[Resenha] Tudo que um geek deve saber

Tudo que um Geek deve Saber - Ethan Gilsdorf

Tudo que um Geek deve Saber - Ethan Gilsdorf
Sinopse - Novo Conceito/Novas Ideias - 2015 - 432 páginas


Quem nunca quis ser outra pessoa? Quem nunca desejou sair numa aventura? Quem nunca se imaginou em outro mundo, num mundo mais fantástico e mágico? Mas... até onde podemos ir com a nossa imaginação? Onde a fantasia acaba e a realidade começa? É possível viver sonhando? Por que queremos ser diferentes? Por que somos atraídos por ficção científica e fantasia?

Não encontrei uma melhor forma de começar essa resenha a não ser perguntando, afinal, “Tudo que um Geek Deve Saber” está repleto de questionamentos que com certeza, todos os geeks e nerds já fizeram para si mesmos, esse é o diferencial do livro, o autor vai narrando suas descobertas ao mesmo tempo em que você vai refletindo.

“Insatisfeitos com caixas eletrônicos e limites de velocidade, experiências mediadas e o tédio de viver nos subúrbios americanos, quem não preferiria tentar a sorte com uma espada enorme contra uma horda de orcs em vez de pagar as contas do cartão de crédito ou procurar um lugar para estacionar?”

O livro começa com o autor (Ethan) contando a sua história, sua paixão por RPG na adolescência e os problemas que enfrentava, ele conta que, quando ficou adulto, deixou de jogar pois queria se concentrar mais no real. Depois de muitos anos, quando Ethan se depara de novo com seus jogos e anotações de RPG, ele se pergunta se o adolescente que ele foi faz falta e se ele deve ou não, voltar ao mundo Geek. No começo Ethan fica meio hesitante, até que ele decide explorar seu passado de fantasia, ou seja, visitar vários lugares, eventos e pessoas que o lembravam de sua adolescência, experimentar um pouco mais de fantasia e ver se ele iria ou não, se tornar novamente um geek.

Esse livro também traz histórias de outras pessoas que tem algum vício, um livro, um filme ou um jogo (talvez mais de um). O objetivo do autor ao entrevistar e contar a história dessas pessoas foi investigar se a fantasia podia influenciar de alguma forma na vida real, se as pessoas abandonaram suas paixões para viver com os pés no chão ou se a vida delas se tornava melhor com o escapismo. Fiquei emocionada com a história de tantas pessoas, algumas me fizeram rir e outras me deixaram pensando: “Vou seguir esse exemplo.”, mas teve outras que viviam de forma tão insana e divertida que me deixaram sem palavras.

“(...) avistei uma mulher envergando um traje de armadura completo e empunhando uma espada. Quando ela saiu em disparada rumo à batalha, seu irmão de armas a empurrava em uma cadeira de rodas. Para mim, ela parecia uma amazona no lombo de um cavalo.”

Minha parte preferida foram os capítulos que falavam de “O Senhor dos Anéis”, coisas medievais e o capítulo da viagem para a Nova Zelândia, ô lugarzinho lindo!

Quando o livro acabou fiquei com uma sensação de vazio, queria ler mais sobre eventos de fantasia, castelos medievais e MMORPG's, eu adoraria que um novo livro fosse escrito, muita coisa aconteceu desde 2009 (o ano que o livro foi escrito), entre elas está o lançamento dos filmes de “O Hobbit”, Comic Con's, novidades da Marvel (filme 2 dos Vingadores no meio desse ano yeah!), entre outras coisas, sem falar nos milhares de geeks que tem histórias para contar!

“Tudo que um Geek Deve Saber” me deixou ainda mais apaixonada pela cultura geek, me ensinou várias coisas sobre o RPG (tive vontade de comprar um kit de RPG assim que acabei de ler haha), me inspirou com histórias reais, alimentou meu sonho de ir para a Nova Zelândia, me fez questionar sobre o mundo e, acima de tudo, me mostrou que com um pouco de imaginação, você pode fazer qualquer coisa.

“A vida não passa de um jogo. Se conhecer as regras, você passa por ela sem problemas.”

Essa leitura foi uma cortesia da Editora Novo Conceito.
Aguardamos seus comentários ;)
Beijos geeks...

