[Resenha] Alice no País das Armadilhas

Alice no País das Armadilhas - Mainak Dhar

Alice no País das Armadilhas - Mainak Dhar
Série Alice no País das Armadilhas - Livro 01
Sinopse - Editora Única - 2015 - 256 páginas


Alice é uma jovem que vive no País das Armadilhas, o local da antiga Nova Déli, na Índia, e que agora é uma terra tomada por Mordedores, mortos que voltam à vida devido a um vírus que os transformam. Os humanos caçam os Mordedores pois acreditam ser a única forma de se manterem vivos, mas tudo muda quando Alice segue um Mordedor até um túnel subterrâneo e descobre que eles não são exatamente como imaginava.

Alice começa a perceber que toda a guerra que acontece desde antes dela nascer, poderia ter sido evitada com a cura para o vírus que contaminou grande parte da população, essa cura foi criada, mas os humanos estavam tão ocupados guerreando entre si, que não fizeram nada para impedir a doença de se espalhar.

É difícil para Alice aceitar que os humanos são os verdadeiros culpados por tudo, mais difícil ainda convencer amigos e familiares de que ela está certa, ainda mais tendo que lutar contra Zeus, uma organização poderosa que mata os Mordedores e só está interessada no poder. Alice enfrentará muitas dificuldades em seu caminho.

“Por toda sua vida, os Mordedores tinham sido os bichos-papões da história, os monstros dos nossos pesadelos, aqueles que surgiam dos mortos para se voltar contra os humanos. Para Alice, era impossível assimilar a possibilidade de que os humanos tinham sido os responsáveis por começar tudo isso.”

Alice é uma personagem bem forte, experiente e inteligente, mas não consegui me sentir muito ligada à ela, gostaria que a narrativa tivesse sido em primeira pessoa para conhecer mais os seus pensamentos.

A mensagem passada ao leitor é interessante, de que os humanos julgam as coisas e as pessoas antes de conhecê-las, mas é revelada logo de cara e em diversos momentos da história o autor volta a esse ponto, o que ficou um pouco chato. Seria interessante se o leitor fosse captando a lição aos poucos.

O livro é bem dinâmico e tem várias lutas, gostei da forma como o autor colocou as surpresas no enredo, outra coisa legal é a forma encontrada pelos personagens de contarem a verdade sobre os Mordedores para as pessoas, os planos deles são bons, assim como suas estratégias de luta.

O final do livro é chocante e inesperado, não foi nada do que eu pensei que seria, descobri após o fim da leitura que a história faz parte de uma série composta de sete volumes, então ainda tem muita coisa para acontecer. Existe um fechamento neste volume, mas ficam alguns mistérios em aberto.

Mesmo tendo esse nome, “Alice no País das Armadilhas” é super original e passa bem longe de ser uma cópia futurista do livro de Lewis Caroll, na verdade, a ligação entre as duas histórias é pequena, mas deu um toque a mais para a trama. Recomendo para quem gosta de distopias, ação, zumbis e rebeldes lutando contra um governo poderoso.

Alice in Deadland series - Goodreads


Essa leitura foi uma cortesia da Editora Única.
Aguardamos seus comentários! Beijos... 

17 comentários

  1. Esta historia vista por outro ponto de vista e uma diferença bem interessante .

    ResponderExcluir
  2. Falou em Zumbis e Mordedores, já chamou a minha atenção rsrs. Adoro esses tipos de histórias e o nome desse livro é bem convidativo, uma boa jogada. Nunca o tinha visto e já gostei muito devido a sua resenha. Vamos ver se cabe na minha lista enormee haha.
    Abs!
    http://ohqueridavalentina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Sem palavras para definir esta capa que, assim como a história, não pode ser conceituada como decepcionante, nunca. Alice no País das Armadilhas me envolveu desde o começo com sua proposta distópica, um mondo, o nosso atual, dizimado há 15 anos e conhecido como um conto de fadas foi encantador para mim. Os zumbis me deixaram com um pé atrás, mas logo me acostumei e embarquei de vez na leitura da resenha, encantadora.

