[Resenha] O Último dos Canalhas

O Último dos Canalhas - Loretta Chase

O Último dos Canalhas - Loretta Chase
Série Canalhas - Livro 04
Sinopse - Editora Arqueiro - 2015 - 304 páginas


"O Último dos Canalhas" é um romance de época pertencente à Série Scoundrels ("Canalhas"). Seus acontecimentos são posteriores aos do livro "O Príncipe dos Canalhas" (resenha aqui), contudo essa história pode ser lida de maneira independente, até porque o casal protagonista é outro: Vere e Lydia.

Vere Mallory não imaginava que um dia se tornaria um duque, sendo o último nome na longa linha de sucessão ao título da família. Ele sempre viveu uma vida de liberdade e devassidão, mas após a morte do tio, o 4º duque de Ainswood, acabou testemunhando a morte de todos os seus parentes do sexo masculino, quando num intervalo de 10 anos, um a um, todos faleceram. Já no prólogo, tomamos conhecimento dessa trágica história, e confesso que fiquei comovida com o sofrimento de Vere. Só que, a partir de então, o novo duque fechou o coração, anulou seus sentimentos e vestiu uma máscara de perfeito patife, mostrando-se a todos como um bêbado inconsequente, libertino e cafajeste, até conhecer uma certa "dama' nada convencional que viria a chacoalhar toda a sua vida...

" O desejo o devastava, estraçalhando o orgulho e toda uma vida de cinismo acumulado. (...) Ao fitar o rosto lindo e arrogante, ele começou a entender, quisesse ou não, porque sentia aquelas pontadas no coração."

Lydia Grenville é uma mulher irreverente, inteligente e à frente de seu tempo. Além de escrever uma coluna de crônicas na Revista Angus, secretamente também é a autora do romance "A Rosa de Tebas" - uma aventura contada em fascículos que vêm agitando a sociedade londrina - e se envolve pessoalmente nas causas que acredita, sendo uma defensora das mulheres e dos oprimidos que passam necessidade no submundo de Londres. Ela não teve uma vida fácil, viveu uma infância conturbada e chegou até a residir um período na prisão ao lado do pai e da irmã, quando ele foi condenado por dívidas. Mesmo aos treze anos, quando sua guarda passou para o tio-avô e sua esposa, Lydia não conheceu um lar tradicional, já que os tios não "esquentavam cadeira" em lugar algum. Mas ela nunca se deixou abater e através dificuldades cultivou uma força enorme dentro de si, que agora utiliza à favor dos mais fracos.

" A vida não era nenhum conto de fadas. Na vida real, Londres assumia o lugar do palácio de sua imaginação romântica juvenil. As mulheres e crianças esquecidas eram suas irmãs e sua prole, e toda a família de que ela precisava."

Foi justamente durante uma das "missões" de Lydia que ela e Vere se encontraram pela primeira vez, numa situação tumultuada, de ânimos exaltados, que terminou com Vere golpeado no queixo, no orgulho e no coração. Lydia e Vere seriam um par improvável: ele representa tudo o que ela abomina na aristocracia, ela não está interessada em romance (nem em casamento!!!) e por outro lado, ele não deseja envolver-se verdadeiramente com ninguém. Só que a magia dessa história consiste justamente na capacidade da autora de transformar duas pessoas tão opostas em pares perfeitos um para o outro. Foi uma delícia acompanhar a trajetória de Lydia e Vere, desde os xingamentos, agressões e desaforos, passando pelo desejo, o fogo e a necessidade, para finalmente chegar ao afeto, confiança e ao verdadeiro amor.

Os personagens coadjuvantes que compõem esse enredo também são dignos de nota, humanos ou não (a cadela Susan é uma figura!), todos contribuem consistentemente para uma história rica e bem contada. Adorei a participação dos personagens de "O Príncipe dos Canalhas" na trama, foi muito legal rever Jessica e lorde Dain em ação, às vezes personagens antigos retornam apenas como figuração, mas neste livro eles tiveram mesmo um grande papel. E quem diria que eu pudesse vir a gostar de Trent, o "famigerado" irmão de Jéssica? Elizabeth e Emily (as primas de Vere) também tiveram uma interessante participação na história, assim como Jaynes (o valete de Vere) e Tamsin (a dama de companhia de Lydia).

Não quero contar os detalhes do enredo para não tirar o prazer de suas descobertas, mas posso dizer que além de um romance divertido, inteligente e quente, essa história possui toques de mistério, investigação, aventura e ação, mudanças de cenário e reviravoltas que não deixam o leitor desgrudar os olhos das páginas. Adorei e recomendo passionalmente!

