[Resenha] A Melodia Feroz

A Melodia Feroz - Victoria Schwab

A Melodia Feroz - Victoria Schwab
Série Monstros da Violência - Livro 01
Sinopse - Editora Seguinte - 2017 - 384 páginas


“A Melodia Feroz”, de Victoria Schwab, é um livro de fantasia urbana, um dos meus gêneros preferidos. Nessa trama temos uma cidade dividida pelos interesses de dois governantes, além de monstros à solta, que surgem como consequência das ações humanas e só sobrevivem caso se alimentem de pessoas.

A Cidade V é um território dividido entre Norte e Sul. O Norte é comandado por Harker, um governante humano que protege quem é leal a ele, já o Sul é comandado por Flynn, também humano, que tenta manter a ordem e acabar com as pessoas más que já praticaram algum ato de violência. A Cidade V se encontra num momento de trégua, que está ameaçada por causa de monstros que estão começando a se rebelar.

“Os fatos eram simples. O Sul era o caos. O Norte, a ordem. Era uma ordem comprada e paga com sangue e medo, mas ainda assim uma ordem.”

O que acontece na verdade, é que neste mundo, os atos de violência e crueldade dão origem a monstros, que são divididos em três tipos: corsais, malchais e sunais. Os corsais e os malchais são leais a Harker, trabalham para ele e só matam as pessoas que não tem sua proteção, os cidadãos temem mais o seu líder do que os monstros. Por outro lado, os sunais, uma raça rara e mais poderosa de monstros, vivem no sul e são considerados os “filhos” de Flynn, fazendo parte da Força-Tarefa Flynn (FTF), que tem como objetivo matar os monstros e os pecadores, ajudando os inocentes a ter uma vida melhor.

“Os corsais se alimentavam de carne e osso; os malchais, de sangue, não importava de quem; mas os sunais só conseguiam se alimentar de pecadores.”

August é um sunai que acabou de ganhar a confiança do “pai” para partir numa missão pela FTF, ele terá que ir para escola (que fica do lado Norte da cidade), fingir que é humano (o que não é tão difícil assim para os sunais) e ficar de olho em Katherine Harker, a filha do governante do Norte.

Katherine passou os últimos anos de sua vida longe da Cidade V, em várias escolas diferentes, sempre dando um jeito de sair de todas elas. Agora que está voltando pra casa, para viver com seu pai, pretende provar que pode ser tão cruel quanto ele e honrar o sobrenome Harker.

“A Melodia Feroz” não é igual (nem parecido) com nada que eu já tenha lido, a história dos monstros que surgem a partir de atos de violência foi uma sacada muito criativa da autora, adorei a Cidade V em crise como pano de fundo, e os protagonistas que deixaram a leitura bem interessante. O mais legal foi saber que o sunais utilizam a música para se alimentar, eles sempre tocam algum instrumento ou cantam, isso faz com uma energia emane das pessoas que cometeram algum ato de violência, dessa forma os sunais conseguem essa energia e as pessoas em questão morrem.

Kate é uma anti-heroína que faz de tudo para conseguir o que quer, ela gosta de ameaçar as pessoas, de se sentir poderosa, é bem misteriosa e gosta que as pessoas falem dela. Por outro lado, August é mais tímido, tem receio que descubram que ele é um monstro, vive com medo e o tempo todo tenta se sentir humano, não gosta do fato de ser um monstro e muito menos de se alimentar da alma de pecadores (isso já causou muitos problemas a ele).

“O nome disso é vida, August. (...) Você queria se sentir vivo, certo? Não importa se é monstro ou humano. Viver dói.”

Na segunda parte do livro senti que a escrita da autora evoluiu um pouco, arrasando das descrições, principalmente dos sentimentos de cada personagem. A narrativa em terceira pessoa com os pontos de vista alternados entre Kate e August combinou muito bem com a história e não me impediu de ficar por dentro de todos os pensamentos e sentimentos dos personagens, já que as descrições foram bem detalhadas.

A história foi muito bem explicada, a única coisa não tão legal assim, é que consegui adivinhar um ponto importante do final do livro, mas a autora conseguiu me enrolar tão bem que foi quase uma surpresa quando aquilo realmente aconteceu, haha.

