[Resenha] Coroa Cruel

Coroa Cruel - Victoria Aveyard

Coroa Cruel - Victoria Aveyard
Série A Rainha Vermelha 0.1 e 0.2
Sinopse - Editora Seguinte - 2015 - 232 páginas



“A Rainha Vermelha” foi um livro que mexeu comigo, seu final me deixou desesperada por uma continuação e me apeguei muito aos personagens. Mas antes de mergulhar na sequência, “Espada de Vidro”, fiz a leitura de “Coroa Cruel”, um livro com dois contos que se passam antes do primeiro livro da série.

“Coroa Cruel” é divido em “Canção da Rainha” e “Cicatrizes de Aço”, o primeiro conto fala sobre Coriane, mãe de Cal e primeira esposa de Tiberias VI, mostrando trechos de seu diário pessoal, mas com a narrativa em terceira pessoa. O segundo conto traz a história de Farley, uma rebelde integrante da Guarda Escarlate e sua chegada em Palafitas e no reino de Norta, onde vive o rei, nesse caso Farley é quem narra a história. Ambos os contos foram disponibilizados gratuitamente em ebook, vocês podem encontrar os links para baixá-los no site da Editora Seguinte, aqui e aqui.

Quando comecei a ler “Canção da Rainha”, confesso que fiquei um pouquinho desapontada, seus três primeiros capítulos não me cativaram, achei que nada acrescentavam ao universo de “A Rainha Vermelha”, mas mudei totalmente minha opinião com o final do conto, que sofreu uma reviravolta surpreendente e me deixou super satisfeita. Gostei do fato da autora ter explicado um certo acontecimento citado na série, estava imaginando-o de uma forma totalmente diferente.

“Ela conhecia o nariz dele, os lábios, o queixo, e especialmente os olhos. (…) Ela via a si mesma nele, a própria dor, a própria alegria. Somos iguais, ela chegou a pensar. Dois solitários dentro de um salão cheio em busca de um porto seguro.”
Conto “A Canção da Rainha”

Coriane tem uma personalidade forte, sente-se um pouco sufocada pelas regras do palácio, ama seu irmão e sua amiga, mas tem ciúmes dos dois. Ela não é quem eu imaginei que fosse, por isso a estranhei um pouco de início, mas não deixei de torcer por ela em nenhum momento da narrativa, até mesmo senti raiva e tensão junto com Cori.

“Casei com um príncipe que um dia será rei. Geralmente é aqui que os contos de fadas terminam. (…) Receio que haja uma boa razão para isso.”
Conto “A Canção da Rainha”

“Cicatrizes de Ferro” foi o conto que eu imaginei que gostaria mais pois sempre curto os grupos rebeldes, isso realmente aconteceu, mas Farley não foi a estrela do conto, e sim, Shade, irmão de Mare (protagonista da série), ele foi meu personagem preferido em “A Rainha Vermelha” mesmo tendo só uma fala e aparecendo em uma só cena (vai entender), delirei quando vi seu nome escrito no conto, sua participação foi espetacular e só me ajudou a gostar ainda mais dele.

“Soldados vermelhos são recrutados, lutam e morrem aos milhares, ano após ano. Dizem-lhes para lutar pelo rei, para defender sua família e o país, que certamente seria dominado e destruído se não fosse pela coragem forçada deles. E os prateados ficam sentados confortavelmente, movendo suas legiões de brinquedos de um lado para o outro, trocando golpes que nunca parecem mudar muita coisa. Os vermelhos são pequenos demais, limitados demais, desinformados demais para perceber. É doentio.”
Conto “Cicatrizes de Aço”

Curti bastante as mensagens trocadas entre os rebeldes que aparecem na história, mensagens cheias de codinomes, ordens e pessoas pedindo instruções, inicialmente não estava entendendo muito, mas depois foi bem divertido “decifrar” tudo isso.

No final, “Coroa Cruel” apresenta também os primeiros capítulos de “Espada de Vidro”, esse segundo livro já chegou aqui em casa e será minha próxima leitura (aguenta coração)! Logo, logo sai a resenha dele (se eu estiver em condições psicológicas de escrevê-la).

Série A Rainha Vermelha


0.1, 0.2 - Coroa Cruel (2015)
2 - Espada de Vidro (2016)
3 - previsto p/2017
4 - previsto p/2018


Essa leitura foi uma cortesia da Editora Seguinte.
Aguardamos seus comentários!
Beijos da Rainha... 

8 comentários

  1. Ola Samantha.. Assim como em todas as vezes que li uma resenha sobre esse livro, gostei bastante de como as pessoas falam sobre ele. Logo no inicio não me interessei, achei que era um estilo que não combinava comigo. Mas vi um sorteio rolando com ele e resolvi me inscrever.. Vai que eu ganhe e esteja enganada ne ? Kkkkkk espero a próxima resenha. Beijos !

    ResponderExcluir
  2. é incrivel que esses livros nos quais menos boto fé de que vou gostar acabam me surpreendendo com propostas diferentes e agradáveis, como é o caso desse livro da Seguinte!
    espero ler em breve!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Ainda não li A Rainha Vermelha, mas estou com vontade!
    Gostei muito de saber desses contos...faz tempo q. não leio contos...e achei super interessante ter eles, já que fez toda a diferença na história A Rainha Vermelha!
    A vontade de ler agora só aumentou!
    Linda semana!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  4. NAO SEI SE FOI IMPRESSÃO MINHA, MAS PARECE QUE HOUVE UM ROLO DE EMOÇÕES HEHE, VC FALOU DE TANTAS HISTORIAS MISTURADAS DA PRINCESA QUE VAI SER A ,RAINHA. DESCULPE MAS NÃO ENTENDI MUITO BEM
    SEI QUE PARA LER A RAINHA VERMELHA DEVO LER ANTES A COROA CRUEL E DEPOIS ESPADA DE VIDRO . COM CERTEZA VOU LER SIM, JA ESTOU DE OLHO NA RAINHA VERMELHA FAZ HORAS BJS

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito da resenha, acho as capas desta serie lindas, já tinha começado a ler a Rainha Vermelha, mas parei por que quero ler os contos primeiro, essa serie é muito boa

    ResponderExcluir
  6. Eu estou muito curiosa para ler essa série, e pensei que fosse uma trilogia, e que Coroa Cruel fosse o segundo livro, mas pelo visto me enganei. Vou adiar então minha leitura, por que não gosto de esperar pelas continuações, sempre fico desesperada nos primeiros dias após a leitura do último livro publicado. Sua resenha me deixou mais ansiosa pra ler a série, mas vou mesmo tentar adiar um pouco.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  7. Sam!
    Para quem como eu li A Rainha Vermelha, gostaria muito de acompanhar o conto, assim poderia ampliar minha noção sobre as personagens.
    “A bondade deve estar ligada ao saber. A simples bondade pouco adianta; é o que tenho constatado.” (Mahatma Gandhi)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de março com 4 livros 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  8. Olá! Eu ainda não li A Rainha Vermelha, apesar de ter o 2º livro (comprei em uma promoção de 9,90 na americanas, não deu pra resistir haha). Quero mergulhar nesse universo logo, 99% dos comentários que vejo são positivos e sua resenha me deixou ainda mais animada. Não sabia que ainda tem 2 livros para serem lançados, pensei que a história acabava em "A Espada de Vidro". Bjo

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!