[Resenha] Mais lindo que a lua

Mais lindo que a lua - Julia Quinn

Mais lindo que a lua - Julia Quinn
Duologia Irmãs Lyndon - Livro 01
Sinopse - Editora Arqueiro - 2018 - 272 páginas


 “Mais lindo que a lua” nos apresenta uma doce história de amor à primeira vista, entre o filho de um duque e a filha de um vigário, que por causa de um mal entendido gerado pela intromissão de pais cautelosos e insensíveis, terminou tão repentinamente quanto começou, azedando os sonhos de um jovem casal que acreditou que a força de seu amor seria suficiente para vencer todos os obstáculos sociais que os separavam, mas que se deixou abater à primeira dificuldade.

Isso tudo aconteceu em 1809, quando Victoria Lyndon tinha dezessete anos, e Robert Kemble, o conde Macclesfield, vinte e quatro. Sete anos se passaram desde que seus destinos se desencontraram, agora Victoria é preceptora de um garoto de cinco anos na casa de lady Hollingwood, enquanto Robert é o convidado de honra durante um evento social na mesma casa. É somente por força dessas circunstâncias, que Victoria e Robert se reencontram e são obrigados a passar alguns dias no mesmo território. Porém, o ressentimento que possuem um pelo outro é tão forte quando a necessidade súbita de se abraçar, se beijar e recuperar o tempo perdido. 

Apesar dos sentimentos contraditórios dentro de si, Robert tentará com todas as forças reconquistar Victoria, pois tem certeza que ainda a ama. Já Victoria é como um “gato escaldado” e tornará extremamente difícil para o conde vencer essa empreitada, mesmo que seu coração clame por Robert, ela não quer abrir mão de sua independência e livre arbítrio, conquistados a duras penas ao longo dos últimos sete anos. Além de muito amor, serão necessárias doses elevadas de paciência e perdão para que Robert e Victoria possam ter a chance de alcançar novamente a felicidade.

“No fundo de seu coração, Victoria sabia que Robert tinha o poder de fazê-la feliz além de seus maiores sonhos. Mas também tinha o poder de destruir seu coração. E ele já havia feito isso uma vez... Não, duas vezes.
E ela não aguentava mais sentir dor.”

Algumas pessoas dizem que o amor à primeira vista é algo improvável, praticamente impossível, existente somente nas histórias criadas por mentes românticas... Já meu coraçãozinho romântico amou a primeira parte da história ao testemunhar a maneira linda e súbita como Robert e Victoria se apaixonaram e viveram sua primeira experiência de amor. Me encantei com o casal e sofri pela injustiça da sua separação.

Mas eu acredito que perdoar quem nos magoou e dar uma segunda chance ao amor, isso sim é algo difícil de realizar. E minha personalidade escorpiana se identificou totalmente com a Victoria de sete anos depois, com sua dificuldade em perdoar o Robert e, mesmo depois de perdoá-lo, a incapacidade de confiar novamente seu coração. Mesmo assim, não pude deixar de me compadecer do Robert, tão esforçado e determinado... Enquanto meu instinto vingativo ria internamente dele, por outro lado eu torcia para que seus esforços não fossem em vão.

Para mim essa foi uma leitura bem intensa, o cabo de guerra emocional e sensual entre Robert e Victoria me deixou totalmente conectada ao que estava acontecendo entre os dois. Sem mencionar que Robert é muito charmoso, paciente e dono de um ótimo senso de humor, acho que a Victoria não tinha como resistir para sempre rsrsrs... 

Vale ressaltar que esse é um dos primeiros livros escritos por Julia Quinn, publicado originalmente em 1997, portanto não é tão elaborado quanto os da Série Os Bridgertons, por exemplo. Além disso, a maneira como concebemos os relacionamentos amorosos mudou bastante nos últimos vinte anos, dessa forma, a “paciência” e a “persistência” de Robert na tentativa de reconquistar Victoria pode ser interpretada atualmente como assédio ou perseguição, dependendo do(a) leitor(a). Esse não foi o meu caso, como disse anteriormente, gostei bastante do Robert. Sou fã confessa da autora e amo todas as suas histórias, porque elas sempre aquecem meu coração e alegram o meu dia. Recomendo de paixão!

Duologia Irmãs Lyndon


2. Mais forte que o sol  (2018)


Essa leitura foi uma cortesia da Editora Arqueiro
Aguardamos seus comentários! Beijos...

8 comentários

  1. Bom dia Elis!
    Ownnnn....
    Amor à primeira Vista é tudo de bom...eu tbém acredito e torço por esse tipo de sentimento...
    E já estou na curiosidade de saber como foi o envolvimento deles...e saber o que os pais fizeram para separar o casal.
    Pois mal entendidos...é dose viu...pq vem conversa de todos os lados...e se o casal não souber administrar, separa mesmo.
    Adoro qdo tem essa luta interna para não se entregar ao amor...hehehe, mesmo sabendo que ele está ali e é mais forte que tudo.
    E Julia Quinn já está nos meus favoritos...adoro os livros dela e com certeza esse livro é tudo de bom!
    Ansiosa para ler.
    Um super bjo!
    Alê

    ResponderExcluir
  2. Oi Elis
    Vou começar a ler esse livro hoje, adoro as tramas da Julia e com certeza vou amar essa história <3
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  3. eu também não interpretei por esse lado, Elis, ao contrário, eu achei até bonitinho ver como Robert mudou
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Elis!
    Nossa! Que rapidez, hein? Primeira resenha que leio desse livro.
    Sendo Julia Quin, só esperamos um enredo bem construído e personagens altivaz e de personalidade forte, acredito que Victoria seja assim...
    Não gostei muito do lance da vingança de Robert, mas conhecendo a autora, imagino que nada de vingança se concretizará e claro que quero ler.
    “Ninguém é assim tão velho que não acredite que poderá viver por mais um ano.” (Cícero)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Oi, Elis!
    Eu particularmente prefiro as histórias de amor à primeira vista, então provavelmente, assim como aconteceu com você também vou amar a primeira parte de Mais lindo que a lua; mas também amo histórias sobre reencontro e segunda chance, apesar de também ser da mesma opinião que a sua, é difícil perdoar quem nos magoou e dar uma segunda chance ao amor - eu posso até perdoar mas voltar a confiar é outra coisa...
    Mas fiquei bem curiosa para acompanhar os esforços do Robert em reconquistar Victoria, ver os métodos que ele usará ;)
    Valeu pela dica. Bjos!

    ResponderExcluir
  6. Olá Elis! Quando bati o olho nessa capa e vi o nome Julia Quinn, já foi pra lista de leitura antes mesmo deu ler a sinopse, curto muito a escrita dessa autora, lendo agora essa resenha fiquei ainda mais curiosa em conferi essa história.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Julia Queen uma das melhores escritoras de romance de epoca! Ja entra na lista kkkkkkk, amei sua resenha, estou doida para saber maissobre esse amor a primwira vista, e o q levou eles a se separarem 😨😨 ansiedade a mil já ❤❤❤❤

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!