[Resenha] Ligeiramente Casados

Ligeiramente Casados - Mary Balogh

Ligeiramente Casados - Mary Balogh
Série Os Bedwyns - Livro 01
Sinopse - Editora Arqueiro - 2014 - 288 páginas


Ligeiramente casados é o 1º volume da Série Os Bedwins, um romance de época que nos conta a história de Aidan Bedwin e Eve Morris, duas pessoas que se conheceram graças à força de uma promessa, se uniram pela força das circunstâncias e se revelaram perfeitos um para o outro, rendidos pela força do amor. É a primeira vez que leio algo da autora Mary Balogh, e posso afirmar que ela me conquistou devagarinho, aos pouquinhos e definitivamente!

O coronel lorde Aidan Bedwin é um homem honrado. Estamos em 1814 e, ao final de uma batalha vitoriosa, onde os ingleses e seus aliados venceram os franceses, ele presenciou os últimos momentos de vida do capitão Morris, e prometera ao oficial agonizante que levaria pessoalmente a notícia da sua morte à irmã dele e a protegeria a qualquer custo, mesmo sem ter noção das proporções que essa promessa tomaria.

Eve Morris é uma mulher bondosa e altruísta. Ela vive no Solar Ringwood, localizado em Oxfordshire, na Inglaterra, propriedade lhe fora deixada em testamento pelo pai por um período de um ano, ocasião em que passará para o seu irmão Percy Morris, se Eve não se casar. Com ela moram sua tia Mari e vários criados, todos eles pessoas que tiveram infortúnios na vida ou cometeram erros que os tornaram indesejáveis para o resto da sociedade. Eve cria também duas crianças órfãs, o menino Davy e a pequena Becky, os quais trata como filhos. Todos vivem em harmonia, até que o coronel Aidan Bedwin traz a notícia da morte do capitão Morris, irmão de Eve.

Assim começa o desespero de Eve, que não pode nem vivenciar seu luto em paz, pois sabe que, por não ter se casado no prazo que está acabando, dentro de poucos dias perderá Ringwood para seu primo Cecil Morris, que não exitará em expulsar a todos o mais rapidamente possível. É por isso que Eve aceita a proposta de casamento de Aidan Bedwin, porque sabe que essa é única forma de manter aqueles a quem ama - e que dependem dela - protegidos e unidos.

O acordo é que eles se casem e depois cada qual siga sua vida, ela administrando Ringwood como sempre fez, e ele retomando a carreira militar. Mas Wulfric - o duque de Bewcastle e irmão mais velho de Aidan - descobre sobre o casamento e "convence" Eve a passar uma temporada em Londres, para ser apresentada à rainha e à toda a sociedade londrina. Com esse empurrãozinho do destino, o casal tem a oportunidade de conviver um pouco mais e a partir daí, eu não digo mais nada rsrsrs...

Eu amo romances de época e estou acompanhando outras duas séries do gênero publicadas pela Editora Arqueiro. Os Bedwins não são tão engraçados como os espirituosos Bridgertons, ou surpreendentes como os excêntricos Hathaways, mas possuem uma graciosidade própria, advinda da dignidade e bondade de caráter de seus personagens. Além disso, o enredo de Ligeiramente casados é totalmente crível, e a ambientação histórica foi muito bem trabalhada pela autora.

Aidan não é um mocinho convencional, daqueles pelo qual suspiramos à primeira página, ele é muito sério, contido e nunca sorri, parece ser destituído de sentimentos, mas começa a nos conquistar a partir do momento em que exala respeito e caráter através das palavras que diz e pelas atitudes que toma.

Eve também é uma mocinha diferente, ela tem suas próprias terras, possui dois filhos adotivos e, apesar de ter tido a educação de uma dama, não é considerada como tal, porque faz parte da burguesia da época, sua herdada fortuna provém das minas de carvão, e sua dignidade é fruto de um trabalho duro na administração de Ringwood.

A princípio, toda a família Bedwin nos parece fria, esnobe e arrogante, com exceção talvez de Alleyne, que é mais falante e cínico. Mas aos poucos, juntamente com a Eve, vamos percebendo que existem seres humanos "reais" por detrás de toda aquela pompa aristocrática e também vulnerabilidades, muito bem ocultadas. Os irmãos Bedwin se revelaram interessantes e o vislumbre dos conflitos internos de alguns deles, já me deixaram ansiosa pelos próximos volumes.

Essa é uma história que conquista o leitor aos pouquinhos e, da mesma forma como o amor entre Aidan e Eve floresce sobre uma base sólida de confiança e respeito, me peguei respeitando a narrativa da Mary Balogh por sua honestidade, consistência e singularidade. Eu não suspirei à primeira página pelo Aidan, mas nas últimas páginas já me encontrava toda apaixonada por ele!!

