[Resenha] Os números do Amor

 Os números do Amor - Helen Hoang

Os números do Amor - Helen Hoang
Sinopse - Editora Paralela - 2018 - 280 páginas


Stella tem trinta anos, é super inteligente e bem sucedida profissionalmente. Já no âmbito pessoal, possui uma grande dificuldade em se relacionar com as outras pessoas. Ela é sincera demais, totalmente sem filtro e tem resistência a ser tocada. Com a mãe pressionando para que a filha “arranje alguém”, e após um conselho babaca de um colega de trabalho, Stella resolve contratar um acompanhante profissional que lhe ensine a namorar e se “destravar” para o sexo.

Michael é um cara dedicado à família e ajuda a mãe a tocar uma lavanderia, que também faz consertos de roupas. Seu sonho é ser estilista e pôr em prática todo o seu talento para a moda. Mas às sextas-feiras Michael trabalha como acompanhante, emprego que lhe garante o pagamento de dívidas familiares. Normalmente suas clientes são mulheres mais maduras, por isso jamais poderia imaginar que sua próxima cliente seria uma mulher tão jovem, linda e doce quanto Stella.

Inicialmente, Michael não entende porque Stella o contratou, porém logo percebe a dificuldade que a moça tem em lidar com os toques físicos mais básicos, como um abraço ou um beijo. Quando Stella lhe propõe um acordo longo e exclusivo, o impulso inicial de Michael é negar, pois sabe que sair com a mesma cliente diversas vezes pode ser encrenca. Só que ele não consegue deixar de ajudar Stella a tentar descobrir o prazer que uma relação sexual pode proporcionar a um casal. Três encontros são acordados, e a partir daí podemos imaginar como esses dois ficarão enrolados...

“Os Números do amor” é uma história quente, e ao mesmo tempo bastante sensível. Stella possui Síndrome de Asperger, um Transtorno de Espectro Autista, e para ela viver novas experiências, sair da rotina, tocar e ser tocada são verdadeiros desafios. No começo, Michael não sabe sobre a condição de Stella, mas ele é um cara tão paciente, carinhoso e calmo, que acaba lidando muito bem com as dificuldades dela.

As cenas do casal acabam sendo de total descoberta, tanto para ele quanto para ela, cheias de carinho e tesão, que não é aliviado logo de cara, afinal o caminho de Stella para o prazer precisa ser percorrido lentamente. É difícil encontrar um livro com conteúdo adulto que seja tão sexy e fofo ao mesmo tempo, tive essa sensação durante toda a leitura.

Vocês devem estar se perguntado o que os “números” do título do livro têm a ver com a história. Lembram que eu disse lá no começo da resenha que a Stella é ótima no trabalho? Ela é uma econometrista (profissional formada em econometria que utiliza a estatística aplicada e análise de dados para interpretar ou pressupor questões econômicas). Stella é uma especialista em algoritimos de previsão de consumo, eu adorei conhecer essa profissão, e até meio que “pirei” nela!

Outra coisa que curti na leitura, foi que os personagens me pareceram bem verdadeiros, principalmente Stella, e isso com certeza se deve ao fato da própria autora ter sido diagnosticada com Síndrome de Asperger, ou seja, através de sua protagonista, Helen Hoang nos apresenta uma maneira específica de pensar e agir, nos dando um vislumbre de como seria esse universo particular. A família de Michael também é um fator importante no enredo, acompanhar o “entrosamento” da Stella com eles foi super legal. Adorei e recomendo!

Em comemoração ao Aniversário de 7 anos do Arquivo Passional,
Editora Paralela liberou um exemplar do livro para sorteio!!!
Clique abaixo e participe:

 Sorteio "Os números do Amor" (Helen Hoang)
Sorteio "Os números do Amor" (Helen Hoang)

Essa leitura foi uma cortesia do Grupo Companhia das Letras
Aguardamos seus comentários! Beijos...

