[Resenha] Como agarrar uma herdeira

Como agarrar uma herdeira - Julia Quinn

Como agarrar uma herdeira - Julia Quinn
Série Agentes da Coroa - Livro 1
Sinopse - Editora Arqueiro - 2017 - 304 páginas


"Como agarrar uma herdeira" é o primeiro livro da duologia "Agentes da Coroa", uma história que tempera o romance de época com uma pitadinha de espionagem e ação. Os protagonistas desse primeiro livro são Caroline Trent e Blake Ravenscroft, e o enredo se desenvolve na Inglaterra, tendo início em julho de 1814.

Caroline perdeu os pais aos dez anos, e desde então seu destino esteve nas mãos de incontáveis tutores que, um após o outro, controlaram seu dinheiro enquanto ela não completa vinte e um anos. Finalmente a ocasião está chegando, mas Oliver Prewitt - seu atual tutor - não quer abrir mão da fortuna de Caroline, ordenando ao filho que a engravide para forçá-la a se casar com ele. Por isso Caroline foge de casa, para esconder-se por seis semanas, tempo que falta pra atingir a maioridade.

Blake Ravenscroft, o segundo filho do visconde Darnsby, está numa missão estipulada pelo Departamento de Guerra da Inglaterra, no encalço da espiã espanhola Carlotta De Leon, que é suspeita de utilizar o barco comercial de Oliver Prewitt para transportar mensagens diplomáticas à Napoleão. Blake está vigiando a propriedade de Oliver há semanas, e ao se deparar com uma mulher deixando a casa sorrateiramente na calada da noite, a captura, certo de que se trata de Carlotta.

Quando Blake finalmente descobre que Caroline não é Carlotta, já está envolvido demais com essa jovenzinha corajosa e insolente, sendo impossível mandá-la de volta para casa e deixá-la à mercê do tutor traidor. Assim, o "cativeiro" se transforma no refúgio de Caroline, mas a investigação de Blake continua e, com a ajuda de James Sidwell, o marquês de Riverdale, Blake precisará juntar provas contra Oliver Prewitt, para desmascarar sua rede de contrabando e espionagem.

Em "Como agarrar uma herdeira", Julia Quinn nos apresenta a história de uma jovem absolutamente sozinha que nunca perdeu o brilho, a coragem e os sonhos, em contraponto à história de um homem cuja vida foi marcada por uma grande perda e muita dor, o levando a um isolamento social e afetivo autoimposto e à perda da esperança.

Gostei bastante da protagonista feminina, Caroline é uma mulher forte, apesar de inocente em muitos aspectos, determinada, apesar de nem sempre ter onde se apoiar, uma pessoa que ama e é generosa, mesmo que nunca a tenham tratado dessa forma. Blake, por sua vez, me irritou em diversos momentos, com seu jeito às vezes grosseiro, sempre cabeça-dura e constantemente mau humorado. Não sei como Caroline se encantou por ele, mas enfim, o amor é assim mesmo e felizmente ele melhorou um pouquinho e passou a tratá-la decentemente.

Na verdade, o personagem masculino que me chamou a atenção foi James Sidwell, o parceiro de Blake que será protagonista no próximo livro da série, "Como se casar com um marquês". James tem o temperamento leve, amigável e irônico, e tenho a impressão que irei me divertir bastante com ele. Outro destaque positivo desta leitura foram as situações bizarras e fora de controle vividas por Caroline e Blake que, aliadas às visitas e aparições inesperadas, e ao comportamento insubordinado dos criados de Blake, deixaram a segunda metade da história super divertida.


Essa leitura foi uma cortesia da Editora Arqueiro
Aguardamos seus comentários! Beijos...

4 comentários

  1. eu amei esse livro, Julia é uma excelente autora e arqueiro arrasou na edição
    Starbucks

    ResponderExcluir
  2. Elis!
    Gosto muito dos romances de época, ainda mais os da Julia.
    Achei fantástica a ideia da fuga de Caroline e dela ser confundida com uma espiã.
    E o romance dela com Blake é do tipo que gosto também com troca de farpas e no final...só amor!
    Semaninha alegre e feliz!
    “No fundo, morrer não seria nada. O que não suporto é não poder saber como terminará.” (A. Amurri)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE OUTUBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  3. A arqueiro sempre arrasa nos romances de época, e a Julia Quinn mais ainda.
    Desde que vi no lançamento, já estou louca para ler.
    Eu amei a premissa, mesmo com Blake sendo um pouco azedo acho que da uma torcida a mais pelo casal.

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Mesmo gostando de livros de época, ainda mais romance, tive experiencias negativas, livros classicos que achei chato, leitura enrolada, cansativa e sem atrativo. Mas em relação a esta obra leio comentarios bem positivos, mesmo sendo um cliche, preciso perder o medo e voltar a ler esse tipo de genero.

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!