[Resenha] O Livro de Moriarty

O Livro de Moriarty - Arthur Conan Doyle

O Livro de Moriarty - Arthur Conan Doyle
Sinopse - Penguin Companhia - 2017 - 416 páginas


Quem nunca ouviu a expressão “Elementar meu caro Watson...”? Isso mesmo, estamos falando de Sherlock Holmes, o “genitor” de todos os detetives, seu raciocínio impecável, sua lógica infalível o tornaram o mestre dos mestres das investigações em Londres na época vitoriana, portanto para confronta-lo só mesmo um vilão a sua altura intelectual como o Prof. James Moriarty.

Arthur Conan Doyle, um escocês fantástico, dispensa comentários frente a sua maestria, imaginem um autor que consegue surpreender seus leitores durante um século? Suas tramas são pura álgebra, em um misto de mistério, aventura, lógica e até certo misticismo oculto bem peculiar aos escritos da época. Amo!

“O livro de Moriarty” é o dossiê não escrito sobre seu arqui-inimigo, afinal Holmes tinha um dossiê de todos os criminosos de Londres, entretanto o Prof. Moriarty era sua falha trágica [ele nunca conseguiu arguir provas, apenas indícios contra ele], deste modo o enigmático antagonista vai desvelando-se no decorrer da obra de Doyle em um crescente, equiparando as personalidades de protagonista/antagonista como gênios do bem e do mal. O confronto é inevitável.

Com a inquietante aventura de o “Problema final”, 1º conto do livro, somos inseridos na trama que através de memórias estabelece a verdadeira face de James Moriarty.
 
A brilhante introdução de José Franscisco Botelho situa os marinheiros de primeira viagem ao esplendor da obra de Doyle e a relação sombria de Moriarty no contexto Sherlockiano de modo instigante, logo você vai querer ler tudo de Doyle.

Os contos tratam de fatos que ocorrem depois da “possível morte de Moriarty”, e no decorrer dos cinco contos procedentes a “problema final”, Sherlock vai nos desvelando Moriarty ao descrever suas façanhas até então obscuras à Watson, o que é fascinante, bem como podemos observar a admiração e respeito de Holmes a seu inimigo mortal.

Os seis contos são espetaculares, desenvolvem-se em uma trama instigante e surpreendente que tem seu clímax no excelente “O vale do medo”, que na parte I, “A Tragédia De Birlstone”, nos encanta com a atuação de Sherlock Homes em sua melhor e mais brilhante forma a desvendar um assassinato indecifrável articulado pela teia de Moriarty. Entretanto, na parte II, “Os Rufiões” [UAU!], temos “a história” de Birdy Edwards, dinâmica, envolvente, cativante e impactante frente a disposição de fatos históricos sinistros e que definitivamente demonstra o poder da teia que detinha Moriarty sobre as associações criminosas da época.

Uma saudação a Arthur Conan Doyle, o mestre dos mestres.
Indescritível e magnífico. 

Essa leitura foi uma cortesia da Companhia das Letras.
Aguardamos seus comentários! By.:.

11 comentários

  1. Eu sempre fui muito fã do Sherlock Holmes, não tenho duvidas de que quem é fã vai adorar conhecer, e entrar no seu mundo de investigação, com certeza vou querer saber mais a respeito.
    Até mais!!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Que interessante...não conhecia...realmente vai ser incrível saber um pouco mais Sherlock Holmes...é impressionante como tem frases que nos marcam né? Que nos remete a um sentimento...eu amo isso nos livros!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  3. Sherlock Holmes é o número 01 quando se fala em investigação, se no Livro de Moriarty vai falar sobre ele com certeza vale a pena ler.

    ResponderExcluir
  4. Adorei conhecer esse livro. Sempre gostei muito de Sherlock Holmes mas infelizmente só assisti alguns filmes dele. Mesmo assim amei a indicação.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  5. Rosem!
    Bom ver que Sherlock tem um arqui inimigo tão inteligente quanto ele, tanto que tem um livro só seu.
    Não sabia que eram contos, mas devem ser interessantes para conhecermos um pouco mais sobre a verdadeira personalidade de Moriarty!
    “Não há nada bom nem mau a não ser estas duas coisas: a sabedoria que é um bem e a ignorância que é um mal.” (Platão)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. oi Rosem, o universo de Sherlock Holmes é sempre muito interessante, creio que vale a pena conhecer a fundo a trama!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Os contos parecem ser bem interessantes, fiquei curiosa para ler ainda mais se tratando de um arqui-inimigo do Sherlock Holmes, impressionante como ele não conseguiu provar nada contra o Prof. Moriarty, pois é um grande detetive, pelo visto ele tem um grande arqui inimigo rs.

    ResponderExcluir
  8. Sherlock Holmes é sem duvidas alguma é uns dos personagens mais inteligente que pode conhecer. Não tive contato com historia dele através de livro, e sim filme e historia contada por minha professora. Enfim... deixando esse detalhes de lado. Acho incrível como Arthur Conan soube criam tantas historia com esse personagens sem perder a essência do personagem. Eu não conhecia a obra O Livro de Moriarty mas percebe que tem a mesma pegada que outros livros de Arthur, mistérios e suspense do inicio ao fim.

    ResponderExcluir
  9. Oi.
    Confesso que nunca li nada do Sherlock Holmes, mas achei a premissa desse livro, o fato de ter ai um arqui-inimigo, chamou bastante a minha atenção, eu acho que esse séria um livro que me chamaria a atenção.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Rosem!
    Não sabia sobre esse livro em particular, mas já havia lido um conto ou outro do Sherlock no colégio, e foi inevitável ficar ansiosa por conferir mais de Sir Arthur Conan Doyle com seu mais famoso e célebre personagem! Acabei ganhando um box, estou esperando chegar para conferir a leitura, enfim, mas já fiquei curiosa com esse também por focar no arqui-inimigo do detetive, pelo o que entendi, se mostrar tão astuto, inteligente e sagaz quanto Holmes. Uma ótima dica para quando já tiver conhecido um pouco mais da narrativa do próprio Sherlock em si, valeu a dica!
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥
    ♥ DandoUmadeEscritora.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
  11. Eu não fazia ideia que esse livro tinha relação com Sherlock Holmes. Achei que fossem obras totalmente diferentes. Na verdade nunca tive um grande interesse pelo detetive e por isso nem sabia da existência desse inimigo dele. Tentei ler um livro do autor certa vez e acabei abandonando porque achei a escrita floreada demais. Acho que ainda não tenho maturidade pra isso iueheiuheiuehe
    De qualquer forma, os fãs do detetive devem mesmo ter amado a obra!

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!