[Resenha] Lobo por Lobo

Lobo por Lobo - Ryan Graudin

Lobo por Lobo - Ryan Graudin
Duologia Lobo por Lobo - Livro 01
Sinopse - Editora Seguinte - 2016 - 360 páginas


“Lobo por Lobo” é uma história alternativa para a História do mundo. Nesta trama imaginada pela autora Ryan Graudin, o Eixo ganhou a Segunda Guerra Mundial, a Alemanha é dona de um grande território chamado Germânia e junto com o Império Japonês, controla quase toda a Europa e a Ásia. Para comemorar, todos os anos eles organizam o Tour do Eixo, onde vinte jovens alemães e japoneses pilotam motocicletas por todo esse território e o vencedor ganha uma Cruz de Ferro e grande reputação.

“Eram vinte mil setecentos e oitenta quilômetros divididos em nove trechos percorridos por vinte corredores, todos lutando pelo menor tempo e a consequente vitória.”

Yael é uma judia que esteve num campo de concentração e foi escolhida pelo Anjo da Morte para um experimento de modificação de melanina, com o objetivo de deixá-la com cara de ariana, a “raça pura” dos alemães. Mas o experimento foi além do esperado e Yael adquiriu o poder de transformar seu rosto no de qualquer outra pessoa do sexo feminino, o que a ajudou em sua fuga.

Nos dias atuais, Yael faz parte da resistência anti-nazista e está prestes a entrar em uma missão de vital importância, ela precisa fingir ser Adele Wolfe, a queridinha de Hitler, vencedora do último Tour do Eixo, ganhar a corrida novamente e matar o Führer no baile que encerra a competição. Mas é difícil fingir ser Adele quando seu irmão gêmeo também está participando da competição, assim como seus antigos colegas, que guardam histórias que jamais chegaram aos ouvidos da mídia.

“Lobo por Lobo” traz uma das melhores protagonistas que conheci nos últimos tempos, Yael é determinada, poderosa, justa, forte, centrada, tem seus medos e fantasmas, mas isso não a afasta em nenhum momento do seu objetivo. Ela sabe que todas as suas ações terão consequências e pensa bastante antes de agir. Gostei muito de Yael, simpatizei com ela e torci bastante para seu bem estar!

A narrativa transcorre em primeira pessoa na voz de Yael, alternada entre presente e passado: das lembranças da garota desde que foi para o Campo de Concentração, até alguns meses antes do início de sua missão. Com essas memórias, conhecemos as pessoas que foram importantes para a jovem e moldaram sua personalidade, todas imortalizadas em tatuagens de lobo em seu braço.

Adorei acompanhar os sufocos enfrentados pelos personagens durante a corrida, foram de tirar o fôlego! Também gostei de alguns personagens misteriosos presentes na história, me questionei várias vezes se Yael deveria ou não confiar neles.

O livro passa uma baita lição sobre preconceito e sobre aonde o homem pode chegar em função dele, quantas pessoas morreram por não serem “puras”? Por que Yael só era respeitada ao adquirir o rosto de uma garota loira de olhos azuis? Fica a reflexão.

O final é bem misterioso e inesperado, por esse motivo estou louca pela continuação! Ainda tem muita coisa pra acontecer. Recomendo demais a leitura!

Duologia Lobo por Lobo



1. Lobo por Lobo (2016)


Essa leitura foi uma cortesia da Editora Seguinte.
Aguardamos seus comentários! Beijos...

10 comentários

  1. fiquei muito intrigada com o enredo, com certeza eu gostaria de ler esse outro lado da guerra
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Tem algum tempo que venho lido bastante elogios em relação a está leitura, e por isto sempre me pego interessada a esta leitura, no entanto acabo deixando de lado. Porém vejo pela sua resenha que além da personagem ser forte, determinada, e uma das melhores protagonista, por ser tão bem construída, com a uma trama envolvente, e cativante, intercalando presente e passado no campo de concentração, tudo isto me pareceu possuir uma trama muito boa, e claro que já quero ler esta duologia.

    Participe do TOP COMENTARISTA de AGOSTO, para participar e concorrer Ao livro "Dois Mundos", o primeiro da série "Tesouros da Tribo de Dana" da escritora Simone O. Marques, publicado numa edição linda pela Butterfly Editora.
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro, mas nossa que premissa emocionante!
    Já estou curiosa para ler, pois gosto muito de temas sobre segunda guerra e ainda mais quando conseguem tratar de uma forma que nos faça enxergar todo o preconceito que havia.

    Adorei a dica e a resenha!

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  4. PRECISO LER ESSE LIVRO! Acho que sou a única pessoa que fica pensando como seria se a história seguisse por rumos diferentes e esse livro trás exatamente os meus devaneios, fiquei com uma vontade enorme de ler esse livro e quero lê-lo o mais rápido possível.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Eu ainda não tinha lido nenhuma resenha a respeito desse livro e estou aqui querendo mais e mais informação...
    Só a parte de saber que ela pode se transformar no rosto de quem quiser, já me atiçou as ideias...
    E a questão de ter jogos... e nossa, e uma trama toda para acabar com algo que me deixa sem chão "nazistas", não consigo entender a mente de pessoas que defendiam esse ideal de "raça pura", um absurdo.
    Gostei muito da resenha...quero ler esse livro!
    Um super bjo!

    Alê - Bordados e Crochê
    Facebook
    Twitter
    Instagram

    ResponderExcluir
  6. Oi.
    Eu adoro livros que falam sobre a segunda guerra mundial, e confesso que nunca passou pela minha cabeça que alguém escreveria um livro falando sobre a vitoria do eixo, o que torna tudo ainda mais interessante, eu adorei essa cenário e coisa toda da corrida é demais, preciso ler com toda certeza.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. SAm!
    Quero demais apreciar essa leitura.
    Quem não quer ter a oportunidade de matar o tal do Hitler, né?
    Agora falando série, é um livro que serve mesmo de reflexão, porque apesar da guerra ter sido perdida, todo o legado de tortura e maldade de Hitler ficou e jamais esqueceremos.
    E gostei de ver que o autor de um toque de fantasia, assim abranda um pouco todo holocausto...
    Desejo uma semana de muita luz e paz!
    “Para cultivar a sabedoria, é preciso força interior. Sem crescimento interno, é difícil conquistar a autoconfiança e a coragem necessárias. Sem elas, nossa vida se complica. O impossível torna-se possível com a força de vontade.” (Dalai Lama)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE AGOSTO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  8. Quero ler esse livro, achei diferente e fiquei muito curiosa com essa personagem de garra e que cativa o leitor e sobre essa alteração de rostos devido experimento se ela se confunde as vezes pois deve ter que mudar de rosto com frequência a leitura parece ser envolvente e deixar o leitor curioso por respostas.

    ResponderExcluir
  9. Oiee!
    Apesar de não gostar muito do tema guerra, acho sofrido demais, esse livro me deixou curiosa.
    Sua resenha me deixou encantada por Yale, gosto muito de personagens fortes e decididas, então se tiver a chance quero me jogar na leitura. Espero gostar tanto de Yael quanto você.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  10. Olá! Estou com bastante interessada em ler essa duologia, curto muito esse gênero, essa resenha me deixou ainda mais curiosa em conferi essa história.
    Bjs

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!