[Resenha] A Cabeça do Santo

A Cabeça do Santo - Socorro Acioli

A Cabeça do Santo - Socorro Acioli
Sinopse - Companhia das Letras - 2016 - 176 páginas


Samuel acabou de perder a mãe e agora está tentando cumprir os últimos desejos dela, indo para Candeia (uma cidade com fama de amaldiçoada, onde pouquíssimas pessoas vivem), procurar seu pai e sua avó e acender três velas nos pés de três santos. Para chegar ao seu destino, Samuel precisou andar por dezesseis dias debaixo do sol quente do sertão nordestino.

“Tudo ficou pelo caminho: juventude, alegria, pedaços de pele, mililitros de suor, quilos do corpo, e os parcos e velhos fios de esperança de que houvesse alguma coisa invisível que ajudasse os homens sobre a Terra.”

Ao chegar à cidade, Samuel encontra sua avó, que ao invés de lhe dar abrigo, ordena que ele encontre a cabeça decapitada de uma estátua de Santo Antônio, onde poderá ficar para se proteger da chuva que está chegando. No caminho, Samuel é mordido por cachorros e fica bem ferido, mas, com a ajuda de Francisco, um garoto que conhece no dia seguinte dentro da cabeça do santo, consegue alguns remédios.

A “estadia” no Santo Antônio não é tão simples, pois Samuel consegue ouvir vozes de diferentes mulheres orando ao santo casamenteiro. Francisco não é capaz de ouvir estas vozes, mas acha que Samuel pode usar essa “habilidade” para faturar algum dinheiro na cidade, fazendo relacionamentos darem certo. Porém, tem uma voz em especial que lhe chama a atenção, uma voz que sempre canta em uma língua diferente, e Samuel está disposto a descobrir quem é.

Entre descobrir quem é seu pai, falar com sua avó e ascender três velas para a mãe, Samuel vai mudar completamente a vida na cidade, alimentando a fé de todas as pessoas, mas também vai atrair alguns inimigos. E isso tudo transformará sua vida de uma maneira extraordinária..

“A Cabeça do Santo” é um livro de realismo fantástico (um estilo que amo), pois mistura o dia a dia comum com alguns toques de fantasia, a história começa bem pequena e simples e vai aumentando até tomar um rumo inimaginável.

Sua narrativa é um pouco diferente dos livros que estou acostumada a ler, possuindo descrições que utilizam muitas comparações e metáforas. Além disso, a fala dos personagens imita o sotaque nordestino (o que adorei). 

O visual do livro é lindo, um dos mais lindos da minha estante, ele possui uma jacket (que é essa sobrecapa amarela) e na capa, uma imagem do sertão nordestino. As páginas são amareladas e a fonte, ótima para ler.


A parte mais legal da história foi conhecer mais a fundo a vida de alguns moradores de Candeia, adoro enredos que se desenvolvem em cidades pequenas e exploram a vida dos moradores locais. Meus personagens preferidos foram o Francisco, seu pai (que é coveiro) e Madeinusa, uma garota que Samuel ajudou.

A obra de Socorro Acioli é fluída, tem a medida certa de descrições, diálogos e algumas histórias do passado, compondo uma leitura rápida e tranquila. Estava esperando alguma coisa maior para o final, alguma lição de vida ou revelação bombástica, e nada disso aconteceu, mesmo assim, gostei do desfecho e este se tornou um dos meus livros favoritos, certamente quero ler outros livros da autora.

Essa leitura foi uma cortesia da Companhia das Letras.
Aguardamos seus comentários! Beijos...

