será a primeira de inúmeras aventuras e desventuras que a valente, íntegra, leal, determinada, teimosa, e - por que não dizer - insana protagonista enfrentará para remediar a encrenca em que se meteu, para tanto contará com a ajuda do misterioso garoto Gavriel, que na verdade é um vampiro de 300 anos, ultra mega sensual, uma tentação... hahaha!

A narrativa intercala-se ora em 1ª pessoa, sob o ponto de vista de Tana, ora em 3ª pessoa, quando nos transporta para uma Europa pós vitoriana e reconta a saga de vampiros ancestrais. Essa manobra da autora nos suspende entre dois mundos, que interligam-se por antigas traições que cobram seu preço no presente.

O caos midiático da atualidade reflete-se das Coldtowns que são como antros de luxúria, promovidos via redes sociais, que levam ao delírio inúmeros jovens que fogem de casa para adentrá-las e viver em uma eterna festa de beleza, luxúria e prazer, só que as coisas não são exatamente como mostra a mídia, pois o brilho é apenas o prelúdio da escuridão.

A trama é fluída, o ritmo é constante, repleto de situação inusitadas, engraçadas, bizarras e surreais. Ação, aventura, dramas mil, romannnnnnce dedilhado a conta-gotas deliciosamente sensual, goticamente mortal, perfeito... épico.

As personagens de Holly são sempre muito doidas, irreverentes, rebeldes, sarcásticas, muito reais, estampando na lata o lado negro de todo adolescente que os pais fingem... ou talvez preferem não ver, na trama essas facetas são exploradas em Aidam, Midnighy, Winter, Pauline, Pearl e Rufus. E principalmente na balada eterna, “of course”.

Como diz Holly Black ao final em anexo, A Menina mais fria de Coldtown foi uma homenagem aos seus autores prediletos, portanto contém informações folclóricas interessantíssimas e a trama, UAU, é surpreendente e impregnante [não conseguimos para de ler], afinal Tana é “a mina”, sua forma de ver e pensar o mundo em que se move, bem como sua fome de sobrevivência nos remete tanto à reflexões sobre o verdadeiro sentido das conexões midiáticas, bem como às escolhas que fazemos e suas consequências. 

Agora “fala sério”, Gavriel é cativante, um verdadeiro Lord e apesar de tudo... apaixonannnnnte.

Para ler e reler... SENSACIONAL e o final Hummmmmm ÉPICO!
Holly Black forever girlies!

Essa leitura foi uma cortesia da Editora Novo Conceito
Aguardamos seus comentários =)

By.:.

12 comentários

  1. Caramba depois dessa resenha toda a dúvida que eu tinha em relação a ler esse livro sumiu, o que eu tenho é certeza de que preciso adentrar no universo criado pela Holly, onde os jovens mostram suas verdadeiras intenções e onde podemos encontrar vampiros de verdade, com muitos anos e que seguem realmente seus instintos.
    A divulgação da Novo Conceito em relação a esse livro foi fantástica, mais um incentivo para motivar os leitores, com tantas surpresas e reviravoltas nem se deve sentir as páginas passando, devemos ficar viciados em saber o que irá acontecer com Tana.
    Gostei do recurso usado mesclando o passado e o presente, trazendo alguns esclarecimentos, enfim só posso dizer que agora fiquei com muita, mais muita vontade de mergulhar de cabeça na personalidade de cada personagem, nas festas, na exploração que a mídia faz e claro em ColdTown.

    ResponderExcluir
  2. Nossa amo história com vampiros, já estava muito interessada nesse livro, agora então depois de ler essa resenha fiquei super ansiosa, estou com ele aqui nas minhas mãos, começo amanhã sem falta, mesmo já estando lendo dois livros no momento.

    ResponderExcluir
  3. Geralmente eu nao leio muitas coisas do gênero, vampiros e afins. Mas já li tantos elogios sobre esse livro q ele ja dispertou meu interesse...
    O enrredo dele eh diferente da maioria dos livros do genero...
    E ainda nao tinha lido sobre o vampiro sensual e cativante!! Me interessou mais ainda... rsrs
    Parabéns pela resenha Elis.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Adorei a sua resenha, quase comprei este livro na Bienal. mas fiquei um pouco em duvida e resolvi esperar, mas depois da sua resenha vejo que não deveria ter esperado k k k, mas assim que surgir oportunidade vou comprar ele. Pareceu ser maravilhoso, fiquei bem interessada !

    ResponderExcluir
  5. Oi Rosem, se eu já estava querendo e muito ler este livro, imagine agora depois de uma resenha tão entusiasmada como esta.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  6. Jesus!!! Eu tinha alguns receios quanto a esse livro quando eu vi o lançamento, achei que era de terror e que seria bem bizarro e nem cogitei começar a ler por causa disso, e agora que eu li a resenha e conheci mais sobre o livro, tenho vontade de me dá uma pancada na cabeça!kkkk É completamente o oposto do que eu achei que era, e parece ser o meu tipo certo de livro!
    Então, obrigada por essa resenha - que me fez abrir os olhos e ver o que eu estava perdendo, porque graças a ela eu pude saber mais sobre o livro, o qual vai imediatamente para a lista dos 'URGENTES'.
    Tomara que seja tudo que promete ser!

    ResponderExcluir
  7. Não estava dando a mínima para esse livro e por isso fiquei extremamente surpresa ao ler a resenha.
    O que mais me chamou a atenção na história foi a personalidade fortíssima da personagem principal. Tão diferente e tão interessante. Parece bem construída, dando uma solidez absurda para a trama.
    Também gosto muito de surpresas e finais bombásticos. Hoje em dia está tudo tão previsível que quando vemos algo diferente, temos que aproveitar.
    Outra coisa que gostei bastante foi a abordagem mais crítica do livro. Acho proveitoso quando a história oferece mais do que puro entretenimento.
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Oiee
    Já estava de olho nesse livro apenas pelo fato de ser da Holly mas depois dessa resenha vi que realmente vale a pena.Que história sensacional,adoro enredos que envolvem vampiros,se for um gostoso melhor ainda.E se o final é épico acho que vou ter que dar aquela espiadinha básica nele antes de começar a leitura,não consigo largar essa mania.
    beijos

    ResponderExcluir
  9. GENTE, PARA O MUNDO QUE QUERO DESCER!
    Tinha visto nas lojas o livro, e até visto posts em blog, mas nunca parei para ler uma resenha, agora que li a sua já estou tento piripaque louca pra ler! É meu tipo de livro! Parece muito interessante, a premissa é super diferente, to morrendo de curiosidade! :O

    http://www.livrologias.com/

    ResponderExcluir
  10. Eu já queria esse livro e agora depois de ler a resenha (primeira que li dele) Quero mais ainda. Nunca li nada da Holly Black, mas sou louca pra começar, até o nome dela chama a minha atenção. E ainda mais com toda essa trama envolvendo inúmeros contextos estranhos, goticismo, distopia, nossa Esse livro encabeça a minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  11. A Holly Black já tem ários liros lançados por aqui e eu ainda não li nenhum deles, acho que esse seria um bom liro para começar a conhecer a autora. Mas depois dessa, quando o médico disser "é só uma virose" vou ficar com o pé atrás. ;)

    ResponderExcluir
  12. Ai Meu Deus Rosem.... eu já estava ansiosa para ler esse livro, mas com uma realidade tão escancarada assim, impossível não querer passar na frente!
    Será minha primeira investida em vampiros após Twilight! Ai céus, espero gostar e não parar de ler como você.
    Beijos
    Chrys Audi
    Blog Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!