[Resenha] Nove regras a ignorar antes de se apaixonar

Nove regras a ignorar antes de se apaixonar - Sarah MacLean

Nove regras a ignorar antes de se apaixonar - Sarah MacLean
Sinopse - Editora Arqueiro - 2016 - 384 páginas


Calpúrnia Hartwell (Callie) é uma senhorita recatada. Mas, aos vinte e oito anos de idade, ciente de que seu comportamento apático não levou-a a lugar algum, resolveu mudar. E, já não mais possuindo a intenção de se casar, quis arriscar-se a experimentar coisas consideradas proibidas para uma dama da alta sociedade londrina.

Para isso, Callie elaborou uma lista, cujo cumprimento dos itens a obrigaria a quebrar algumas regras que poderiam colocar a sua reputação – e o seu coração – em risco. Assim, ao entrar na residência de St. John para pedir-lhe o seu primeiro beijo, ela dá início a uma sequência de eventos que abalarão – e com certeza esquentarão – a sua vida.

“ – Não sou uma esposa, ou uma mãe, ou um pilar da sociedade. (...) – Sou invisível. Então por que não parar de ser uma bobona tão covarde e começar a experimentar todas as coisas que sempre sonhei em fazer? Por que não ir a tabernas e beber uísque e esgrimir? Essas coisas foram muito mais interessantes do que os detestáveis chás e bailes e bordados com os quais tradicionalmente ocupei o tempo...” [Callie]

Gabriel St. John, o Marquês de Ralston, é um cavalheiro lindo, rico e depravado, que não acredita no amor por ter tido sua família desfeita quando criança. É também um homem um pouco entediado, cansado das mesmas coisas de sempre. Por isso, quando a tímida Calpúrnia adentra sua casa no meio da noite pedindo-lhe um beijo, ele cede – meio por curiosidade, meio porque não tinha nada melhor para fazer naquele momento –, mas o fato é que a reação dela, bem como a dele próprio o surpreende bem mais do que ele poderia previr.

“ (...) Ao fitar seus olhos castanhos aveludados, percebeu que nunca conhecera uma mulher como ela. Era um retrato de contradições, toda cheia de inocência ardente, formalidade aventureira e exploração tímida. A combinação embriagante era o suficiente para fascinar até o cínico mais empedernido – e ele estava, sem dúvida, fascinado.” [Gabriel]

“Nove Regras a ignorar antes de se apaixonar” é o primeiro livro da Trilogia “Os Números do Amor”, e meu primeiro contato com a autora Sarah MacLean. Admito que me apaixonei por essa história, deliciosamente narrada em terceira pessoa, alternando entre os pontos de vista do casal protagonista. Quando o livro chegou aqui em casa, peguei-o para ler somente o primeiro capítulo (dar aquela espiadinha básica), e quando dei por mim já estava na página cem.

Callie é uma mulher que enxerga fora da caixinha (para a sua época) e acompanhá-la em suas aventuras na descoberta de si mesma, testando seus limites o tempo todo foi embriagante. Por outro lado, Gabriel é um daqueles adoráveis canalhas, que quando se apaixona amolece todinho, ele ficou o tempo todo dividido entre ajudar Callie a quebrar as regras, protege-la da iminente ruína ou fugir para bem longe dos sentimentos que o dominavam.

Uma das coisas que mais amo nos Romances de Época são os diálogos espirituosos, irônicos e inteligentes que geralmente os integram, e que estão totalmente presentes nesse livro. A história também tem uma boa dose de cenas sensuais, bem quentes e ousadas, mas sem ultrapassar os limites da vulgaridade. O casal possui ótima química e o clima esquenta mesmo durante as preliminares, quase dá pra sentir um “vaporzinho” escapando das páginas!

Além disso, adorei a forma como a autora explorou as dinâmicas familiares de Callie e Gabriel, ela com sua família bem estruturada e amorosa; ele, habitando um lar quase despedaçado, tentando fortalecer os novos e antigos laços fraternais. Tanto o casal protagonista, quanto os seus irmãos e irmãs, protagonizam cenas bonitas, engraçadas e comoventes, que falam diretamente ao nosso coração. Adorei e recomendo!!!

Série Os Números do Amor


2. Dez formas de fazer um coração se derreter (2016)
3. Onze leis a cumprir antes de seduzir (em breve)


Essa leitura foi uma cortesia da Editora Arqueiro
Aguardamos seus comentários! Beijos...

8 comentários

  1. Oi Elis!
    Adorei essa leitura e Sarah McLean já está na minha lista de autoras preferidas. Uma linda e marcante história a de Callie e Gabriel.
    Como sempre uma linda resenha.
    Beijos e um lindo dia!
    http://saletadeleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. oi Elis, o romance é mesmo incrível, só fico chateada de ter demorado tanto pra ler algo da Sarah, porque ela é demais
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Uauuu...sem fôlego só de ler a sua resenha Elis!
    Realmente parece um livro ótimo!
    Gosto qdo a mocinha, vê além da sua época...e esse Canalha, parece tudo de bom! hehehe, só precisava achar a Dama certa!
    Ainda não li nada dessa autora!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  4. Oi Elis! Nossa, estou doida pra ler esse livro, curto muito romance de época e gosto muito da escrita da Sarah MacLean, essa resenha me deixou ainda mais ansiosa em conferi essa história.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá Elis!!!
    Eu gosto de livros com mocinhas, porém que são a frente do seu tempo.
    Eu já li muitas coisas boas sobre esse livro e cada vez que ouço mais fico curiosa para ler.
    Imagina fazer regras para serem quebradas e que colocariam sua honra em risco?? o.O
    Não é para qualquer uma e acho isso interessante na personagem :)

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. O livro está bem comentado!! Gabriel e Calpúrnia vão se divertir bastante até se darem conta de que estão apaixonados, uma vez que ela apenas queria quebrar algumas regras!! Já quero ler!!

    ResponderExcluir
  7. Resenha perfeita,já ouvir muito elogios desse livro,curto muito romance de época,mais um para lista,parabens pela resenha muito bem feita,não tem como naõ ler..

    ResponderExcluir
  8. Adoro romance de época!! Calpúrnia Hartwell pelo que pude perceber, sempre andou na linha, uma moça comportada, porém até o momento não casou!! Então pelo jeito, ela quer aproveitar a vida ao máximo ignorando algumas regras!! Mas parece que ela vai ser surpreendida pelo amor!!

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!