[Resenha] Enquanto Bela dormia

Enquanto Bela Dormia - Elizabeth Blackwell

Enquanto Bela dormia - Elizabeth Blackwell
Sinopse - Editora Arqueiro - 2016 - 368 páginas


Em "Enquanto Bela dormia", conhecemos uma versão de "A Bela Adormecida" contada através dos olhos, coração e voz de Elise Dalriss, uma garota pobre de fazenda que alcançou o posto de criada pessoal da rainha Lenore e protetora da princesa Rosa (Bela), a tão desejada e aguardada herdeira do trono.

Elise desempenha um papel fundamental nesse enredo, que é diferente do conto de fadas que a maioria de nós conhece nos livros e filmes infantis. A história narrada por Elise é profundamente humana e verossímil, sem traços de fantasia. Ela poderia perfeitamente ter acontecido em um reino distante, numa época medieval. Neste livro, a maldição cruel que abala o reino de Bela se dá não por magia, mas pelo efeito da inveja, da disputa pelo poder, do medo, da vingança, da guerra e de uma praga terrível: a varíola.

À despeito do título, essa história não acontece "enquanto Bela dormia". O prólogo inicia-se na velhice de Elise, que ao se deparar com a curiosidade da bisneta diante de objetos antigos encontrados em seu quarto, resolve contar sua história à adolescente. E ela é uma ótima contadora de histórias! Sua narrativa em primeira pessoa é fluída e envolvente, tanto ao narrar as tragédias pessoais ou coletivas que presenciou, como ao confidenciar os amores, afetos e amizades (ou inimizades) que cultivou ao longo da vida. Acompanhamos Elise desde garota, passando pela fase em que chega ao castelo aos catorze anos procurando um posto como criada, todos os conflitos e decisões difíceis que precisou tomar pelo caminho, e tudo o que aconteceu no reino desde o nascimento de Bela até o momento do famoso "beijo de amor verdadeiro".

Mas por que "Bela dormia"? Ao meu ver, o "sono" de Bela é um simbolismo do véu que encobria seus olhos de todas as coisas que ameaçavam o reino e sua vida desde a mais tenra idade. O "despertar" de Bela acontece mais pela perda da inocência diante das coisas horríveis que testemunha, do que por um beijo de amor. É claro que o amor verdadeiro tem suprema importância na história, porém não manifesta-se apenas no amor entre um homem e uma mulher, como também no amor materno e paterno, e principalmente no amor fraternal.

Iniciei a leitura achando que conheceria apenas outra versão de um conto de fadas famoso, mas me surpreendi ao encontrar uma história sobre segundas chances, coragem e persistência, com direito a uma agradável surpresa, que deixou o final redondinho e coerente. Elizabeth Blackwell conseguiu arrematar a narrativa de Elise de maneira brilhante, mostrando que a vida não é um conto de fadas onde todos vivem felizes para sempre, mas que, através do amor e da luta diária pelo nosso bem estar e daqueles a quem amamos, podemos alcançar momentos de felicidade que se tornam lembranças mais preciosas do que as joias que adornam as coroas de reis e rainhas.

Essa leitura foi uma cortesia da Editora Arqueiro.
Aguardamos seus comentários! Beijos encantados...

21 comentários

  1. Ótima Resenha.
    Quero muito ler esse livro, adoro contos de fadas readaptados para nos surpreender, tenho certeza que vou amar esse leitura, além de ser meu gênero literário, esse capa é maravilhosa.

    ResponderExcluir
  2. Que lindooooooooooooooooo. Muito mais do que eu esperava. Assim como você, eu pensei que fosse só uma releitura, mas agora fiquei muito animada!!
    Já estou com o livro aqui, e agora estou morrendo de vontade de ler logo.
    Amei a resenha e amei me surpreender com o livro antes mesmo de ler!

    Adorei!

    Bjks

    Lelê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que gostoso Lelê, depois vou conferir a sua opinião sobre a leitura!
      Beijos :)

      Excluir
  3. Não me familiarizo muito bem com contos de fada modificado e o livro Feitiço da Saga Encantas é um dos motivos para tal.
    E também pelo fato de já estar acostumada com a versão original da estória. Mas o livro "Enquanto Bela dormia" já despertou interesse em mim, ouço bastante comentários positivo a respeito dele, então pretendo lê-lo logo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline!
      Não li Feitiço, mas li Veneno da Saga Encantadas e achei a "pegada" da Sarah Pinborough bem diferente da escrita mais profunda e reflexiva da Elizabeth Blackwell, você pode se surpreender. Beijos!

