[Resenha] A história secreta de Twin Peaks

A história secreta de Twin Peaks - Mark Frost

A história secreta de Twin Peaks - Mark Frost
Sinopse - Companhia da Letras - 2017 - 368 páginas


Seguindo a sofisticação do misterioso dossiê “original” encaminhado ao “Federal Bureau of investigation”, o romance “A História Secreta de Twin Peaks” é puro delírio aos olhos dos fãs: a belíssima capa, as imagens, o projeto gráfico, sobretudo as informações confidenciais e “ultrassecretas” elencadas em uma infinidade de “documentos”, fazem da obra um objeto de desejo.

“... o mistério é o ingrediente mais essencial à vida...”

A trama inicia-se com um “memorando interno” de Gordon Cole para a Agente especial T. P., enviando-lhe o dossiê para análise, portanto é mediante a análise dela que somos guiados aos meandros das origens da Cidade de Twin Peaks, no início do século, as expedições que tentaram desvendar os mistérios de uma antiga lenda indígena que vinculou o território a cobiça de sociedades secretas, tendo como foco um misterioso anel de jade.

“Confie e não trema diante do desconhecido.”

Então Frost dá inicio ao “jogo” compartilhado por David Linch e bem conhecido pelos amantes da cultuada série “Twin Peaks”, ou seja, da história dentro da história. Como um jogo de espelhos a agente T.P. segue a trilha de um “Arquivista” anônimo que redigiu o dossiê, catalogando relatos de inúmeros casos incomuns que ocorreram desde 1805 naquele território ao leste de Washington. A sensação que temos é de entrelaçamento: a investigação é nossa. E o prazer é inigualável, envolvente e instigante.

Aos poucos vamos perceber que o “caso Laura Palmer” foi apenas o estopim de um enigma ancestral envolvendo a Floresta Ghostwood, a Caverna da coruja, o desaparecimento de três crianças no passado (resgatadas com estranhas marcas tatuadas na pele), a mitologia que envolve o lugar com relatos de aparições, a cultura dos índios Nez Percé, e uma antiga maldição.

Portanto Twin Peaks tem mais mistérios do que o assassinato de Laura Palmer, e Dale Cooper estava exatamente no rastro desses enigmas que envolvem conspiração, magia negra, abduções, tráfico de drogas, assassinato, corrupção, sociedades secretas e mais uma vez: um misterioso anel de Jade. Logo, o próprio agente Cooper será conduzido à mais bizarra experiência. 

Contatos imediatos: extraterrestres, intraterrestres ou interdimensionais?

Figuras proeminentes nesta mega trama, como o Coronel Doug Milford e o Major Briggs da força aérea americana, trazem a cena arquivos ultrassecretos e estarrecedores sobre a verdadeira natureza dos fenômenos que norteiam a floresta de Ghostwood, em Twin Peaks.

“A verdade pode ser vista. Bem de frente. A questão é: você está disposto a aceitar o que ela tem para te dizer?”

Achou pouco? Imagine que no “caso Palmer” todos os personagens tiveram seu passado vasculhado e simplesmente está tudo no dossiê: diários, recortes de jornal e mesmo fichas médicas, afinal todos eram suspeitos e isso é uma investigação sobre a cidade, seus iminentes moradores e fenômenos paranormais.

Enfim, estupendo. Uma obra de arte.

Essa leitura foi uma cortesia da Companhia das Letras.
Aguardamos seus comentários! By.:.

5 comentários

  1. Rosem!
    Foi um caso bem difícil mesmo e nunca foi desvendado.
    Deve ser um livro muito interessante, cheio de documentos, depoimentos, laudos e tudo o mais.
    Bom feriado!
    “Saber envelhecer é a grande sabedoria da vida.” (Henri Amiel)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nossa Rosem, deve ser meio viciante, especialmente por não ter fim o caso, ter terminado sem conclusão e ter esse envolvimento do autor na construção ou tentativa de reconstrução do caso
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Faz tempo que eu acompanho a série e eu não sabia da existência desse livro.
    Quero mt ler, descobrir mais coisas sobre o caso da Laura :((

    ResponderExcluir
  4. Nossa, que história hem, curto muito um policial, mistério, fenômenos paranormais, essa resenha me deixou super curiosa em conferi isso tudo, parece super envolvente e eletrizante.

    ResponderExcluir
  5. Amo livros nessa pegada de suspense, policial e terror.
    O caso Laura Palmer é conhecido nesse mundo e gostei de saber que tem muito mais envolvido do que aparenta.
    Gosto de ver os processos de investigação.
    Li uma resenha que dizia que ele é um pouco descritivo demais, só que gêneros assim, tem que ser mesmo. Não vejo de outra forma.
    Quero muito ler esse e espero conseguir s2

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!