Série "Canalhas"


1. The Lion's Daughter*
2. Captives of the Night*
3.5 The Mad Earl's Bride*
*ainda não publicados no Brasil


3. Lord of Scoundrels - O Príncipe dos Canalhas (2015)
4. The Last Hellion - O Último dos Canalhas (2015)

(Histórias levemente ligadas, que podem ser lidas de forma independente)

Essa leitura foi uma cortesia da Editora Arqueiro.
Aguardamos seus comentários! Beijos...

18 comentários

  1. Olá!
    Bom dia Elis!
    Ainda não li nenhum! Sniff...
    Mas tenho lido maravilhas deles.
    E sua resenha me deu mais vontade ainda de conferir essa história.
    Super interessante...ainda mais a luta interna entre eles...hehehe
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  2. Oi Elis.

    Ainda não tive a oportunidade de começar a ler esta série, e só tenho lido elogios por ela. Sua resenha despertou minha curiosidade. Quero adquirir este livro logo.

    Bjos

    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Essa é minha próxima leitura, portanto passei apenas os olhos por cima da sua resenha. Mas depois eu volto para deixar minha opinião.
    Beijokas!

    ResponderExcluir
  4. Apesar de não ser meu tipo de livro favorito, acho que conferiria por causa do perfil "canalha" do protagonista. Gosto de personagens desajustados da sociedade.
    Ótima resenha.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de janeiro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir
  5. Oi Elis, eu li a resenha desse livro em outros dois blogs e este livro já esta na minha lista de leitura com certeza vou le-lo e eu amo livros que se passam em outro seculo e como sempre você faz ótimas resenhas bjs.

    ResponderExcluir
  6. eu adorei esse livro, Vere e Lydia protagonizam o casal mais engraçados dos tempos, eles se ranhetam como cão e gato o tempo todo rsrsr
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. com esse casal entre tapas e beijos, amor e ódio é impossivel não se apaixonar!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Ahhhh, eu ganhei esse livro da minha irmã. É o próximo na lista de leitura. Mal posso esperar!!!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  9. Estou doida pra ler esse livro, amei o primeiro dessa série, O Príncipe dos Canalhas, essa resenha me deixou ainda mais ansiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  10. Eu não li/acompanho a Série Canalhas,mas vendo a resenha parece tão divertido que dá vontade de conhecer.
    Lydia e Vere com essa trajetória crescente dos desaforos ao carinho,parecem cativantes,uma história leve e gostosa de acompanhar.

    ResponderExcluir
  11. Elis!
    Estou com O Príncipe dos Canalhas aqui para leitura e quero logo em seguida engatar a leitura desse também, assim já fica na sequência.
    Adoro os romances de época.
    “O segredo da criatividade é saber como esconder as fontes.” (Albert Einstein)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe do TOP COMENTARISTA de Janeiro, são 4 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  12. Essa série parece tão linda, não sou muito acostumado em ler romances de época, mas O Príncipe dos Canalhas está na minha lista de leituras há tempos :P A premissa é super bacana e sua resenha me deixou ainda mais ansioso, rsrs.
    Abraços =)
    bookdan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. eu já disse aqui que não sou muito fã de romances de época, mas cada resenha dessa série me deixa mais encantada. o príncipe dos canalhas está na minha lista e querendo tomar o lugar de o próximo livro. adoro o fato da heroínas serem fortes e parece ser uma história com muito humor, acho que essa série vai realmente mudar minha opinião em relação a romances de época

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Desde que vi esse serie fiquei muito interessada principalmente porque a Loretta Chase escreve mocinhas fortes e que lutam, muito diferente do padrão que aquela sociedade estabelece e gostei muito da Lydia e fiquei curiosa de como a autora ira mostrar essa profissão de jornalista naquele tempo !!

    ResponderExcluir
  15. Eu estou concorrendo esse livro quem saber eu não ganhe ele e possa ler ^^ gostei da sua resenha e me desperto muito interesse nesse livro ^^
    Bjss

    ResponderExcluir
  16. oi elis ^^
    eu gosto quando os personagens não são só amorzinho logo de cara. eu gosto que eles percorram um caminho antes disso sabe? acho que vou gostar muito da leitura e até gosto quando ter um animal no meio hah. as vezes torna a trama mais divertida. gostei muito da sua opinião.
    não sei se leria agora, mas vou considerar ler em breve. Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  17. Tenho uma grande curiosidade de ler esse livro, pois todos recomendam e fala super bem da historia. Espero ler em breve!

    ResponderExcluir
  18. Gosto bastante da proposta de uma série com personagens diferentes, ainda mais se tratando de romances de época, cuja ambientação e construção de cenários e costumes me encanta. Gosto da protagonista deste livro, me identifico com a personalidade forte que ela tem, e acredito que será hilário acompanhar suas peripécias para proteger seus segredos e render o conde.

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!