[Resenha] A História dos Judeus

A História dos Judeus - Simon Schama

A História dos Judeus - Simon Schama
À Procura das Palavras, de 1000 a.C. a 1492
Sinopse - Companhia das Letras - 2015 - 536 páginas


Simon Schama com uma habilidade ímpar de entretecer história e mito, nos seduz e instiga a mergulhar no mais profundo da natureza humana por meio da saga do povo judeu: a cultura, dogmas, ciência, arte, poesia, coragem, resistência e persistência, que no decorrer da história geraram tantas perseguições e êxodos; irremediavelmente nos faz refletir sob o que consiste o cerne da civilização.

Um autor brilhante, uma obra magnífica...

Já no prólogo o autor nos relata com deliciosa pessoalidade, que o livro trata-se de um antigo projeto que tomou forma após 40 anos de espera, ou seja um sonho realizado, talvez seja esse o motivo de uma escrita tão apaixonada e fascinante.

Seis mapas nos situam em espaços bíblicos, ocupações na Arábia e península Ibérica, Sinagogas na Europa, massacres e expulsões na cristandade medieval; Ilustrações de artefatos arqueológicos que documentam os relatos intercalam-se a obras de arte: Arquitetura, esculturas e belíssimas iluminuras.



Na parte I, "Papiro, cacos de cerâmica, pergaminho", iniciamos nossa jornada ao lado de um soldado judeu “Shelomam” há 2500 anos, em 475 a.C. no Egito:

“ No princípio – não no princípio imaginado de patriarcas e profetas, e decerto não no princípio de todo o universo, apenas no princípio documentado dos judeus comuns -, nesse princípio, um pai e uma mãe estavam preocupados com seu filho.”

Partimos de uma carta encontrada em uma escavação à Jerusalém em plena reconstrução do templo destruído por Nabucodonosor e o posterior confronto com os romanos. Neste sentido, Schama entrelaça história e mitologia bíblica equiparando-as, fundamentando ou desconstruindo, ora nos impressionando, ora nos emocionando.

Desde o início somos fisgados por esse fascinante mestre das palavras e sob o domínio dessas poderosas palavras, ele nos conduz à metafísica da parte II em "Mosaico, pergaminho, papel", onde descobertas arqueológicas em 1933 nos lançam de volta a um novo passeio de 240 a 1492 d.C. entre sábios, generais, filósofos, poetas, astrólogos, artesãos, comerciantes, pais, mães e filhos que serão confrontados pela ocupação árabe, a realeza, os cristãos, as cruzadas e o terror da Inquisição espanhola.

“ Não há termos, não há palavras,
nenhuma voz que dele se ouça,
e por toda terra sua linha aparece.
E aos confins do mundo a sua linguagem.”
(Salmo 19, 5)

A narrativa de Schama é uma experiencia indizível, impressionante, inquietante, é como se ele estivesse ao nosso lado nos contando ao pé do ouvido, rimos com ele, nos revoltamos, refletimos e nos comovemos com a delicadeza com que ele toca seu objeto de estudo, homens, mulheres e crianças reais.

Uma leitura apaixonante, inesquecível... Transformadora!  

Essa leitura foi uma cortesia da Companhia das Letras.
Aguardamos seus comentários! By.:.
Obs: Esse projeto de Simon Schama terá um segundo volume e uma série da BBC com 5 capítulos.

17 comentários

  1. acho super interessante esses livros que recontam periodos históricos, trabalhando a fé, os judeus foram um povo tão oprimido por suas crenças
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Sua resenha está muito boa, não conhecia esse livro, mas parece ser muito bom, bem interessante conhecer um pouco mais sobre os judeus, e como não tenho muito conhecimento sobre, acho que será interessante eu ler esse livro.

    ResponderExcluir
  3. Oiii!
    Você descreveu a obra de um jeito tão apaixonante que fiquei curiosa para ler.
    Vai ser bem interessante entrar mais a fundo na história dos judeus e os conhecer melhor.
    Adorei a sua resenha <3
    Bjss!

