[Resenha] A Rebelde do Deserto

A Rebelde do Deserto - Alwyn Hamilton

A Rebelde do Deserto - Alwyn Hamilton
Série A Rebelde do Deserto - Livro 01
Sinopse - Editora Seguinte - 2016 - 312 páginas


Amani Al’Hiza é uma adolescente que, como tantas outras neste mundo, deseja fugir das condições áridas de vida que o destino lhe impingiu. Mas ela também é uma garota do deserto, acostumada a escutar histórias sobre djinnis*, demdjis*, buraqis* e carniçais*, a aceitar naturalmente toda a magia, perigo e força ocultos nas areias do deserto, que impregnam suas roupas e cada poro do seu ser.

Em A Rebelde do Deserto, acompanharemos a fuga de Amani, que partirá da Vila da Poeira através do Deserto de Miraji para construir o seu próprio futuro. Nessa busca por um chão firme onde fincar raízes, ela descobrirá muito mais sobre si mesma, sua essência e habilidades do que jamais teria imaginado.

A história de Amani é fascinante e encantadora, assim como o cenário físico e político que se descortina por trás das aventuras da protagonista. O deserto está em ebulição, o sultão domina a região com mãos de ferro, aliando-se ao povo vizinho (os gallans), fornecendo as armas fabricadas na Vila da Poeira em troca de apoio político, sem dar-se conta do poder que entrega nas mãos de um possível futuro inimigo. Em contrapartida, temos Ahmed, o líder de uma aliança rebelde com um forte ideal, que visa derrubar o sultão e proporcionar um mundo melhor aos mirajins. Ele é, na verdade, um dos filhos do sultão, o verdadeiro sultim que teria direito a ser o herdeiro do trono, se não tivesse sido exilado da cidade pelo seu pai.

Pega no fogo cruzado entre o sultão, os gallans, os mirajins e os rebeldes está Amani, que ao fugir acompanhada do misterioso forasteiro Jin, atraiu as atenções do exército do sultão, que agora persegue os dois, já que Jin é acusado de traição pelo tirano. No início não sabemos o verdadeiro motivo da perseguição, tudo o que percebemos é que Jin é um rapaz esperto, corajoso e encantador e que Amani não poderia ter escolhido (ou sido escolhida por?) companhia melhor em sua jornada. E o melhor de tudo é que entendemos perfeitamente que Amani seria capaz de fazer tudo sozinha, sua associação ao Jin é voluntária e uma das diversas escolhas que toma ao longo do caminho, mas Amani não é o elo fraco da corrente, pelo contrário, ela é deliciosamente poderosa.

Os personagens desse livro são marcantes. Essa rebelde que luta inicialmente por sua vida, mas que ao longo do caminho passa a lutar também pelos seus amigos e pelo seu povo, me instigou a torcer por ela: Amani é tão autêntica, que mesmo alguns de seus atos “egoístas” do começo da história foram justificadamente perdoados. E Jin é o cara, seu charme, coragem insana e lealdade feroz me deixaram com o coração na mão e completamente apaixonada! Sem falar em Ahmed, que se revelou um líder totalmente carismático e com justos ideais, a quem eu certamente seguiria! A história conta ainda com diversos outros personagens secundários, todos únicos e especiais.

A Rebelde do Deserto faz parte de uma série, mas o primeiro livro não economiza em emoções e nos entrega uma história completa e complexa, com muita aventura, encanto, coragem e amor. Os personagens e cenários foram apresentados de maneira linda e apaixonante, sentimentos e objetivos tornaram-se claros, o primeiro grande passo foi dado e um ciclo se cumpriu. O desejo de Amani pela liberdade agora é o anseio de todo um povo e só nos resta esperar pelos próximos volumes!

“Uma nova alvorada, um novo deserto!”

Amei, favoritei e recomendo passionalmente!

