[Resenha] A transformação de Raven

A transformação de Raven - Sylvain Reynard

A transformação de Raven - Sylvain Reynard
Série Noites em Florença - Livro 01
Sinopse - Editora Arqueiro - 2015 - 448 páginas


Usando como chamariz o casal Emerson, personagens que fizeram extremo sucesso em sua Trilogia O Inferno de Gabriel, Sylvain Reynard, ao nos inserir em sua nova Trilogia Noites em Florença, mantém o clima hot “apimentado”, entretanto surpreende com uma abordagem sobrenatural repleta de ícones que inevitavelmente nos remetem a autores do gênero como Anne Rice e Stephenie  Meyer.

Ambientada em Florença, a narrativa em 3ª pessoa intercala diálogos com descrições coloquiais, é como se estivéssemos realmente acompanhando os protagonistas pelas ruas de Florença, observando “A Primavera”, de Botticelli, na Galleria degli Uffizi, ou a cidade a metros de altura no domo de Brunelleschi, frente a precisão de detalhes e o clima intimista que nos envolve.

“Em pé no alto da torre do Palazzo Vecchio, O príncipe observava a Galleria degli Uffizi. Turistas e moradores da cidade reunidos ali conversam, alguns de mãos dadas. Era possível ouvir música ao longe. Alguns casais dançavam na Piazza della Signoria.”

A trama, a princípio sobre uma antiga vingança que move o co-protagonista William York, o sobrenatural “Príncipe das Sombras” que busca reaver ilustrações da obra “a Divina comédia”, de Botticelli, e destruir seus detentores, gradativamente vai tratar especificamente do romance entre uma humana e um vampiro.

A protagonista Raven Wood, guia o “príncipe de Florença” à jornada do herói, será ele o transformado no final das contas? Na verdade o título é bemmmm simbólico. Raven é uma mocinha fora dos padrões convencionais da literatura no quesito físico, o que a atormenta, entretanto no sentido emocional segue a regra geral, oscila entre o destemor inconsequente à insegurança melancólica; William por sua vez é o príncipe sedutor, linnnnndo “of course” e todo bad boy. Amargurado por uma culpa do passado, carrega no peito um coração “gelado”, será que é porque ele está morto? Opsssssssss! Essa falha trágica dá o tônus aos fatos nada prováveis que desencadearão o começo de um amor impossível.

“ - Cassita vulneratus – sussurou ele, agachando-se ao seu lado.”

Junte-se a isso, uma investigação policial em que a protagonista é a principal suspeita, conspirações vampíricas em busca do poder, uma vampira poderosa que pretende ser a princesa de Florença, fugas espetaculares, embates entre caçadores e vampiros, cenas sensualíssimas com um homem com experiência secular na arte de dar prazer e... diversão garantida!

Recomendadíssimo aos órfãos de Crepúsculo!

“- Raven, nada que diga respeito a mim é seguro. Mas posso dizer que farei tudo que estiver ao meu alcance para só lhe dar prazer”.

William York promete... por hora fiquem com a música que Raven diz ser a cara dele:

Série Noites em Florença




Essa leitura foi uma cortesia da Editora Arqueiro
Aguardamos seus comentários! By.:.

11 comentários

  1. Uau que intenso.
    Adoro livros como esse, ja estou pensando em ler.
    Adoraria sua visita! ;*
    http://bhulago.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Li o livro e amei, talvez porque sou uma órfã de crepusculo, e este livro é um crepusculo com personagens mais maduros. Só sei que gostei demais. Amei sua resenha também.
    Abraços
    Gisela
    Ler para divertir

    ResponderExcluir
  3. Rosem!
    Os livros de vampiros sempre me atraem, adoro esses seres fantásticos maravilhosos!
    E quando tem uma investigação policial e um romance juntos, nem dá para resistir.
    Gostaria de ler esse livro.
    “As pessoas felizes lembram o passado com gratidão, alegram-se com o presente e encaram o futuro sem medo.” (Epicuro)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. AMEI a resenha, to apaixonada pelo livro já, sem mesmo ter comprado! Aliás... vou ver se consigo compar logo pq realmente me interessei na história, ainda não conhecia a escrita do autor(a).*----*

    ResponderExcluir
  5. Estou doida pra ler esse livro, curto muito histórias com vampiros, já estava bastante interessada em ler pelo autor pois gostei muito da Trilogia O Inferno de Gabriel, essa resenha me deixou ainda mais ansiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  6. Morrendo de vontade de ler esse livro porque me apaixonei pela escrita desse autor (ou autora?) desde que li a trilogia O Inferno de Gabriel. Já quero saber o que mais vai acontecer, porque tenho certeza que vou achar tão bom quanto os anteriores.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Eu imaginava uma outra coisa, por isso foi bom ler a resenha, não sei se leria pro agora, mas em um futuro, ja que sei que não vou segurar a ansiedade se ler este e ficar esperando os próximos dois!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Eu definitivamente não sou uma órfã de Crepúsculo, pois nunca quis ler os livros e não me interesso. Mas gosto de história de vampiros, apesar de ter dado um tempo nelas. Mas quando a premissa é boa, a gente abre uma exceção, tipo no caso de A Transformação de Raven. Ainda tenho que ler O Príncipe da Sombras antes desse.

    ResponderExcluir
  9. Hummm.... Sua resenha fez Transformação de Raven entrar para lista dos mais desejados! sou muit fã de fantasia (vampiros especialmente) e estava com saudades de uma nova série sobre o assunto.

    ResponderExcluir
  10. OI! Não li o primeiro, mas acompanhei o sucesso que ele fez, as capaz são lindas e por ser ambientado nesse lugar maravilhoso que é Florença percebo que a trama é conquistadora. Imagino como deve ser essa trama com todo o suspense e sedução do vampiro misturados com cenas sensuais entre os dois. Agora não entendo o porque da busca incansável por essas ilustrações, acho que esse gancho está no primeiro livro. Espero que a mocinha não seja tão fragilizada. Fiquei muito interessada.

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!