[Resenha] Dartana

Dartana - André Vianco

Dartana - André Vianco
Trilogia Dartana - Livro 01
Sinopse - Rocco/Fábrica 231 - 2016 - 784 páginas


André Vianco é um autor nacional de grande notoriedade no gênero sobrenatural, com ênfase na temática de vampiros, suas Sagas Os sete e O vampiro-rei tornaram-se Best-Sellers inesquecíveis, evidenciando a cidade de Osasco [da qual é morador] como cenário e ambientação para seus enredos.

Em Dartana, o leitor assíduo de Vianco sentirá a princípio certo estranhamento, pois ele nos conduz a outros universos, a densa narrativa nos remete a um mundo primitivo e amaldiçoado, e o sofrido povo de Dartana só alcançará a redenção se guerreiros desse mundo vencerem uma batalha que será travada em um espaço chamado Combatheon, onde diversos mundos degladiam-se com um objetivo em comum: o vencedor receberá a dádiva do conhecimento para seu povo.

Deste modo, deuses e mitologias são interpostos com referências extraterrestres, ao passo que ele interliga Dartana à Terra [planeta]. É aqui que os mencionados Deuses buscam os conhecimentos [bélicos] necessários para vencer seus oponentes, assim o enredo decorre em três ambientes: Terra/Dartana/Combatheon. Ressaltando-se que nos capítulos dedicados à Terra, a escrita é coloquial e repleta de diálogos, portanto mais fluída.

Os personagens Mander, Thaidena, Parten, Jeliath, Dabbyne, Ugaria, Bousson, Doralice, Álvaro e Glaucia são significativos no decorrer da trama, no entanto, Jeliath desponta como o grande protagonista da história [é o meu, sem dúvida].

Inúmeras referências são peculiares na narrativa, que nos remetem a filmes como Avatar e Transformers, entre outros, às vezes nos sentimos em um filme de aventura da Sessão da Tarde [Globo], e em outros momentos num filme de 007, deixando clara a influência hollywoodiana à trama, que nos remonta até os faroestes em territórios inóspitos de desfiladeiros.

Além da criatividade sem limites do autor, suas personagens são carregadas de qualidades, defeitos e sentimentos “bem humanos”. Leais, apaixonados e perseverantes, eles vão nos cativando no decorrer de sua jornada quase suicida.

“ - O que vai buscar então?
  - Fé Mander. Fé. Precisamos que o povo da terra ore por Ogum, fortaleça nosso deus. Só assim venceremos essa guerra.”

Em Dartana, Vianco deixa como assinatura que ficção é amplitude, logo TUDO é possível, e assim somos lançados em improbabilidades, onde a fé é a mola motriz para o desfecho arrebatador de sua trama.

Envolva-se e prepare-se para a viagem…
Identificação garantida.

Essa leitura foi uma cortesia da Editora Rocco.
Aguardamos seus comentários! By.:.

8 comentários

  1. Olá tuedo bem?
    O livro parece bem interessante mas ainda não sou muito familiarizada com a literatura fantástica então esse eu vou deixar passar. O único que li até agora do autor foi A Casa na qual é bem sobrenatural e esotérico e apesar disso, eu gostei do livro! Mas esse negócio de vampiros, lobisomens, já está um pouco passado pra mim sabe? Sei que o livro não fala sobre isso, mas sim de outro planeta e o povo de Dartana, só que não me convenceu a ler, apesar da sua resenha estar muito boa. Quem sabe eu não mude de ideia?

    beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Olá Rosem, tudo bem?

    Sou fascinada pelos livros do André Vianco, mas prefiro os que não seguem uma série, trilogia, nada do gênero. Acho que é pelo fato de nunca conseguir comprar as continuações, rs.

    E de todos os que li, esse com certeza é o que tem mais diferença dos demais, além de abordar um tema que não tenho muita afinidade.

    Beeijos

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Desde que vi o lançamento da obra fiquei louca para fazer a leitura.
    Ainda não consegui, mas já vi várias resenhas que assim como a sua elogiam a trama muito bem elaborada por Vianco nessa obra! A premissa é muito interessante e estou curiosa para conferir toda essa mistura que descreveu em sua postagem!

    https://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oie, Rosem!
    Eu só tenho um livro do Vianco (vergonha, eu sei!) e ainda não conhecia esse (mais vergonha ainda!). Mas achei a premissa bem curiosa, gosto da ideia de dimensões/mundos competirem em busca de conhecimento.
    Estou com várias trilogias para finalizar, mas vou procurar Dartana assim que terminar uma delas!
    Bjus
    Anna - Letras & Versos

    ResponderExcluir
  5. Li recentemente Os sete do autor, e confesso que me decepcionei um pouco. A trama é boa, interessante e tal, mas a narrativa foi muito amarrada e me desanimou. Mesmo assim quero conferir outras obras dele, e tenho visto falar bastante de Dartana, o que me incomoda é o tamanho do livro, não vou terminar nunca! haha Mas curti bastante a premissa, então darei uma chance.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  6. Aparentemente é um livro bastante interessante, mas a capa nao me agradou muito kkkk

    André Vianco sempre surpreende, então acho que vou dar uma chance.

    Abraço

    ResponderExcluir
  7. Olá.
    O que mais acho bacana nos livros do Vianco é justamento eles terem Osasco como pano de fundo. Com o sucesso que o autor faz, a cidade também fica conhecida.
    Dá para perceber que esse é um livro cheio de referências, o que é muito positivo.
    Abraços.

    Minhas Impressões

    ResponderExcluir
  8. Oi Elis, sua linda, tudo bem?
    Eu já queria ler esse livro, mas agora sabendo que temos referências aos faroestes, filme do 007, Avatar e Transformes, nossa, fiquei mega empolgada, pois precisa de um domínio muito grande para conduzir uma história como essa, que transita em vários gêneros. Tomara que eu goste tanto como você.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!