*Djinnis – seres primordiais imortais, feitos do corpo de fogo de Deus, criaturas naturalmente hábeis em ilusão e manipulação;

*Demdjis – filhos de djinnis com mulheres mortais que herdam habilidades dos pais, poderes que vêm dos ventos e do calor do deserto;

*Buraqis – seres primordiais imortais feitos de areia e vento capazes de correr até o fim do mundo, que podem ser transformados em carne e osso pela mulher que o captura;

*Carniçais – filhos da Destruidora dos Mundos, monstros capazes de matar mortais e imortais, criaturas da noite que aterrorizam o deserto.


Essa leitura foi uma cortesia da Editora Seguinte.
Aguardamos seus comentários! Beijos... 

24 comentários

  1. Que bom que o livro é tao completo. Já vi algumas resenhas e juntamente com a sua, percebi que essa história é muito boa, cheio de aventuras e tudo mais.
    Essa personagem inspira muita coragem pra mim, adoro mulheres que sabem o que desejam. Nunca li, mas pretendo.

    ResponderExcluir
  2. ai que aventura! deve ser bem gostoso de ler! gostei bastante!
    www.byanak.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Nossa Elis, com certeza um livro cheio de aventuras.
    Curto muito livros assim...que tem seres com poderes...que muitas vezes e para muitas pessoas são só lendas...acho super interessante.
    E gostaria de saber mais sobre essa rebeldia da personagem.
    A capa é encantadora!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  4. eu havia me apaixonado e muito pela capa, achei diferente e cheia de nuances, agora lendo sua resenha e captando elementos do enredo percebo que a aventura esta intrinseca e que Amani é uma mulher diferente das de seu país, lutando pelo que deseja sem se sujeitar, apesar de amar os pais
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Já estava bastante interessada em ler esse livro pela sinopse e pela belíssima capa e agora depois de ver essa resenha fiquei ainda mais ansiosa em conferi essa história que parece mesmo apaixonante, curto muito mitologia, essa série promete.

    ResponderExcluir
  6. O livro parece conter uma narrativa gostosa, e cheia de magia!! Gostei de Amani logo de cara!! Gosto de personagens destemidos, e as características da mesma são fortes e marcantes!! E tem o lado romântico na história, o que completa o livro, não que este seja o foco!!!

    ResponderExcluir
  7. Olá, Elis!

    Amei sua resenha! Acabei de ler o livro e também escrevi sobre ele no blog. Apaixonei-me pelos cenários, pelos personagens, pelas reflexões levantadas... Uma fantasia que parece tratar da realidade que muitos de nós vivem, né?

    Grande abraço

    https://revelandosentimentos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá Elis!!!
    Não me lembro se já li alguma resenha falando sobre esse livro, porém apesar da sua resenha está incrível e mostrando que essa história ainda promete não sei porque não consegui me encantar pela "A Rebelde do Deserto"?? :(
    A capa tá linda e o enredo realmente parece ser muito bem construído, mas mesmo assim não tive aquele clique.
    Mesmo assim parabéns pela resenha e até uma próxima o/

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Quando vi a capa desse livro, não imaginava que a estória seria tão surpreendente, e após ler sua resenha me interessei bastante pela leitura desse livro, principalmente porque a trama pareceu ser bem construída, e com personagens tão cativantes, tenho certeza que vou amar esse livro.

    ResponderExcluir
  10. Se bem me lembro, só li um livro em toda minha vida que tivesse um enredo "parecido" com esse e só agora não entendi o porquê. Me parece ser bem diferente, bem estruturada e bem interessante. Personagens cativantes, realmente, podem transformar um livro e esse me deixou com uma expectativa muito grande.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. já tava na hora de mudar os cenários das aventuras YA!
    essa coisa de mitologia árabe-aladin é muito empolgante!
    Dá pra explorar muito os djinnis, só espero que essas nomenclaturas não atrapalhem a leitura.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Elis! Também amei essa leitura! Fico tentando imaginar quantas surpresas e ação teremos nos próximo volumes. Espero que a autora aborde mais mitologia árabe / persa, ainda dá para desenvolver bem mais. E o que a protagonista se torna, hein? Incrível!!! Adorei sua resenha. Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Olá! Eu já tinha ouvido falar bastante desse livro, porém essa é a primeira resenha que leio. A temática é bem diferente de tudo que já vi a Seguinte lançar, achei super interessante o pano de fundo da obra ser um deserto, é sempre bom conhecermos costumes diferentes, eu adoro. Ainda não tenho o livro, mas está na minha lista de desejados. A capa é maravilhosa, diga-se de passagem rs Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Oie