      Excluir
  4. Olá!
    Por isso que eu quero tanto ler esse livro!
    Adoro ver com outros olhos um conto de Fadas!
    E gostei de saber que pode ter acontecido com alguém...o que torna mais atraente a leitura!

    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  5. oi flor, eu gosto bastante do reconto, então acho que posso gostar e muito desse livro, estou na expectativa para lê-lo em breve!

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Adoro essas releituras de contos de fada, e por esse motivo pretendo ler Enquanto Bela Dormia, a história parece ser muito boa e acredito que irei gostar do livro.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Elis!
    Interessante essa versão da A Bela Adormecida, real e sem nenhum traço de fantasia, uma história que não se foca apenas no amor entre um homem e uma mulher mas também no amor paterno e materno além do amor fraternal deve ser uma delícia de se ler, e que ao meu ver deve ser lida com certeza.
    Valeu pela dica, já anotei na minha lista.
    Ps: que capa linda é essa?! Digna de um lugarzinho na estante!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Acho que vou gostar deste livro, pois não gosto dos contos de fada na sua forma tradicional. Mto bom saber da velha estória sob outro ponto de vista.
    Ótima resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi
    Esse livro parece ser legal e estou lendo coisas boas sobre ele, deve ser interessante essa nova visão da história que já é conhecida.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Quando vi esse livro no lançamento da editora já imaginei que séria um cópia fiel do conto, mas depois de ler várias resenhas a respeito do livro percebi que estava equivocada, a trama desse livro está incrível e muito bem escrita, já vou colocar esse livro na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Assim que vi esse livro a capa me conquistou e lendo a resenha gostei muito da historia, adoro os contos de fadas e achei bem criativo o modo que a autora usa para recriar esse ainda mais contando a historia de Elise, se tiver oportunidade quero ler !!

    ResponderExcluir
  12. Estou doida pra ler esse livro, curto muito uma nova versão de um conto de fadas, parece ser bem emocionante e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais curiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  13. Oi Elis, foi mesmo uma leitura surpreendente, fiquei muito satisfeita com o livro e concordo contigo em relação ao "véu" que cobria os acontecimentos de Bela.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  14. Ótima resenha, esse livro parece ser incrível!! To muito curiosa pela leitura, adoro livros com outras facetas de contos de fadas!

    ResponderExcluir
  15. Elis!
    Gosto das releituras do contos de fadas e saber que essa passa por aprendizado, perdão e outros sentimentos que tendem a crescer o indivíduo, é ainda melhor.
    “O saber é saber que nada se sabe. Este é a definição do verdadeiro conhecimento.”(Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Top Comentarista fevereiro, 4 livros e 3 ganhadores, participe!

    ResponderExcluir
  16. Oi, Elis.
    Tenho que confessar que não esperava muito do livro, pensei que fosse apenas mais uma releitura, como anda ocorrendo com frequência, fiquei bem receoso com medo de não conseguir cumprir o papel e assim entregar ao leitor uma estória mediana, ainda bem que sempre podemos ser surpreendidos.
    Achei interessante narrar pelo ponto de vista de criada, que sempre acompanha calada a rotina dos patrões, dando como você disse o sentimento de que poderia tudo isso poderia realmente ter ocorrido, a vida de Elise, as dificuldades passadas por ela narrando junto o amadurecimento da princesa Rosa, trazendo esse clássico para uma versão mais real, com jogos de poderes, inocência e descobertas.
    Fico muito feliz em saber que o livro é bem escrito, envolvente e encerra da melhor forma possível essa trama.
    Como sempre suas resenhas deixam aquela vontade de ler no leitor, por isso estava com saudade de comentar por aqui!

    ResponderExcluir
  17. Ainda nao li nenhuma releitura de clássico, mas fiquei curiosa para ler esse livro, parece ser bom, não sei to com um é atras, porque como já disse ainda não li.
    Mas a capa é linda.

    ResponderExcluir
  18. A obra literaria de Elizabeth Blackwell nos surpreende com a maneira de como ela escreve o que Elisa narra a sua curiosa neta. Realmente é uma reileitura espetacular, pq achamos que se trata de um conto de fadas, mas ele nois mostra dor e sofrimento e ainda a terrivel praga que é a variola. Gostaria de ler sim e vou ler para poder aguçar a minha curiosidade de saber tudo que se passa na vida de Elisa e todos ao seu redor. e entender melhor o porque de "Enqunto Bela Dormia". belissima capa por sinal.

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!