15 comentários

  1. Oi Elis! Oi Samantha!

    Cá estou eu, em mais uma das minhas visitas esporádicas. O que falar desse livro que que conheço a pouco tempo, mas já considero tanto? Tudo Que Um Geek Deve Saber foi um achado que a Novo Conceito trouxe e que deveria ser lido por bem mais pessoas, pelo tanto de cosia que ele tem a ensinar. Não esperava achar um livro que amasse tanto a cultura nerd, ao mesmo passo que mostra a visão de um nerd que renega suas origens. Tudo é bem explicado e qualquer leigo passa a entender mais sobre a RPG, Live Actions, MMO, ComicCon e outras siglas e coisas que nunca pensaram em entender e até tinham preconceito. E isso também acontece com o autor, que busca em sua jornada entender se é preciso largar tudo e viver a "vida real", se a vida com "escapismos" não é prejudicial ou se é possível ter as duas coisas e ser feliz (claro, os extremos também são mostrados e são exemplos BEM tristes de ver, na minha opinião).
    A leitura para mim foi tão forte que até hoje seguro a resenha para que não fique só coração, ela precisa de um pouco de mente ou os defeitos do livro serão esquecidos (eles existem, mas a maioria é problema de tradução que só um nerd experiente percebe). Se você que não estava totalmente inserida no contexto do autor, ficou com vontade de conhecer e viver todas essas coisas, imagine o efeito esse livro teve sobre mim que jogo RPG a quase 15 anos, não dispensa bons jogos de tabuleiro ou um MMO Cooperativo?

    Ps. Aproveite bem seu RPG, e qualquer coisa, podem falar comigo ;)

    Saudações,
    Ace Barros
    Capitão do drakkar Interlúdio, navegando pelo Multiverso X
    multiversox.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá!!!

    A jornada épica prometida na sinopse, de fato, foi alcançada,tive o prazer de fazer a leitura desse livro e confesso que não sou fã de jogos de interpretação de papéis, mas em compensação sou admiradora da obra de J. R. R. Tolkien. Intercalando o melhor dos dois mundos, o autor nos mostra o resultado de anos de pesquisa. Entrevistando nerds e geeks, Gilsdorf quer entender o que leva esses grupos tão peculiares a se refugiarem em outros universos, como os games, livros ou filmes. gostei muito desse livro inclusive conheci diversos jogos que ainda não conhecia..

    *--------*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também sou admiradora da obra de J. R. R. Tolkien e concordo com você: o que estava prometido na sinopse foi alcançado!

      Excluir
  3. Olá!
    Lendo sua resenha lembrei na hora do meu irmão que curte muito RPG, eu nunca curtir, mas com a sua resenha fiquei com vontade de ler para poder tirar minhas conclusões..fiquei curiosa, kkk
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Fã Page

    ResponderExcluir
  4. Nossa, curto muito a cultura geek e essa resenha me deixou ainda mais interessada em ler esse livro!

    ResponderExcluir
  5. eu sinceramente não leria por agora, mas quem sabe em um futuro próximo me renda?
    talvez eu amadureça um pouco mais e me abra para novas leituras que sejam diferentes das quais estou acostumada
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Elis! Oi Samantha!
    Eu comecei a ler esse livro, mas não consegui chegar até o final.... não gostei ='(
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  7. Samantha!
    Sou fã também do Senhor dos Anéis e acabo colecionando tudo que acho.
    O livro parece bem interessante, achei que seria algo mais monótono, como um manual do RPG, nem havia me interessado pela leitura e como tenho ele aqui, agora vou dar prioridade na leitura. Obrigada por suas impressões.
    “A felicidade não depende do que nos falta, mas do bom uso do que temos.”(Thomas Hardy)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi! O livro não me atraiu, fiquei até um pouco perdida com os trechos dele e com algumas palavras desse universo que eu não sei o que significa. Não sou nerd, mas gosto muito de ler, porém não curto jogos. Sei, sou um pouco estranha! rsrs Esse livro parece ter tantas palavra diferentes, é bem possível que uma pessoa que não compreendi muitas coisas desse meio fique um pouco perdida.
    Em si a leitura não me atraiu.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. ja ouvir falar desse livro e eu estou doida pra le-lo :) adorei sua resenha!
    tonsdeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Auuunw, parece bem divertido :)
    Não parece nada chato, ahahahahaha, como muitos livros por aí :P


    Gostei muito da resenha, eheheheh.


    beeijos :)
    http://carolhermanas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Poxa, legal essa ideia do autor contar não só a história dele, mas também a de outras pessoas. Até porque todo geek já se achou um pouco estranho, ou já foi taxado assim. Então poder ter conhecimento sobre a história de outros geeks traz um pouco de confiança.

    ResponderExcluir
  12. Antes eu pensava que esse livro tratava de outra coisa e só depois foi descobrir que o autor conta a história dele e de outras pessoas. Entretanto, ainda não é uma leitura que me atrai. Esse eu vou acabar passando.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!