    Que bom saber que a história é bem completa! Eu já tinha ficado bem curiosa só pela sinopse. Eu adoro livros cheio de aventuras e que mexam com a gente. Quero saber mais sobre a Amani!!
    A capa é linda demais!!

    bjs
    Fernanda

    ResponderExcluir
  15. Que capa linda e que resenha maravilhosa Lis! Fiquei super,mega... com vontade de ler o livro. pena que nao sabemos a continuaçao quando vai ser lançada.. sempre fico chateada com isto

    ResponderExcluir
  16. Eu tô tão apaixonada por esta capa!!! já li diversas resenhas falando muito bem deste livro e é claro que ele vai para a lista de desejados(minha lista só cresce...) amei tua resenha Elis!!!

    ResponderExcluir
  17. Uma otima leitura.. Parece prender ao maximo o leitor.. Otimo :D

    ResponderExcluir
  18. Amei sua resenha, me deixou super curiosa pra ler o livro, não tinha me interessado muito no começo mais depois que li seu post e vi que você gostou, resolvi dar uma chance pro livro, mais pelo que eu já vi acho que vou gostar, e já me simpatizei com a personagem Amani, espero ter logo esse livro pra tirar minhas conclusões e matar minha curiosidade. Parabéns pela resenha me ajudou muito ♥

    ResponderExcluir
  19. Adoro historias cheias de aventuras, onde a personagem principal é uma mulher forte e corajosa! Pena que é uma série, mas já fiquei louca prá ler!

    ResponderExcluir
  20. Olá! Primeiro queria dizer que achei essa capa muito bonita!

    Nunca li nada que tivesse como pano de fundo o deserto, acho até que existem poucas publicações com esse cenário por aqui. O livro parece ter uma mistura de fantasia e aventura, que para mim faz a trama ainda mais interessante. Gosto de histórias com protagonistas fortes, que lutem pelo que é seu de direito: a liberdade, em todos os sentidos.
    Enfim, espero poder conhecer essa história, que parece tão envolvente, em breve!

    http://bloghistoriasliterarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oiii
    Esse foi um livro que me chamou atençao desde a capa,to doida para conhecer essa história.
    Amei a resenha.
    Bjs

    ResponderExcluir
  22. Que livro maravilhoso! Totalmente diferente de tudo que já li. Adorei por se passar no Oriente Médio, em um mundo diferente. Mas é claro, como é algo mais complexo pode ser um pouco confuso, porém com certeza ao longo do livro se torna mais fácil.
    Gostei muito da personalidade da Amani, chegar a se vestir de menino para conquistar algo que ela quer, no caso fugir mesmo hahaha e de quebra com Jin, hummmmm
    Estou muito curiosa para saber o que acontece no final e quebrar minha cara várias vezes, porque to vendo que vou me surpreender muito. Mas é o que mais gosto pois é o que prova que um livro é bom de verdade! <3

    ResponderExcluir
  23. Oi,gostei do livro se passar pelo deserto e cheio de aventuras,me deixou com água na boca..

    ResponderExcluir
  24. Eu gostei muito da premissa do livro + resenhas que li.
    Confesso que achei meio confuso em algumas partes, preciso lê-lo mesmo!
    Adorei a capa, e a Amani parece ser uma personagem bem forte e marcante, daquelas que aprendemos com ela, nos identificamos e não queremos parar de ler.
    To ansiosa pra lê-lo.
    bjão

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!