    ResponderExcluir
  4. eu gosto muito da proposta de recontos, e acho interessante a editora ter trazido isso ao país e com a associação a temas mais tenebrosos que tem feito bastante sucesso por aqui
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Amo a Alice e esse livro, ainda falando sobre zumbi e uma historia totalmente diferente da original, me interessei muito, muito boa a resenha e com certeza esse livro da minha lista de quero ler
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá Samantha, tudo bem?
    Acabei de ler uma resenha desse livro em outro blog, mas o lado bom de ler várias resenhas de um mesmo livro, é exatamente os detalhes que percebemos a mais para que o interesse na leitura possa aumentar ou diminuir.
    Eu acho a capa desse livro linda demais... completamente apaixonada por ela... tem um que bem sombrio que mexe com o imaginário do leitor e com toda certeza mexeu com o meu. Adorei a premissa da história... fiquei imaginando como se dá com os mordedores... e como Alice consegue passar por todas essas aventuras... quando você disse que tem distopia e zumbis, devo confessar que o meu interesse aumentou consideravelmente, adorei tudo que li aqui.
    Parabéns pela excelente resenha. Xero!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Estou doida pra ler esse livro, curto muito distopias, ação e zumbis e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais curiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  8. Desde que vi esse livro entre os lançamentos, fiquei interessada, pois gosto muito de histórias relacionadas a Alice no País das Maravilhas e por esse motivo pretendo ler esse livro.
    Sua resenha está muito boa e pretendo ler Alice no País das Armadilhas em breve.

    ResponderExcluir
  9. Nossa, eu sou apaixonada por histórias de zumbis, no caso, mordedores!
    Fiquei muito interessada em ler este livro, acho que será uma história bastante envolvente, principalmente baseada na resenha.
    Posso contar nos dedos quais foram as personagens principais que me cativaram, elas são raríssimas, geralmente me apaixono por outros personagens.
    Realmente, as pessoas julgam muito o que parece ser, e muitas vezes, julgam de forma equivocada, e como bem disse a Samantha, esta deve ser mesmo uma das lições do livro!

    Amei a dica!

    ResponderExcluir
  10. Eu gostei da resenha, da mensagem que o livro passa, acho importantíssimo. Principalmente em tempos de extremismos como esse. Só me desanimei de saber ser uma longa saga...

    ResponderExcluir
  11. Sam!
    Confesso que tinha uma impressão totalmente do livro.
    Achei que seria apenas mais uma releitura do original, mas pelo visto é muito mais vibrante e tenso.
    Já queria ler e agora quero ainda mais.
    “Os covardes morrem várias vezes antes da sua morte, mas o homem corajoso experimenta a morte apenas uma vez.”(William Shakespeare)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  12. Quando vi a capa desse livro, achei que se tratava da antiga história que todos conhecem. Agora lendo sua resenha vejo que é totalmente diferente e me despertou curiosidade. Claro que vou querer ler o livro.

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    O título então engana...pois pensei uma coisa e é outra...interessante...rsrsrs...
    Mas não curto muito esse tipo de leitura...mas se tivesse a oportunidade leria sim.
    Parabéns pela resenha!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  14. Oie
    Eu não gosto nada de zumbis mas gosto bastante da Alice,e mesmo não sendo uma copia nem nada parecido esse toque foi o que me chamou a atenção para o livro,além dessa capa linda,claro.Eu estou bem curiosa com essa obra distópica e não sabia que haviam mais tantos outros livros,pelo menos o final desse fica fechado.Com certeza é algo bem original e espero que mais livros do escritor sejam publicados por aqui.

    ResponderExcluir
  15. Samantha, preciso confessar que foram preciso algumas resenha, para entender que há poucas semelhanças com "Alice no Pais das Maravilhas", sem contar que achava o nome do livro o mesmo, demorei para me tocar que não é Maravilhas e sim Armadilhas kkkk. Mas depois da diferença, comecei a vê-lo com outros olhos e sucessivamente acabei gostando dele. Espero poder lê-lo em breve (pelo menos quando adiantar parte de minhas leituras atrasadas kk).

    Bjsss

    ResponderExcluir
  16. Amei amei amei a capa desse livro, quero ler esse livro pois fala de zumbis e tem ação envolvida na história, e sem contar que é uma releitura bem diferente de Alice no País das Maravilhas.

    ResponderExcluir
  17. Nao sou fã da historia da Alice, mas esse ta mtooo legal.
    Acho que deixou ele mto macabro e o titulo ainda nos deixa bem curiosos de como sera o livro.
    Alice no país das armadilhas conseguiu realmente despertar a curiosidade de mtas gente que gosto do contos de fada e ainda com um toque desses zumbis nojento, que eu nao gosto, hehe.
    Realmente parece impossivel unir os dois, mas Mainak parece ser desses que gostam de surpreender.
    A capa está mtoo linda!
    Beijos

    ♥ Blog Livros e Sushi ♥
    https://livrosesushi.wordpress.com/

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!