[Resenha] Chapeuzinho Esfarrapado e outros contos feministas do folclore mundial

Chapeuzinho Esfarrapado e outros contos feministas do folclore mundial

Chapeuzinho Esfarrapado e outros contos feministas do folclore mundial
Sinopse - Editora Seguinte - 2016 - 248 páginas


“Chapeuzinho Esfarrapado e outros contos feministas do folclore mundial” é uma coletânea de histórias folclóricas publicadas pelo mundo todo, que apresentam mulheres independentes como protagonistas ou figuras essenciais no enredo. Os contos folclóricos desse livro não são parecidos com os contos de fadas que lemos durante a vida inteira, eles tem uma pegada diferente e personagens tão únicas e reais, que acabamos nos identificando com elas.

“Chapeuzinho Esfarrapado” é de longe o melhor conto do livro e, na minha visão, o que passa uma mensagem mais clara e profunda sobre o feminismo: as mulheres podem fazer tudo o que os homens fazem e não são obrigadas a mudar para agradá-los.

Outros dois contos que gostei muito foram “Três Mulheres Fortes”, do Japão, e “Bucca Dhu e Bucca Gwidden”, da Cornualha. O primeiro fala sobre um lutador, o mais forte do Japão, que percebeu que não era tão forte quando imaginava quando conheceu três mulheres autônomas que o acolheram e que lhe prometeram ensinar a verdadeira força. O segundo fala sobre uma velhinha que todos os dias voltava a pé para sua fazenda, seu filho não gostava do jeito excêntrico da mãe e decidiu dar-lhe um susto para ensiná-la a se comportar melhor, o objetivo era sua mãe acreditar que ele era uma Bucca (espírito travesso) e se assustar, mas a velha levou isso com muito bom humor e o final do conto foi hilário!

São vinte e cinco contos no total, e a maioria deles segue a mesma pegada: um homem precisa cumprir algum desafio, mas não consegue sozinho, e para isso, conta com a ajuda de uma mulher muito inteligente e/ou habilidosa.

Por meio deste livro, fiz contato com alguns elementos folclóricos que eu não conhecia, aproveitei para aprender um pouco sobre a cultura de diferentes regiões e achei essencial a explicaçãozinha no final de cada conto, sobre seu país de origem e em qual livro fora publicado originalmente.

As ilustrações são magníficas, coloridas e mágicas, enriquecem as histórias e retratam um pouco essas mulheres tão sensacionais que nos são apresentadas, assim como algumas das melhores cenas das histórias.

E para quem ler e quiser mais, no final há uma bela lista com sugestões de leituras feministas ou que possuem mulheres como protagonistas. Esse livro me fez feliz e me deu uma sensação ótima, por isso eu o recomendo para todos, folclore é algo tão rico e mágico que merece ser compartilhado, folclore é a marca de um povo e ver que as mulheres são representadas nesse gênero é algo maravilhoso.

Essa leitura foi uma cortesia da Editora Seguinte.
Aguardamos seus comentários! Beijos feministas...

3 comentários

  1. Esse livro deve ser mágico! Adoraria ter o prazer desta leitura. Obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  2. que legal, eu ja namoro esse livro faz tempinho,adorei a proposta e mais ainda pelo cunho dele, mais realista e com essa discussão necessária e atual
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Estou doida pra ler esse livro, curto muito folclore e essa resenha me deixou ainda mais curiosa em conferi cada um desses contos.

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!