13 comentários

  1. Vendo pela capa eu nunca imaginei que escondia uma historia tão incrível assim, achei a historia cativante, e também com muitos conflitos durante a historia, mas me chamou a atenção nunca li nada parecido.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Samantha!!
    Achei a história bem bacana!! Acho que nunca li nenhum livro desse estilo!! A capa é bem peculiar!! Gostei bastante da enredo!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Ainda não conhecia esse livro!
    E pela capa e nome, não ia ler não, kkkkk
    Mas a sua resenha foi tão interessante...que fiquei aqui roendo as unhas para ler o livro e saber tudo que tem aí.
    Muito intrigada para saber o pq dos desejos da Mãe do Samuel, qual a finalidade, kkk, já que logo de cara a avó o recebe tão indiferente...
    Já anotei na minha listinha, kkkk
    Lindo FDS!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  4. Sam!
    Eita que livro porreta!
    Adoro histórias do nosso povo nordestino e fiquei encantada com toda jornada de Samuel e como ele consegue mudar de alguma forma a cidade e dar força para o povo que nela vive.
    Quero ler sim como boa nordestina e apreciar mais uma autora nacional.
    “Não confunda jamais conhecimento com sabedoria. Um o ajuda a ganhar a vida; o outro a construir uma vida.” (Sandra Carey)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  5. oi Sam, eu confesso que não é o meu tipo de leitura, mas fiquei curiosa!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Samantha!
    A Socorro possui enredos bem diferentes e com estilos próprios, né? Esse nem me parecia grande coisa pela capa, rs, sendo bem sincera, mas a premissa, ainda que inusitada e diferente do que estou acostumada, para ser bem divertida e envolvente mesmo. Não lembro de ter lido nenhum livro propriamente dito de realismo fantástico, por mais que seja um estilo muito amado por diversos leitores, mas tenho curiosidade em ler algo do tipo e conseguir entender melhor do que se trata o gênero. Parece ser uma boa dica conhecê-lo a partir dessa leitura, então, ainda que o final não seja muito revelador, mas se o meio do enredo já consegue se manter firme e cativante, a leitura já deve valer muito a pena, ainda mais se passando no nordeste, um ponto que me deixou bem feliz e ainda mais curiosa por ver a representação da autora quanto à essa terra linda. <3 Valeu a dica. Quando a pilha atual vagar um pouco, quem sabe não pego para dar uma chance à leitura? ;)
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥
    ♥ DandoUmadeEscritora.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
  7. Oi.
    Eu estou aqui tentando e lembrar se já li algum livro de realismo fantástico, e cheguei a conclusão que não.
    Mas confesso que fiquei louca para ler esse, adorei que o autor se aprofunda na vida da pequena cidade, isso me cativou, tirando fato de que nasci no nordeste e adoraria ler um livro onde os personagens tem o sotaque de lá, enfim tenho que ler.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Pela capa não da para se interessar pelo livro rs. Mas prla historia ela desperta interesse fiquei imaginando como o personagem iria mudar a vida das pessoas, se iria saber quem é seu pai, pena que no final não teve algo que surpreende.

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia esse livro nem essa autora, também curto muito realismo fantástico, a trama parece bem interessante e ainda se passa no sertão nordestino, essa resenha me deixou bastante curiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  10. Pela capa nem pensar que iria ler.
    Mas sua resenha mudou a visão da capa, mostrou a história com outro foco, parece interessante.

    ResponderExcluir
  11. Se eu visse esse livro na livraria nem pegaria para ler a sinopse, não gostei nada da capa dele, bem sem graça... mais o livro parece bom..

    ResponderExcluir
  12. O que gostei neste livro foi a atitude de Samuel em relação a sua mãe, ele queria que de alguma forma sua mãe ficasse feliz cumprindo seus últimos desejos. Porém essa trajetória não parece que foi fácil. Outra coisa bastante peculiar neste livro que você disse, e que gostei, foi fato de ter narrativa diferente, além de sotaque nordestino dos personagens. Acredito ser diferencial desse livro

    ResponderExcluir
  13. Oi! Não conhecia a autora até algumas semanas atrás, quando vi resenhas desse e outro livro dela. Deve ser interessante acompanhar essa jornada e como uma coisa simples vai ganhando novos contornos a cada página. A edição está mesmo linda! Não sabia que era uma jacket. Comecei a ler recentemente um livro que se passa no sertão nordestino e é emocionante, imagino se esse também é

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!