[Resenha] Trago seu amor de volta sem pedir nada em troca

Trago seu amor de volta sem pedir nada em troca - Ique Carvalho

Trago seu amor de volta sem pedir nada em troca - Ique Carvalho
Sinopse - Editora Sextante - 2017 - 240 páginas


“Trago seu amor de volta sem pedir nada em troca”, do mineiro Ique Carvalho, é um emocionante livro de crônicas inspiradas na vida do autor, de seus amigos e de sua família. Todos os textos servem para contar um pouco da história de sua vida, passar mensagens positivas ao leitor e ensinar sobre relacionamentos.

Um dos temas centrais desse livro, com certeza, é o relacionamento entre pai e filho que o autor viveu, seu pai foi diagnosticado com paralisia supranuclear progressiva, que com o tempo passou a impedi-lo de andar, falar e até mesmo se mexer, mas os dois nunca deixaram de se comunicar, eles combinaram uma linguagem apenas pelo piscar dos olhos e se entendiam assim!

O pai do Ique lhe ensinou muitas coisas, lições que o filho levou pra vida, e tanto isso quanto a união da família renderam vários contos nesse livro. O pai dele também era um escritor nato e um dos contos desse livro é de sua autoria.

“A medicina desistiu do meu pai.
Eu vou continuar procurando uma forma de salvá-lo.
E, até o último dia da minha vida quando o médico falar: ‘Não é possível.’
Eu vou responder: ‘Eu acredito.’”

Outro tema bastante recorrente na obra é o amor romântico, mais precisamente os relacionamentos do autor, os que deram certo, os que não deram e lições e dicas retiradas de cada um deles. A linguagem é bem fácil e o leitor consegue facilmente se identificar com os acontecimentos, é quase como conversar com um amigo sobre o amor. Também tem algumas crônicas sobre a vida e algumas que são inspiradas em perguntas que fizeram ao autor nas redes sociais.

“O que realmente muda a sua vida
São as escolhas
Que você faz todos os dias”

Minhas crônicas preferidas foram “Volte a Dançar”, que fala sobre a vontade de viver, “Não é Milagre. É Atlético Mineiro.”, que fala sobre a importância de acreditar que vai dar certo e “Como Descobrir se é Amor”, que trata das pequenas declarações de amor que provam que o sentimento é verdadeiro.

No começo de cada crônica há uma sugestão de música, para você ouvir enquanto lê, acompanhada de QR Codes para facilitar a localização. A bela edição também apresenta algumas ilustrações bem simples em verde-água no final dos capítulos, além de duas páginas inteiramente nessa cor com alguma frase escrita em branco que tenha sido marcante no texto. E a capa do livro é texturizada para parecer uma parede, muito linda!

Esse é  um livro bom para ler aos poucos, antes de dormir, na hora do almoço ou no intervalo entre as aulas, são textos que te deixam feliz, mais leve e acreditando no amor. Recomendo!

“Mas hoje eu posso sentir que ele pode viver com as estrelas, e eu aqui.
Porque uma parte do nosso amor está com ele,
Mas a outra ficou em mim.”

Essa leitura foi uma cortesia da Editora Sextante.
Aguardamos seus comentários! Beijos românticos...

9 comentários

  1. Havia visto a capa do livro, mas não sabia que era emocionante assim.
    Acho bem legal quando autor nos indica músicas para acompanhar com a leitura, nos deixa bem mais envolvidos e melhor ainda a ideia de colocar em QR.
    Ainda não li nenhum livro do autor, mas gostei bastante de todo esse sentimentalismo que ele passa.
    Ótima dica.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Sam!!
    Acho que tem um bom tempo que não leio um livro de crônicas, mas achei bem bacana esse livro do autor. Gosto quando o autor coloca no livro sugestões de música, adoro ouvir playlist escolhida para cada ocasião na estória!! Amei a indicação!!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  3. Eu adoro cônicas, adoro o Ique, adorei a resenha e não vejo a hora de ler este livro lindo!!!

    Bjksss

    ResponderExcluir
  4. SAm!
    Um livro que fala de amor não pode de forma alguma ser ruim, ainda mais quando fala de damília também, a entidade principal de nossas vidas.
    E saber que a cada início de capítulo, tudo começa com uma música, torna o livro uma delícia!
    Que conferir!
    “É prova de inteligência saber ocultar a nossa inteligência.” (François La Rochefoucauld)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA novembro 3 livros, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  5. tem tudo pra ser aquele livro de aquecer o coração, estou bem entusiasmada!

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá! Estou doida pra ler esse livro, curto muito crônicas e essa resenha me deixou ainda mais curiosa em conferi tudo que foi dito aqui.

    ResponderExcluir
  7. Tenho um problema com esse livro. Não gosto de livros de crônicas e, além disso, parece que o autor quer passar isso como uma lição. Isso me lembra auto-juda e eu também não gosto de livros do gênero.
    O título até tinha chamado a minha atenção mas o enredo não me agrada nem o tipo de escrita.

    ResponderExcluir
  8. Embora o tom trágico usado na resenha, parece ser um livro divertido no qual me lembrou Marley e eu, deve ser do mesmo estilo, mas comparações a parte deve ser um livro que faz o leitor para um pouco e pensar, Pelo titulo parecia ser mais um livro de humor do que de reflexão, boa dica!!

    ResponderExcluir
  9. Oi Sam.
    Eu adorei a premissa desse livro, normalmente não leio esse tipo de crônicas não, mas esse livro me chamou a atenção de uma maneira bem especial.
    Acho triste a situação vivida pelo seu pai, mad fico feliz, que mesmo em momentos difíceis o autor ainda consiga passar uma boniga mensagem para nos leitores, enfim, quero muito ler.
    Bjs.

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!