[Resenha] BOO

BOO - Neil Smith

BOO - Neil Smith
Sinopse - Fábrica231 - 2016 - 336 páginas


Oliver Dalrymple, mais conhecido pelos colegas como “Boo” por causa da sua pele pálida e cabelo arrepiado, tem 13 anos e estuda do Helen Keller, em Illinois, nos Estados Unidos. Certo dia, na escola, enquanto estava na frente de seu armário recitando todos os elementos da tabela periódica de cor, Boo acaba morrendo por conta de uma falha em seu coração.

O lugar para onde Boo vai não é como ele imaginou, é uma espécie de céu para onde todos os estadunidenses que morreram com 13 anos de idade vão. Chegando lá, ele começa a relatar sua vida pós-morte com o objetivo de mostrar isso para seus pais algum dia, e é desse relato que o livro se constitui.

As coisas mudam drasticamente quando Johnny Henzel chega à Cidade (nome dado ao céu para aqueles que têm 13 anos), Johnny estudava no Helen Keller junto com Boo, mesmo com eles tendo se falado pouco na Terra, existia uma relação de quase amizade entre os dois. Johnny conta que foi morto por um tiro disparado na escola durante o intervalo e que muito possivelmente, Boo também foi atingido, o que originou sua morte e não a falha no coração como ele imaginava. A partir daí, Johnny e Boo começam a caça ao Atirador.

“Boo” é um livro diferente e original, adorei as descrições do céu e os personagens apresentados na história, mesmo que eu não conseguisse vê-los como se tivessem 13 anos por causa da sua maturidade, sempre imaginava algum personagem bem mais velho. Eu amei cada um dos personagens, Boo e seu jeitinho nerd, Johnny e sua alma inconsequente e livre e também as amigas que eles fazem na Cidade, Esther e seu estilo curto e grosso e Thelma, quase uma “mãe” dos garotos, tive vontade de guardar todos esses personagens em um potinho e colocar na minha estante.

Essa história é muito divertida mesmo tendo bastante drama (uma coisa que me fez amar ainda mais a trama), quando comecei a virar as páginas não parei mais, a narrativa é bastante descritiva, mas é tão leve que nos faz viciar na leitura.

O mais interessante no livro são as teorias que os personagens fazem sobre o que acontece depois que um citadino (morador da Cidade) completa 50 anos de morte e desaparece da Cidade, amo mistérios não solucionados, achei bem inteligente e original o autor falar sobre a morte e não explicar exatamente tudo (as pessoas esperam que isso seja explicado, é uma surpresa não haver explicação), alguns acreditam que os citadinos voltem para a América para uma nova vida, ou será que eles vão para algum outro lugar?

Outra coisa bacana é a relação dos citadinos com Deus (ou Zig, nome dado por Boo), eles são muito agradecidos por estarem ali e terem essa oportunidade pós-vida, mas questionam bastante as decisões de Zig e algumas de suas ações, claro que tudo tem um motivo e isso chega a ser justificado para o leitor, mas é legal ler sobre uma pós-morte que não parece perfeita, mas que funciona bem (e é interessante).

O final desse livro me deixou chocada e realmente não sei como a reviravolta da trama não passou pela minha cabeça antes, não foi exatamente como eu queria, mas até que gostei do rumo que a história tomou. Recomendo muito esse livro para quem gosta de infantojuvenis profundos, dramas e histórias de amizade.

Essa leitura foi uma cortesia da Editora Rocco.
Aguardamos seus comentários! Beijos...

6 comentários

  1. Olá!
    Não conhecia esse livro! E achei bem interessante e curioso...
    Fiquei...vamos dizer indecisa qto a vontade de ler...hehehe
    E isso me chamou muito atenção...então provavelmente vou ler sim...para poder entender o pq que eu fiquei na dúvida...não sei se é pq vc diz q. tem algo q. não é explicado...talvez seja isso, mas como sou curiosa, quero ler para vê se realmente vai ser bom não ter uma explicação pronta, kkkk
    Uma linda semana para tdos!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  2. a trama é diferenciada, tanto por tratar da vida e da morte com essa fluidez como também pelo suspense me busca desse atirador
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Sam!
    Quando li a primeira resenha desse livro, fiquei imaginando como seria saber a data exata da nossa morte e o que faria no decorrer da vida... Vale a reflexão, né?
    E ainda tem todo o suspense sobre a morte de Boo, de o que acontece quando eles completam os 50 anos na Cidade, e todo o drama.
    “Para saber uma verdade qualquer a meu respeito, é preciso que eu passe pelo outro.” (Jean-Paul Sartre)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu fiquei tão curiosa pra ler ele!!gosto de finais chocantes sabe, e fiquei curiosa pra saber quem é o atirador
    www.byanak.com.br

    ResponderExcluir
  5. Estou doida pra ler esse livro, curto muito um drama, parece ser bem emocionante e essa resenha me deixou ainda mais curiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Samantha!!
    Adorei a premissa do livro!! Já estou muito curiosa para ler!! Amei a indicação!!
    Beijos

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!