[Resenha] Ligeiramente Seduzidos

Ligeiramente Seduzidos - Mary Balogh

Ligeiramente Seduzidos - Mary Balogh
Série Os Bedwyns - Livro 04
Sinopse - Editora Arqueiro - 2016 - 288 páginas


Ligeiramente Seduzidos é o 4ª volume da série Os Bedwins, um romance de época ambientado no início do século XIX, que traz como pano de fundo acontecimentos anteriores e posteriores à Batalha de Waterloo, ocorrida em Junho de 1815. A primeira metade do livro se passa em Bruxelas, na Bélgica, e a segunda metade na Inglaterra, sendo protagonistas dessa história Gervase Ashford e Morgan Bedwyn.

Lorde Gervase Ashford, o conde de Rosthorn, odeia os Bedwyns, mais especificamente a Wulfric Bedwyn, o duque de Bewcastle, o ex-amigo responsável por seu exílio forçado, que o levou a passar nove anos longe de sua família e de sua terra natal. Voltar à Inglaterra anos depois não diminuiu o rancor de Rosthorn, nem seu desejo de vingança contra Wulfric e é com intenções nefastas que ele se aproxima de Morgan Bedwyn, a irmã mais nova do duque, tentando deliberadamente envolvê-la em fofocas ou até quem sabe num escândalo.

Lady Morgan Bedwyn é uma linda dama recém apresentada à sociedade, cujos modos irrepreensíveis abrigam uma mente inteligente, curiosa, inquieta e cabeça-dura. Morgan aceita ser cortejada pelo belo visconde Gordon apenas para que possa acompanhar o rapaz e sua família à Bruxelas, na Bélgica, onde parte do exército britânico (incluindo a cavalaria dos Life Guards da qual Gordon faz parte) está concentrado, aguardando um provável combate contra tropas francesas comandadas por Napoleão Bonaparte. Portanto, Morgan está mais interessada em presenciar o desenrolar dos acontecimentos históricos em Bruxelas, do que na companhia de Gordon em si.

Por isso, quando Rosthorn volta suas atenções para Morgan, ela resolve flertar com o perigo para agitar um pouco sua vida. Mas, enquanto o veterano conquistador tenta efetivar sua vingança e a jovem dama aceita o seu jogo de sedução, a possibilidade de uma grande batalha torna-se cada vez mais real. Com o passar dos dias, a inteligência e a personalidade de Morgan passam a encantar mais a Rosthorn do que a sua beleza, e Rosthorn torna-se um amigo precioso para Morgan. E quando realmente a batalha de Waterloo acontece, culminando na vitória dos aliados ingleses às custas de milhares de soldados mortos e feridos, a triste realidade da guerra os aproxima ainda mais: Rosthorn e Morgan ajudam a cuidar dos feridos e passam dias alheios às convenções sociais vigentes, enquanto a maior parte dos nobres procura manter a "pose".

Já na segunda parte do livro, quando Rosthorn e Morgan retornam à Inglaterra, tudo muda. Além da família Bedwyn estar vivendo um momento particularmente triste em decorrência da guerra, o comportamento de Morgan em Bruxelas não passou despercebido e ela vira alvo de fofocas. Wulfric fica furioso, Rosthorn arrependido e Morgan magoada ao descobrir as intenções ocultas de Rosthorn. Rosthorn e Wulfric precisarão lidar com seus "esqueletos no armário", toda família Bedwyn entrará em cena e a coisa ficará verdadeiramente agitada! Muitos "perdões" deverão ser distribuídos antes que todos possam encontrar seus respectivos finais felizes.

Ligeiramente Seduzidos foi o livro da série que menos me encantou até o momento. A primeira parte da leitura foi um pouco arrastada, não porque a autora não tenha desenvolvido bem a história, mas porque eu não me sinto particularmente atraída por enredos desenvolvidos durante guerras ou batalhas. Além disso, o casal Rosthorn e Morgan não me cativou, achei que faltou química entre os dois, a amizade deles me convenceu mais do que o romance subsequente. Achei as atitudes de Rasthorn exageradas na primeira metade da história e seu desejo de vingança contra Wulfric desproporcional (não vou revelar o motivo da "perrenga" entre os dois, mas pra mim Wulfric não foi tão culpado assim); por outro lado, não gostei da postura de Morgan na segunda parte quando ela descobriu a vingança de Rosthorn contra seu irmão, a forma como resolveu se vingar (da vingança!) não fez muito sentido para mim. Felizmente, quando todos os "porquês" foram revelados e os "perdões" distribuídos, pude sentir uma emoção genuína.

Para mim, o mais interessante dessa leitura foi obter um ótimo vislumbre de Wulfric Bedwyn, o mais austero e reservado dos irmãos. Pude descobrir uma importante parte do seu passado, que justifica um pouco sua atitude reservada para com tudo e todos. Também adorei a aparição dos demais Bedwyns na história, estou bem curiosa para ler o próximo livro e saber o que aconteceu com o Alleyne, além de ansiosa pelo último da série, que trará Wulfric como protagonista.

Série Os Bedwyns


1 - Ligeiramente Casados (2014) - Aidan Bedwyn e Eve Morris
2 - Ligeiramente Maliciosos (2015) - Rannulf Bedwyn e Judith Law
3 - Ligeiramente Escandalosos (2015) - Freyja Bedwyn e Joshua Moore
4 - Ligeiramente Seduzidos (2016) - Morgan Bedwyn e Gervase Ashford
5 - Ligeiramente Pecaminosos (2016) - Alleyne Bedwyn e Rachel York
6 - Slightly Dangerous (em breve) - Wulfric Bedwyn e Christine Derrick

Prequels
1. One Night for Love - Neville Wyatt e Lily Doyle
2. A Summer to Remember - Lauren Edgeworth e Kit Butler (ligação c/ a Freyja)


Essa leitura foi uma cortesia da Editora Arqueiro.
Aguardamos seus comentários! Beijos...

9 comentários

  1. eu amei o romance, elis, se tornou o meu preferido, confesso que gostei dessa Morgan adulta para a idade dela, com a cabeça feita e ver como a história se delineou com fatos verídicos e ficção me encantou
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Elis!

    Eu adoro esta série e, até agora, meu livro favorito foi o terceiro. Ainda não li "Ligeiramente Seduzidos", mas estou bem curiosa - uma pena que este não tenha te agradado tanto. Aliás, não vejo a hora de ler o livro que conta a história de Wulfric!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Confesso que não é o gênero literário que eu mais gosto, porém a sua resenha é tão bem feita que me despertou o interesse de lê-lo. Acho incrível quando a autora cria personagens que vão crescendo ao longo da historia. Faz o leitor se aproximar dos personagens e isso aumenta a vontade de ler.

    Resenha | Fangirl, Rainbow Rowell

    ResponderExcluir
  4. Olá Elis,

    Essa série não faz meu estilo mas leio sempre resenhas psitivas, que bom que também gostou...bjs.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Acho que até gostaria mas a estória me incomodou um pouco me parecedo monotona não sei não fiquei animada principalmente por ter 4 livros.

    ResponderExcluir
  6. Oi Elis! Amando essa série, estou doida pra ler esse livro, curto muito romance de época, gosto muito da escrita da Mary Balogh e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais ansiosa em conferi essa história.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Não li nenhum ainda dessa série =(
    Mas tbém não curto muito histórias de guerra...acho tão triste e pesado!
    Mas, parece bem interessante a história, pena que não te cativou! Tem histórias que não nos pegam de jeito né?

    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  8. não conheço a história e nada da séria,mas adoro romances de época.Mesmo não te cativando fiquei na vontade de ler.

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!