11 comentários

  1. Namoro este livro desde que li a primeira resenha dele. Não só por trazer um pouco sobre esta doença(Asperger) não tão falada quanto deveria,mas também por mostrar que se pode viver muito bem e ainda com tudo isso, encontrar alguém que cuide, que proteja e entenda, acima de tudo!
    Stella e Michael mostram com a história que é o amor que muda tudo, que só ele é capaz de superar as dificuldades!
    Com certeza, está na lista de desejados e espero ter e ler o quanto antes!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Já li algumas resenhas sobre esse livro e a cada vez me interesso mais em ler. Para mim dá sempre a impressão de ser uma história leve e divertida, apesar da dificuldade da personagem principal. Imagino esse casal se desenvolvendo sem pretensões.
    Já está na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  3. Olá Elis! Estou doida pra ler esse livro, curto muito histórias com pessoas com algum tipo de deficiência ou distúrbio, essa resenha agora me deixou ainda mais curiosa em conferi isso tudo que foi dito aqui.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Uma amiga minha me falou desse livro. Ela amou e falou tão bem, que fiquei com vontade de ler tb, hehe! Tá na minha listinha! ♥

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  5. Elis!
    Gostei demais da premissa de uma garota que tem Síndrome de Asperger e contrata alguém para ser seu acompanhante e acabam se apaixonando, tornando o relacionamento inusitado para ambos e pelo visto, muito hot, adorei!
    Desejo uma ótima semana!
    “Para cada minuto que você se aborrece você perde sessenta segundos de felicidade.” (Ralph Waldo Emerson)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA NOVEMBRO - 5 GANHADORES – BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  6. Nunca ouvi falar dessa doença... Juro que tive que ir buscar no Google pra entender melhor.
    Acho bem legal que ultimamente eu ando vendo muitas obras com temas sobre doenças ou alguma deficiência... Teve A Culpa é das Estrelas, o filme A Teoria de Tudo, e o clássico Um Amor Para Recordar... O Interessante é que a gente de uma forma legal e bem emocionante acaba aprendendo um pouco sobre sobre aquela síndrome ou doença... Bem legal mesmo, eu curto obras desse tipo, deixa a gente mais humanizado... Vê o outro, deixar de olhar um pouco pro próprio umbigo, enxergar que tem gente com condições mais difíceis que a nossa, que a nossa insatisfação é minuscula comparada a pessoas com essas condições ou até piores... Enfim.
    Adorei a resenha, bj

    ResponderExcluir
  7. Oi Elis,
    Não faço idéia do que seja a profissão de Stella, fui até pesquisar mais sobre ela, e olha, muito bacana, casou mesmo com o título, rs.
    Ah, eu nem imaginava toda essa sensualidade na história, mas acho ótimo que a autora tenha conseguido manter o romance fofo, e ainda assim, nos presentear com cenas mais intensas.
    Não conheço muito sobre essa Síndrome, outro ponto legal para mim, já que lendo posso entender melhor o que uma pessoa que a carrega passa.
    Enfim, gostei de como foi apresentado a relação dos dois, acredito que humor também esteja presente no livro, sem dúvidas irei ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá! Eita que já estou de olho nesse livro desde o lançamento, a história parece ser bem intensa, mas ao mesmo tempo muito amorzinho. Acredito que vai ser bem interessante acompanhar nossa protagonista nessa aventura. E o Michael hein, já me deixou aqui suspirando, vou amar conhecer o porquê de suas escolhas.

    ResponderExcluir
  9. primeiro de tudo desculpe a longa ausência, mas prometo ir me inteirando dos posts feitos, sobre o livro é uma leitura bem intrigante ao que vi pela sua resenha e com certeza uma história de prender o leitor, ótima dica!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. No início da resenha já me apaixonei pelo livro. Parece ser uma história intensa, cheia de amor! Esse casal promete, é uma relação que acontece aos pouquinhos, por um acaso, e tem aquele lance da conquista e o Michael ainda sabe como lidar com os transtornos da Stella, um fofo!
    Amei, quero ler!

    ResponderExcluir
  11. Oi Elis
    Ainda não tinha ouvido falar desse livro e achei o enredo muito interessante, pois fala de uma maneira romanceada sobre a síndrome e o transtorno.
    Fiquei curiosa para saber mais sobre a história e sobre o casal, espero que els tenham ficado juntos *-*
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir

Esse espaço também é seu!
Vou adorar saber a sua opinião passional :)
Seu comentário será publicado em no máximo 24 horas.
Beijos!