[Resenha] A canção de Alanna

A Canção de Alanna: A Primeira Grande Aventura - Tamora Pierce

A canção de Alanna - Tamora Pierce
Série A canção de Alanna - Livro 01
Sinopse - Editora Única - 2015 - 256 páginas


Alanna e Thom são gêmeos de dez anos, que se encontram num momento determinante de suas vidas: ela está prestes a ser mandada ao convento para aprender magia e ele para um castelo, a fim de se tornar cavaleiro. Mas não é isso que os irmãos querem de verdade... Alanna queria mesmo tornar-se uma cavaleira e Thom adoraria aprender mais sobre magia.

Então Alanna tem a ideia de trocar de lugar com seu irmão, onde ela fingiria ser homem e iria para o castelo e ele iria para o convento tentar convencer as Filhas da Deusa a treiná-lo na magia. Tudo o que precisavam fazer era reescrever as cartas que seu pai enviaria para as escolas, como se ele tivesse dois filhos homens ao invés de um casal.

Antes de tomar uma decisão, eles vão falar com Maude, a curandeira da aldeia que também é responsável pelos dois. Maude lê o fogo em busca de orientação e aceita ajudá-los, partindo no dia seguinte com Thom (em vez de Alanna) para a Cidade dos Deuses, porém não sem antes dizer para Alanna que ela deverá usar seu dom da cura quando necessário, para pagar pelas vidas que tirará no futuro. E assim Alanna (que agora chama-se Alan) parte com Coram para o castelo, no início ele não sabe do plano dos irmãos, depois percebe e fica louco, mas ela consegue convencê-lo a continuar a caminho.

“A Canção de Alanna” é uma história de aventura e fantasia bem juvenil, que possui a narrativa em terceira pessoa leve e fluída, sempre focada no ponto de vista da protagonista. Além do objetivo de Alanna em se tornar cavaleira, o livro não tem um grande conflito central, mas Alanna enfrenta três desafios distintos durante a história. Achei isso bem diferente, os dias foram passando muito rápido, cada um dos três problemas foram solucionados e quando percebi, eu já estava no final do livro querendo mais.

Alanna é muito orgulhosa e não aceita a ajuda de seus amigos para nada, ela me irritou em algumas partes, principalmente por querer fazer tudo sozinha, eu entendi o seu lado, ela queria provar que podia ser tão forte quanto os garotos, mas os amigos dela foram tão legais, que ninguém a julgaria por pedir ajuda. Alanna tem uma personalidade bem forte para uma menina de dez anos e com certeza daria uma ótima cavaleira!

“Alan, parece que você acha que não vamos gostar de você a menos que faça coisas como todo mundo. Você já pensou que talvez a gente goste de você porque é diferente?”

Meu personagem preferido foi George, que apesar de ser um ladrão, foi um amigo super leal para Alanna e a ajudou muito em alguns momentos da história. Confesso que no começo eu desconfiei dele, mas logo passei a enxergar como ele é de verdade. Também gostei muitíssimo de Jonathan, o príncipe, ele é amigo de Alanna (quer dizer... Alan) e a protege logo em seu primeiro dia na escola, Jon também tem uma participação importante no final.

Senti muita falta do Thom (irmão da Alanna) no decorrer do enredo, acho que é porque eu amo ler histórias sobre irmãos, mas ele desapareceu completamente depois que cada um foi para um lado, exceto por uma carta que enviou. Será que nos próximos volumes o Thom aparecerá mais vezes? Espero que sim!

Por incrível que pareça, durante a leitura gostei mais das cenas de magia do que das de luta, achei que a autora caprichou na hora de escrever sobre o dom de Alanna e tudo que aconteceu quando ela o utilizou, as descrições estavam muito boas.

“A Canção de Alanna” acabou sendo uma leitura bem diferente do que eu esperava, pois, mesmo já tendo livros com esse tema (de pessoas que trocam os papéis entre si), a autora conseguiu me surpreender e trazer aspectos originais para a história. Recomendo para os jovens e para quem gosta de aventura, fantasia, magia, espadas e todas essas coisas legais e medievais que eu amo!

Série A canção de Alanna


1. Alanna: The First Adventure (1983) - A canção de Alanna (2015)
2. In the Hand of the Goddess (1984)*
3. The Woman Who Rides Like a Man (1986)*
4. Lioness Rampant (1988)*
*ainda não publicados no Brasil

Song of the Lioness series - Goodreads

Essa leitura foi uma cortesia da Editora Única.
Aguardamos seus comentários! Beijos mágicos...

