[Resenha] Onze leis a cumprir na hora de seduzir

Onze leis a cumprir antes de seduzir  - Sarah MacLean

Onze leis a cumprir na hora de seduzir  - Sarah MacLean
Sinopse - Editora Arqueiro - 2017 - 336 páginas


Em “Nove regras a ignorar antes de se apaixonar” e “Dez formas de fazer um coração se derreter”, nós conhecemos os irmãos St. John e testemunhamos o momento em que ambos descobriram a existência de uma irmã mais jovem, por parte de mãe, nascida na Itália. Gabriel e Nicholas receberam Juliana de braços abertos, porém o mesmo não aconteceu com a sociedade londrina, repleta de preconceitos e maledicências a respeito da jovem, filha da escandalosa “marquesa fugitiva”.

Se nos dois primeiros livros da Série “Os Números do Amor”, de Sarah MacLean, Juliana Fiori teve um papel coadjuvante na trama, em “Onze leis a cumprir na hora de seduzir” chegou a sua vez de brilhar, ou melhor, de conquistar e ser conquistada pelo amor.

Juliana e Simon avistaram-se apenas duas vezes durante seus passeios por Londres, a primeira vez numa livraria, e a segunda, na Exposição Real de Arte, onde Simon a abordou. Esses dois encontros foram o suficiente para que se encantassem um com o outro, mas, se por um lado Juliana tinha conhecimento de que o galante cavalheiro que lhe dirigia a atenção era nada mais, nada menos, que o duque de Leighton, Simon Pearson desconhecia a identidade de Juliana, que quando revelada, lhe deixou completamente chocado.

Sendo Juliana a irmã mais nova – e bastarda – dos irmãos St. John, Simon jamais poderia transformá-la em sua duquesa, e muito menos tomá-la como amante, em respeito aos irmãos dela, com os quais possui uma dívida de honra. Dessa forma, Simon canaliza toda sua frustração numa máscara de frieza que utiliza sempre que Juliana está por perto. Ela, por sua vez, fica cada vez mais determinada a derrubar as barreiras de Simon, a demonstrar a força da paixão e a deixá-lo rastejando a seus pés.

“Juliana era diferente de tudo o que ele já conhecera. De tudo o que ele já quisera. De tudo o que ele já fora. Ela era um perigo para si mesma... Mas era, acima de tudo, um perigo para ele. Um perigo lindo e tentador, que ele considerava cada vez mais irresistível.”

“Onze leis a cumprir na hora de seduzir” é um romance de época bastante movimentado, que retrata a corrida contra o tempo de uma mulher apaixonada a fim de conquistar um esnobe cabeça-dura, já que Simon parece determinado a manter sua reputação e a de sua família imaculada a qualquer preço, mesmo que isso custe a sua felicidade.

O livro foi o fechamento perfeito para essa série, que fala tanto sobre os valores da sociedade londrina do início do século XIX, quanto de sentimentos amorosos e familiares, pois a história dos irmãos Gabriel, Nicholas e Juliana, como também de Simon e sua irmã Georgiana, entrelaçam-se totalmente. As famílias são importantes tanto para o enredo, como para o desenvolvimento dos personagens.

Os “esqueletos no armário” de ambas as famílias interferem diretamente na realidade dos protagonistas e é muito interessante constatar como cada qual trata de seus problemas e escândalos, como o orgulho pode azedar as relações ou como o amor pode superar todas as barreiras erguidas pelo preconceito e intolerância.

Essa é uma história muito interessante, bonita e divertida, adorei e recomendo!

Série Os Números do Amor




Essa leitura foi uma cortesia da Editora Arqueiro
Aguardamos seus comentários! Beijos...

9 comentários

  1. Elis!
    Pude ler o primeiro livro dessa série e já me apaixonei por Juliana e seu temperamento italiano bem forte, cheguei até me indentificar com ela em alguns aspectos, porque minha avó era italiana.
    Quero poder ler e ver o desfecho dessa série belíssima.
    Desejo uma semana de luz e paz!
    “Quem já passou por essa vida e não viveu, pode ser mais, mas sabe menos do que eu...” (Vinicius de Moraes)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Juliana arrasa, né?
    a história dela é cativante, seu romance com Simon e todos os perrengues!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá Elis! Doida pra começar a ler essa série, curto muito um romance de época e a gosto muito da escrita da Sarah MacLean, cada resenha que leio dos livros me deixa ainda mais curiosa em conferi isso tudo que dizem.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Elis, é muito gostoso saber que a nossa querida Sarah não poderia ter escolhido forma melhor de encerrar essa série tão querida. Tenho desejado começar a leitura da trilogia desde que foi lançado o primeiro livro, e com todos já publicados no Brasil, sinto que não posso mais adiar, principalmente por eles serem do meu gênero preferido! E por terem uma história que nos faz apaixonar desde a primeira página.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  5. Oi.
    Gosto muito de romances de época, quando o enredo é envolvente e os personagens bem construídos. Tenho o primeiro livro dessa série, mas ainda não li. Mas quero fazer a leitura, com certeza.
    Obrigada pela dica e pela linda resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Olá, como amo romances de época já fiquei interessado na obra. Nada mais tradicional do que um livro do gênero ambientado na Londres do século XIX, espero que os dramas sejam bons como os dos outros livros da série. Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Sarah Maclean é uma autora que sabe nos envolver nas suas tramas, trabalhar bem os clichês e explorar com perfeição seus protagonistas. Quanto mais leio seus livros, mais me apaixono por sua escrita envolvente e única. Por isso estou com as expectativas lá em cima em relação á esta trilogia. As capas são de encher os olhos e a trama deliciosa, com personagens fortes e marcantes irá me proporcionar uma gama de sentimentos e sensações, não tenho dúvidas disto.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Espero ler essa série, achei muito boa essa personagem por ter fibra e ir atrás do que quer, que é conquistar o mocinho mesmo ele sendo turrão, deve ser divertido e fazer com que torcemos por ela, parece deixar uma boa reflexão sobre o que importa ser feliz ou as aparências.

    ResponderExcluir
  9. Até hoje só li um livro de romance de época e felizmente eu gostei.
    Não é um gênero que eu tenha muito vontade de ler, mas esta serie me pareceu interessante e quem sabe um dia eu leia.

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!