[Resenha] Fique Onde Está e Então Corra

Fique Onde Está e Então Corra - John Boyne

Fique Onde Está e Então Corra - John Boyne
Sinopse - Editora Seguinte - 2014 - 224 páginas


“Fique Onde Está e Então Corra”, escrito por John Boyne e publicado pela editora Seguinte, conta a história de Alfie Summerfield, que completou cinco anos de idade no dia em que a Primeira Guerra Mundial começou. Na ocasião ele não entendeu bem o que estava acontecendo, poucas pessoas apareceram no seu aniversário e só mais tarde Alfie descobriu o que a guerra é capaz de causar na vida de um menino inocente.

O pai de Alfie alistou-se no exército como voluntário, logo na primeira semana; sua melhor amiga Kalena foi levada para longe acusada se não ser inglesa, mesmo tendo nascido na rua onde ele morava; Alfie percebeu que sua mãe estava se matando de trabalhar para sustentar a casa (o que o levou a começar a engraxar sapatos por conta própria na estação King Cross) e viu Joe Pattience, seu vizinho, ser preso ao recusar-se a ir para a guerra.

“Que tipo de idiota não teria medo de ir a um país desconhecido cavar trincheiras e matar tantos estranhos quanto pudesse antes que outro estranho o matasse? (…) Mas não foi o medo que me impediu de ir, Alfie. (…) Não fui colocado nesse mundo para matar meus semelhantes.” [Joe]

Mas o que mais abalou Alfie foi ler, escondido da sua mãe, as cartas que seu pai enviou da guerra, elas foram escritas de forma confusa, um tanto quanto desesperadas, Alfie pensava que seu pai estava morto, mas sua mãe dizia que ele estava em batalha. Porém, num dia de trabalho como engraxate, ele descobriu uma pista de onde seu pai poderia estar e decidiu juntar tudo o que tinha (suas economias e sua coragem) para procurá-lo.

“Eu não digo às outras pessoas o que elas deveriam fazer. Não digo a elas o que deveriam e o que não deveriam pensar. Apenas vivo a minha vida. Seu pai é um homem corajoso e fez o que achava ser certo. Mas eu também sou um homem corajoso. Você talvez não acredite nisso, Alfie. (…) Mas eu sou.” [Joe]

Eu amei muito essa história, desde Alfie, o protagonista, com toda sua inocência (característica dos personagens de John Boyne), curiosidade, coragem e esperteza, até Kalena, Joe (meu personagem preferido), a mãe de Alfie e sua avó. No trabalho de engraxate de Alfie, muitos personagens apareceram na história e cada um tinha alguma característica marcante que ajudava o leitor entender algum detalhe dentro do livro ou até mesmo dentro da História.

Os cenários foram muito bem escolhidos pelo autor, adorei o fato de quase todos os personagens viverem na mesma rua, é como se morássemos lá também e conhecêssemos nossos vizinhos; gostei da estação King Cross ter aparecido (a mesma a estação de Harry Potter) e de um certo hospital, que teve uma participação importante na história .

O legal deste livro é que o autor conseguiu mostrar todo o mal que uma guerra traz sem mostrar o campo de batalha, apenas com as consequências na vida de um garoto, sua família e amigos. John Boyne também retratou a neurose de guerra, uma doença adquirida pelos soldados quando voltavam da batalha que os deixavam em choque e apavorados, em constante estado de tensão, fazendo com que muitas de suas falas não fizessem sentido, isso foi muito interessante e encaixou-se perfeitamente no enredo.

Depois que li “O Menino no Alto da Montanha” (resenha aqui), tive muita vontade de ler outras obras de Boyne, por isso escolhi “Fique Onde Está e Então Corra” e gostei ainda mais desse livro do que do primeiro (até o favoritei no Skoob). Estou muito animada para ler mais obras do autor, principalmente seu livro mais famoso, “O Menino do Pijama Listrado”. Para quem gosta de histórias que se passam durante guerras ou que envolvam crianças, recomendo este livro!

Essa leitura foi uma cortesia da Editora Seguinte.
Aguardamos seus comentários! Beijos...

12 comentários

  1. Nossa, não conhecia esse livro.
    Parece ser uma história emocionante e muito bem elaborada.
    Pela sua resenha a obra tem cara que consegue prender o leitor do início ao fim.
    Gostei bastante do vi aqui e vou procurar saber mais.
    Adoro conhecer histórias que retratam um pouco do que foi as guerras pelo mundo afora.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  2. Esse livro parece ser lindo de todas as maneiras possíveis, e só a resenha já me conquistou; Nunca tinha visto nada parecido e esse enredo de guerra e do garoto querer achar o pai dele foi algo que me chamou muito a atenção. O autor parece ser muito bom, e só o que resta dizer é: quero muito conhecer essa história.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. não da pra não se apaixonar pelos livros do Boyne! ele joga o leitor no ambiente que cria e faz com que o mesmo passe a caminhar junto com seus personagens! é demais e quero todos os livros dele rsrsrs
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi.
    " O menino do pijama listrado" é um daqueles livros inesquecíveis. Não sabia que esse tinha semelhanças com o outro do autor, como a guerra e a narrativa por uma criança.
    Me interessei pela leitura e farei assim que possível.
    Beijos,
    Ana
    www.umlivroenadamais.com

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho esse livro mas ainda não li. Leia O menino do pijama listrado logo, é excelente, o único livro do Boyne que eu não recomendo é Tormento, o ponto de partida é bacana mas a história é mal desenvolvida e o final (que parece ter sido escrito às pressas) não me agradou.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Bom dia!
    Não conhecia esse livro...e gostei de saber que retrata a Guerra, mas sem ser sangrenta, e sim as consequências na Vida das pessoas, principalmente das que ficam na espera de quem foi para a Guerra!
    Muito interessante esse outro olhar!
    O menino de Pijamas Listrado, eu vi o filme, e foi tão chocante...que não tenho vontade de ler o livro :(
    Gostei de sua resenha, vou procurar ler esse livro!
    Linda semana!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  7. Nossa só em ver o autor já quero ler, pois o menino de pijama listrado me fez chorar de tão lindo e pelo que vi na resenha este também é super emocionante.
    ronida_sindi@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Essa com certeza sera mais uma obra do autor e irei amar e me emocionar. O autor consegue nos mostrar a guerra de uma maneira impactante e ao mesmo tempo leve ao incluir uma criança na história, vou ler em breve

    ResponderExcluir
  9. Sam!
    Gosto de livros ambientados nas guerras, porém o que me deixou mais intrigada neste, é justamente o fato de ser protagonizado por um menino infante ainda e de ver seu ponto de vista sobre os fatos e como tudo na guerra interfere na vida das pessoas.
    “Demore na dúvida...E descubra a sabedoria que insiste em se esconder na ausência de palavras.”(Padre Fábio de Melo)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de SETEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  10. Olá.
    Gosto muito de livros com esse tema. Ainda não li nada do autor, mas já estou com esses três livros que você citou, na lista. Em breve pretendo ler. Sua resenha está ótima. Beijos e obrigada pela dica.

    ResponderExcluir
  11. Estou doida pra ler esse livro, curto muito um drama, parece ser bem emocionante e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais ansiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  12. O Menino do Pijama Listrado se tornou um dos meus livros favoritos, e depois disso tive muita vontade de ler as outras obras do autor. Fique Onde Está e Então Corra já está entre meus desejados, mas sua resenha conseguiu me deixar ainda mais curiosa do que eu já estava com a história, que parece ser interessantíssima.

    Abraços :)

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!