19 comentários

  1. Olá!
    Ah parece uma história legal mesmo...adorei saber das trocas de papéis...e que tem magia e tal!
    E confesso que fiquei mais interessada na parte do irmão que vai aprender magia, e vc disse que ele foi meio que esquecido na história, snifffff...
    Mas se eu tiver a oportunidade de ler, com certeza vou ler...gosto de livros suaves de aventuras...
    Ótima resenha!
    Lindo fds!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Fã Page

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você tenha oportunidade de ler e goste do livro!
      Muito obrigada!
      Beijos... Samantha Culceag.

      Excluir
  2. A Canção de Alanna parece uma leitura prazerosa, e admito que fiquei curiosa a partir da sua resenha, apesar do livro não ser de um gênero muito lido por mim.
    Um ponto que não gostei, foi neste primeiro livro o irmão de Alanna simplesmente sumir, acharia legal se ele aparecesse mais. Mas quem sabe nos próximos volumes a autora faça isso? Até lá acompanharei as resenhas.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou torcendo para o Thom aparecer mais vezes no próximo volume!
      Beijos... Samantha Culceag.

      Excluir
  3. Oi Samantha...
    O fato de já ter luta e magia já me agrada. Gostei desse lançamento quando saiu, e leria sem dúvidas, ainda mais diante dos elogios ao desenvolvimento da narrativa e personagens.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Nossa, adorei :O
    Eles são antigos mas nem chegaram aqui :/ vou procurar pra ler.

    bjs
    Jess
    @saymybook
    saymybook.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses livros demoraram mesmo para chegar ao Brasil! Mas, antes tarde do que nunca, não é?
      Beijos... Samantha Culceag.

      Excluir
  5. oi flor, eu queria mesmo conhecer uma opinião sobre esse livro, confesso que não me chama a atenção para ler, mas o enredo em si é bem peculiar e consigo ver muuuuuuitas coisas positivas
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Já estava bastante interessada em ler esse livro só pela sinopse, curto muito aventura, fantasia, magia, etc... agora depois de ver essa resenha fiquei ainda mais ansiosa em conferi essa história que parece ser ótima.

    ResponderExcluir
  7. Adorei a ideia desse livro, trocar os papeis estipulados pela sociedade para cada gênero e mostrar que ser menina ou menino não defini nossas potencialidades. Muito massa e quando a narrativa é fluida e te leva par ao final sem que você sinta, significa que o livro funcionou!

    Vai para minha lista!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Pandora!
      Espero que goste!
      Beijos... Samantha Culceag.

      Excluir
  8. Eu olhei pra capa desse livro e não tava dando nada...mas não é que eu adorei a história?! Gosto demais desses livros onde tem personagens que trocam de papéis, acho super divertido ^^ e o fato de ter lutas, fantasia, magia! Só me incitou mais.

    =*

    ResponderExcluir
  9. Sam!
    É por isso que gosto dos livros infanto juvenis, eles nos levam por aventuras inimagináveis, nos fazem voltar ao fulgor da adolescência e apreciar uma boa leitura.
    que livro espetacular e que bom que é uma série, adorei!
    “Aquilo que se faz por amor está sempre além do bem e do mal.”(Friedrich Nietzsche)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amo essas aventuras inimagináveis, por isso vivo lendo fantasia haha!
      Beijos... Samantha Culceag.

      Excluir
  10. Amoreeeeeee, eu queria muito saber mais sobre este livro.

    Como não sou fã de fantasia, eu tenho necessidade de saber opiniões de quem leu. E de preferência de pessoas que eu confie no gosto e na opinião.

    A primeira vista, o que me chamou atenção foi a capa, achei lindinha demais.

    Quanto ao livro em si, adorei saber da força da Alanna e de como ela é de alguma forma diferente das protagonistas femininas normais. E seu irmão tem lá seu charme.

    E gostei muito também de saber sobre o ladrão gente fina, rsrs. Adoro anti-heróis.

    Amei a resenha e me tirou todas as dúvidas em relação ao livro!!!!

    Bjkssss

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também adorei essa capa!
      Como não amar anti-heróis? Eles são os melhores!
      Beijos... Samantha Culceag.

      Excluir
  11. Ah eu não gostei muito não. Você falou que é bem juvenil, não sei se combina muito comigo. Mas não deixo de parabenizar a resenha, como sempre, minha flor.
    Beijos, http://bhulago.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Olá Samantha,

    Gostei da história, parece ser uma leitura bem leve e prazerosa.

    Gosto muito de cavaleiros e entendo pq a Alanna escolheu esse caminho.

    Abraço

    ResponderExcluir
  13. oii
    Adoro livro que trata tbm de mágia. A leitura dele parece ser leve e envolvente. Fiquei curiosa para saber como ela escondeu na escola que na verdade era menina.

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!