[Resenha] Mago: As Trevas de Sethanon

Mago: As Trevas de Sethanon - Raymond E. Feist

Mago: As Trevas de Sethanon - Raymond E. Feist
Saga do Mago - Livro 04
Sinopse - Saída de Emergência - 2014 - 480 páginas


Com As Trevas de Sethanon chegamos ao fim da tetralogia do Mago, e mais uma vez somos tragados ao mundo fantástico, repleto de aventuras, magia e batalhas épicas de Feist, e sob a temática da luta pelo poder, acompanhamos a inesquecível jornada de três jovens, suas descobertas, perdas e vitórias neste e em outros mundos, para enfim tornarem-se com louvor senhores de seu destino.

A Saga do Mago, teve como inspiração o fabuloso mundo de Midkemia, criado por 14 jogadores de RPG como observamos nos agradecimentos do autor, e logo nas primeiras páginas deste tomo, temos um resumo bem oportuno dos três livros anteriores, já que nos posiciona para o tão esperado desfecho da saga de nossos heróis.

A trama tem início com atividades corriqueiras de uma corte à véspera de um grande festival, entretanto sabemos que uma ameaça coloca em perigo Krondor, ou mais especificamente o Príncipe Arutha jurado de morte por Murmandamus, um poderoso demônio ancestral. Assim ao ser surpreendido por notícias dos falcões negros em Krondor e após mais um atentado contra sua vida, Arutha decide partir para o norte e confrontar seu inimigo, para tanto pede apoio a Martin e Baru, e será acompanhado por Jimmy, Laurie, Roald e Locklear, então senta que lá vem muita aventura...

Reencontros com velhos amigos e inimigos, armadilhas, fugas, confrontos, tensão e Jimmy como sempre causando muiiiito, afinal ele é o estrategista do grupo:

“Durante mais de um ano vira o trapaceiro, o patife, o sedutor, mas agora via alguém que nunca esperara encontrar, o frio e cruel veterano da vida, um jovem que já havia matado e que mataria de novo...”

Seguindo o estilo dos livros anteriores, temos dois núcleos de ação, que intercalam os capítulos entre as façanhas de Arutha, degladiando com elfos negros, trolls, gigantes, goblins, etc... E Pug, que  junto com Tomas, irá desbravar mundos desconhecidos, graças a magia que ambos possuem, a fim de descobrir como salvar Midkemia do inimigo ancestral de mundos. E neste ponto a habilidade de Feist na finalização dos capítulos quase nos faz pular de um para outro, é necessário muiiiiiiiiiiito esforço para resistir a dar aquela espiadinha hahaha!

Surpresas, revelações, reviravoltas, os garotos tornaram-se homens sábios, valentes e poderosos. E Martin... encontra Briana:

“Eu não preciso falar, mas você conhece minha necessidade e meu desejo – ele disse depois de beija-la com grande paixão – Esperei tempo demais por você.”

Por outro lado, os mundos paralelos adentrados magicamente por Pug e Tomas são de uma criatividade ímpar e magníficos, entre o dantesco e o etérico, com uma miscelânea de mitologia grega e nórdica pontuada.

Mais uma vez me encantei, Arutha é meu protagonista prediletíssimo e Jimmy é meu super queridinho, mas gente o falado Guy du Bar Tyra arrassou hein, só mencionado nos outros tomos, neste mostrou por que era tão temido, ele é o “cara”, a batalha em Armengar é sensacional, Guy é “O Senhor da Guerra” que todo rei cobiça hahaha!

Os últimos momentos são repletos de revelações surpreendentes e dois duelos arrebatadores concluem a jornada com maestria, finalizando com aquele gostinho de quero mais... inesquecível. Amei, amei, amei! Afinal se é BANG, é Diversão garantida!

Saga do Mago



1) Mago Aprendiz - 2013
2) Mago Mestre - 2014



Essa leitura foi uma cortesia da Saída de Emergência Brasil.
Aguardamos seus comentários =)

Feliz 2015!

5 comentários

  1. O mundo parece fantástico mesmo. Ainda mais com essa capa, passando essa ideia de cenário. Achei super legal, que foi criado por gamers *-* Vi que tem muitas batalhas e intrigas entre os personagens. Tem muita coisa envolvida em tudo isto, o que fiquei mais ansiosa para ler. E ainda com essa coisa da curiosidade, sobre ver as páginas seguintes :p
    As capas são lindas demais, preciso conhecer a trilogia.
    Abraços Rosem,
    ThayQ.

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li nenhum livro dessa saga, parece ser ótima e cada resenha que leio dos livros me deixa ainda mais interessada em conferi isso tudo que dizem.

    ResponderExcluir
  3. Oi Rosem, não comecei a ler esta série ainda, tenho apenas acompanhado as resenhas que saem. Eu particularmente gosto do tema abordado, e é uma leitura que me interessa.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  4. Oi, Rosem! Oi, Elis!

    Essa série parece ser muito boa mesmo. Tenho acompanhado suas resenhas e gostei do que li. Também quero conhecer o Arutha, que se tornou seu queridinho! :)

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Chego ao fim de mais uma série literária. É uma incrível e fantástica série, ambientada num mundo em tempos medievais. Conta com reis, elfos, anões, dragões e várias outras raças. Também tem outros povos de outros mundos que em algum momento aparecem no cenário. Muitas perguntas foram respondidas, como que quem era o Inimigo, entretanto não responderam quem era o Justo. Ficou em aberto, mas acredito que não teremos mais continuações, este livro termina de fato a série.!!! Adorei a resenha

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!