“A Melodia Feroz” tem potencial para ser um grande sucesso, eu amei a leitura e queria para ontem a continuação, a história tem um finalzinho, mas algumas pontas soltas foram deixadas na trama. Recomendo muito!

Sorteio


A Editora Seguinte disponibilizou um exemplar de A Melodia Feroz
para sorteio, para participar é só clicar no banner:

 Sorteio A Melodia Feroz

Série Monstros da Violência


 1. This Savage Song (2016) - A Melodia Feroz (2017)
 2. Our Dark Duet (previsto p/ junho/2017 nos EUA) 


Essa leitura foi uma cortesia da Editora Seguinte.
Aguardamos seus comentários! Beijos monstruosos...

27 comentários

  1. Estou muito ansiosa para ler esse livro. Fascinada pela resenha. Ainda não li nenhum livro da Victoria Schwab mas a escrita dela parece ser muito boa.
    A história em si é ótima ao retratar que a violência gera monstros, é exatamente o que acontece hoje: um ato gera uma consequência e se esse ato é uma violência, gera um caos.
    Grandes expectativas para a leitura, espero ler o mais rápido possível :D

    ResponderExcluir
  2. Oi Samantha, tô bem curiosa pra ler esse livro, a autora parece ter criado uma história rica e bem criatura, onde nada é o que parece e quero saber como vai se desenvolver o relacionamento dos protagonistas. As resenhas que tenho lido do livro são bem animadoras e a sua fez coro pra aumentar minha curiosidade. Gostei muito e espero poder ler logo logo ;)

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Eita que dá até um medinho hein?!
    Mas interessante a história...que promete muitas possibilidades, nem tão lindas e boas...mas deu vontade de ler e vê como vai evoluir essa Briga de Norte e Sul, que afinal, são seres Humanos tentando sobreviver ao Caos né?
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  4. Oi Samantha!
    Quero muito ler esse livro devido às recomendações. A autora realmente trouxe uma história diferente e com um final diferente ( pelo que eu soube). Vou ler em breve. Ps: Também adoro fantasia urbana ^^

    ResponderExcluir
  5. Ei Samantha! Desde que li sobre esse lançamento aqui, fiquei curiosa e parece que foi com razão, não é? A sensação que deu foi de querer ler mesmo, tipo afobada! Hahahaha Estou curiosa sobre como acontece de fato a criação destes monstros, como eles surgem! Que bacana! E é novo esse universo né, de humanos transformados em monstros em consequência de seus atos. Quero muito ler!
    Bjoxx ♥

    ResponderExcluir
  6. Sam!
    Achei o enredo totalmente inusitado a partir do momento que monstros são criados através do comportamento dos seres humanos.
    Deve ser uma grande lição, porque ficamos nos perguntando o quanto há de maldade no mundo? E mostra que colhemos o que plantamos, concorda?
    E esse lance de se alimentarem através da melodia é inédito.
    Claro que quero conferir a leitura.
    Desejo um mês cheio de prosperidade!
    “A sabedoria consiste em compreender que o tempo dedicado ao trabalho nunca é perdido.” (Ralph Waldo Emerson)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. E a primeira coisa que me cativou a leitura deste livro foi o fato da estória ter uma originalidade incrível, pela sua descrição vejo que também nunca vi nada parecido com essa premissa, principalmente os atos de violência virarem monstros. Com certeza esse e um livro que um grande potencial para ser um dos favoritos entre os leitores, eu mesma já quero meu exemplar.

    ResponderExcluir
  8. Olá!!! Adoro livros de Fantasia, que historia diferente essa, quero conhecer mais a respeito desses monstros!!! Quero ler esse livro urgente, adorei sua Resenha!!!