Série Os Bedwyns


1 - Ligeiramente Casados (2014) - Aidan Bedwyn e Eve Morris
2 - Ligeiramente Maliciosos (2015) - Rannulf Bedwyn e Judith Law
3 - Ligeiramente Escandalosos (2015) - Freyja Bedwyn e Joshua Moore
4 - Ligeiramente Seduzidos (2016) - Morgan Bedwyn e Gervase Ashford
5 - Ligeiramente Pecaminosos (2016) - Alleyne Bedwyn e Rachel York
6 - Ligeiramente Perigosos (2017) - Wulfric Bedwyn e Christine Derrick

Prequels
#1 One Night for Love - Neville Wyatt e Lily Doyle
#2 A Summer to Remember - Lauren Edgeworth e Kit Butler (ligação c/ a Freyja)


Essa leitura foi uma cortesia da Editora Arqueiro.
Aguardamos seus comentários! Beijos...

15 comentários

  1. Elis, pode surtar agora ou daqui a pouco?
    sou apaixonada por estes romances históricos e ja faz um tempo que acompanho o trabalho da Mary no face, com as multiplas divulgações!
    mais uma série pra se apaixonar de primeira!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você vai adorar Thaila, depois que ler me conta ;)
      Beijos!!

      Excluir
  2. É a primeira vez que leio que só se apaixonou pelo mocinho nas últimas páginas. hahaha
    Gostei da forma como o casal se conheceu.
    Ótima resenha! Abraços Elis!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só percebi nas últimas páginas, mas foi um processo lento de conquista rsrsrs...

      Excluir
  3. Adoro romances de época e esse livro me conquistou de cara pela capa.
    A história parece super bem ambientada e coerente. Os personagens também são bons.
    Fiquei com a impressão de que o Aidan tem um "Q" de Mr. Darcy (Orgulho e Preconceiro). Sério, honrado e que, com o tempo, conquista nossos corações.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá!!
    Eu sou apaixonada por romances de época e a série "Os Bridgertons" é, de longe, a minha favorita. Estou lendo "Ligeiramente Casados" e estou adorando. Estou no início ainda, li apenas 100 páginas, mas já deu para sentir que algo está nascendo entre o casal. Estou louca para ler algumas linhas em que o coronel se rende e sorri (só um pouquinho...) rsrsr

    Adorei sua resenha!

    Beijos,
    Amanda
    http://minhasconfissoesfemininas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que curtiu, depois quero ler a sua!
      Bjs...

      Excluir
  5. Os Bedwyn são maravilhosos, amo a série e a autora.

    ResponderExcluir
  6. Amo romances de época, já estava bastante interessada em ler esse livro e agora depois dessa resenha fiquei anda mais ansiosa pra conferi essa história e também fica toda apaixonada por lorde Aidan.

    ResponderExcluir
  7. Primeiro, tenho que dizer que o blog está lindoooooo!!! Faz uns trocentos anos que não passo aqui então fiquei mega surpresa com a cara nova do blog!

    Depois eu sou uma viciada nos romances de banca historicos turbinados com capas lindas e boas traduções da Arqueiro, confesso que ando com o pé atrás com essa nova série por motivos de está lendo tantas séries atualmente que nem sei onde vou parar com isso, mas vou guardar no coração o titulo para aqueles dias nos quais só um romance consola o coração.

    Cheros, Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, mas o bom desses romances de época é que cada livro tem um final fechadinho, então quando bater a vontade, leia sem medo! Que bom que curtiu o novo visual, o seu blog também está lindo! Beijos =)

      Excluir
  8. Oii Elis !
    Tudo bom?
    Bem, eu sou suspeita pra falar de romances de época porque é impossível algum não me agradar! Ainda não li Ligeiramente Casados porque não tive oportunidade de comprar, mas desde que soube do lançamento já fiquei doida por ele ..
    Sério que você acha que Aidan não é "suspirável" desde a primeira página? Eu to suspirando por ele só de ler as resenhas, rsrs! Enfim, eu realmente adorei o rumo que essa história tomou e não vejo a hora de iniciar a leitura, fora que a capa do livro ficou linda .. <3
    Beijos !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No começo eu senti respeito, admiração, ele é bem sério, mas depois me conquistou! Beijos!

      Excluir
  9. Comecei a ler esse livro hoje cedo e já estou quase acabando, estou adorando cada página *-*

    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  10. Oi Elis, só ouço coisas positivas a respeito desse livro e estou morrendo de vontade de lê-lo mas provavelmente vou demorar um pouco para lê-lo pois lerei os 2 primeiros livros( Prequelas) dessa série Bedwyn "Noite de amor" e "Momentos inesquecíveis", que aliás não sei porque a editora arqueiro não os publicou, mas em fim quando pego para ler uma serie eu gosto de começar do começo então me contentarei com o e-book dos 2 primeiros. E a capa dele é linda mesmo, as dos livros publicado em Portugal também são lindas.

    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!