    ResponderExcluir
  4. Amo livros que expandi o conhecimento das religiões e de suas historias com certeza vou ler esse livro
    Parabéns pela sua resenha
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Rosem!
    Fascinada por querer conhecer a história dos povos antigos e por gostar de mitologia, a leitura desse livro é essencial para meu conhecimento.
    Saber mais sobre os povos bíblicos e os judeus que foram tão hostilizados.
    “Não devemos permitir que alguém saia da nossa presença sem se sentir melhor e mais feliz.” (Madre Teresa de Calcutá)
    heirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  6. Rosem, fiquei impressionado com os incríveis 40 anos de "luta" para escrever este livro. A História dos Judeus não foi uma surpresa imensa, mas gostei bastante de saber um pouco mais da premissa que o autor passara com este livro. Curti os mapas, as imagens e, claro, a história.

    ResponderExcluir
  7. Hello!
    Esse livro é uma inspiração para gente ir atrás dos nossos sonhos, após 40 anos de espera ele finalmente conseguiu!
    Não conhecia o livro A História dos Judeus e está sendo uma surpresa.
    Com tantos elogios a narrativa de Schama, com certeza desperta o nosso interesse.
    Eu quase cursei Historia na faculdade, passei e tudo, mas infelizmente nao pude iniciar, mas a minha paixão por história nao morreu, vou procurar mais sobre o livro com certeza.
    Beijos

    ♥ Blog Livros e Sushi ♥
    https://livrosesushi.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Boa noite!
    Ótima resenha!
    Acho super interessante livros que falam sobre algo real!
    E o povo Judeu sempre tão massacrado né?
    Adoraria ler esse livro e saber um pouco mais deles!
    E nada como não desisti dos nossos sonhos! Sempre vale a pena!
    Ótima semana!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  9. Curto muito história de povos antigos e sobre o povo judeu sei muito pouco, essa resenha me deixou super interessada em ler esse livro que parece ser maravilhoso.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Rosem
    Só de saber que autor demorou anos para realizar o sonho, imagino o quanto a obra deve ter sido minuciosamente planejada e deve estar perfeita. Me interessei muito pelo livro, principalmente pelos elogios. Claro que leria! Adorei a resenha!

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Nossa, parece ser uma grande de um imenso valor cultural! Sempre fui apaixonada por História, fiquei bem curiosa pra ler!

    ResponderExcluir
  12. Oi Rosem :D
    Confesso que o livro não é meu tipo de leitura, mas por falar dos judeus eu fiquei interessada, pelo tempo em que a obra foi produzia, ela deve ser bem detalhada, o que me deixa animada. Já o coloquei na lista de desejados!
    Bj
    Visite: Passeando com os livros

    ResponderExcluir
  13. Oi, não gosto de livros que falam sobre religião mas sua resenha foi ótima bjs.

    ResponderExcluir
  14. Eu amo conhecer as culturas de outros povos, gosto de saber, de conhecer, mas, confesso que não sou fã de História, me interessei pela resenha quando você fala sobre a cultura, os dogmas, as perseguições, gosto muito de saber sobre isso, me interessa demais.
    Esta não é o meu estilo preferido de livros, mas, é muito bom saber mais e mais, e quando conhecemos o desconhecido, julgamos menos.
    Sua resenha apaixonada nos faz querer lê-lo.
    Parabéns!

    Beijos,
    Andreza Silva Souza

    ResponderExcluir
  15. Olha Rosem, para ser sincera, não curto esse tipo de leitura; se não me engano li algo sobre o Egito há muito tempo atrás, mas nem me lembro mais( kk). Não sei explicar porque estes tipos de livros não me chaman atenção, mas também não posso afirmar que nunca lerei, quem sabe?????
    Amei a resenha.

    Bjss

    ResponderExcluir
  16. Oie
    É um livro meio grande né,mas que eu teria o enorme prazer de ler.Adoro descobrir mais sobre culturas e lugares ainda mais se o autor tiver uma narrativa envolvente e fluida como ele.E livros ilustrados são tudo de bom,torna ainda mais vivo aquilo que estamos lendo.Com certeza quero ler.

    ResponderExcluir
  17. Gostei bastante desse livro, mesmo não sendo um gênero que costumo ler muito, daria uma chance para ele sem dúvida. Pois fala de povos antigos e gosto de aprender mais sobre as histórias deles.

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!