    ResponderExcluir
  9. Esse livro esta na minha lista de compras, achei bem diferente e de certa forma mostra a realidade a violência esta gerando monstros na sociedade. Os personagens parecem que foram bem trabalhados, só fiquei um pouco com o pé atrás com a Kate rs.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Samantha!!
    Gostei bastante da premissa do livro, parece ser um bom livro de fantasia. Achei bem interessante como surgem os monstros. E por causa disso fiquei bem interessada!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  11. Olá Samantha ;)
    Estou DOIDA para ler esse livro, desde que a Ed. Seguinte anunciou que ia ser um dos lançamentos!!!
    Acho essa capa linda demais, e pelo que li parece ter uma premissa bem diferente. Que bom saber que a escrita da autora vai evoluindo. E estou curiosa sobre esse final!
    Acho que vou gostar bastante *-*
    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Nossa fiquei bem curiosa p ler,gosto muito de livros q mistiram fantasias cm realidade e essa parece uma historia bem interessante.
    O blog esta de parebens bela resenha ,bjs

    ResponderExcluir
  13. Bem diferente esse livro. Fiquei fascinada com a sinopse. Sua resenha está muito boa e me deu um gostinho de ler agora!
    Achei bem original o roteiro!

    ResponderExcluir
  14. Sam, esse livro tem se tornado sensação, leio várias resenhas sobre ele e como a sua são elogiosas, eu que são sou tentada a esse enredo tenho me pegado cada vez mais curiosa
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Fiquei fascinada pelo livro gostaria de ter a oportunidade de ler ele, e quem sabe não é mesmo?!rsrs
    Sua resenha foi ótima!

    ResponderExcluir
  16. Nossa, história bem interessante, curto muito fantasia urbana e essa resenha me deixou super curiosa em conferi isso tudo que foi dito aqui, essa série promete.

    ResponderExcluir
  17. Que temática diferente, gostei muito. Adoro fantasia e o August parece ser daqueles que torcemos desde o início.

    ResponderExcluir
  18. Eu li apenas um livro do gênero fantasia. E gostei muito. Espero que esse seja o próximo, pois acho que deve ser muito interessante.
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Realmente, a sacada da autora em criar esses monstros que surgem a partir de atos de violência foi super criativo, essa divisão do Norte e Sul me lembrou um pouco a Guerra Civil dos EUA e fiquei super intrigada para saber o final da história, espero que eu ganhe esse livro maravilhoso.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Eu amo distopias, e quando soube que o livro tinha também uma pegada de fantasia fiquei ainda mais animada pela leitura. Convenhamos que a premissa é muito interessante: monstros que surgem da violência! Como não querer ler essa história? Amei ler a sua resenha. Cada palavra me fez acreditar que é um livro espetacular e que não posso deixar de fazer a leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. A Melodia Feroz parece apresentar um mundo diferente e original, com pitadas na medida certa de ação e mistério. Como fã de fantasia, já amei o livro! Tô louca pra conhecer mais do mundo que a autora criou e ajuda bastante saber que ele é uma duologia.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  22. A Melodia Feroz mostra ser uma historia bem trabalhada, com personagens que conquistam o leitor e faz com que sentimos na pele o que eles sentem, pois nossa realidade está permeada de violência. A premissa desse livro é realmente fantástica e com um diferencial que chama a atenção do leitor.
    Samantha, sua resenha me deixou bem motivada para conhecer mais da obra.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  23. O livro parece conter uma narrativa bem escrita e cheia de detalhes!! Personagens bem construídos, uma trama que com certeza conseguirá fazer com que o leitor fique ávido por ler cada vez mais a cada capítulo!!

    ResponderExcluir
  24. Este é o tipo de livro que me feitiça antes mesmo de ler. Capa linda e uma premissa irresistível. Adorei a trama e mais ainda em saber que você gostou.
    Já o coloque na minha lista de desejados.
    Abs
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  25. Também gosto muito de fantasia urbana! E achei genial a ideia de os monstros surgirem dos atos de violência (principalmente os sunsais que se alimentam de pecadores)!
    Já tinha colocado este livro na minha lista de desejos, e agora fiquei com mais água na boca, apesar de apresentar alguns pontos previsíveis. Amei a resenha!!

    ResponderExcluir
  26. Fantasia também é um dos meus gêneros favoritos. Sou fascinado por esse tipo de narrativa, que nos trasportam para outra realidade totalmente distante e diferente. Gostei da ideia central de A Melodia Feroz, tanto que já adicionei a minha lista de desejados. Espero gostar da leitura

    ResponderExcluir
  27. A uns dias atrás minha amiga apreceu com esse livro e eu imediatamente me apaixonei pela capa e pelas folhas lindas em vermelho. Apesar de nunca ter lido nenhum liro da Victoria Schwab estou amando essa resenha e espero muito ter esse livro em breve.

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!